David Afonso
David Afonso
14 Dez, 2021 - 18:26

Dificuldade em engrenar mudanças: o precisa saber

David Afonso

A dificuldade em engrenar mudanças é bastante mais comum do que a maioria dos condutores pensa. Descubra como o evitar e cuidados a ter.

dificuldade em engrenar as mudanças

A dificuldade em engrenar mudanças é dos problemas mais comuns de qualquer condutor. Sim, até mesmo para os mais experientes este problema é recorrente e pode trazer dores de cabeça. Além disso, pode ser evidente que há algo de errado com a caixa de velocidades do carro que impede que algumas ou todas as mudanças de funcionar corretamente. Como referido, esta falha não é tão invulgar como pode parecer no início. Mas pode ter origens diferentes e encontrar o problema pode ser difícil.

Nesse sentido, ao longo deste artigo falaremos sobre as possíveis causas da dificuldade de mudar de mudança e quais os melhores comportamentos a ter nestas situações.

Dificuldade em engrenar mudanças: possíveis avarias na caixa de velocidades

Como referido, é muito comum este tipo de problema. Aliás, a origem do problema quando a caixa de velocidades não engata as mudanças pode ser muito diversa. Seguem-se em baixo algumas falhas típicas na caixa de velocidades que podem originar tudo isto.

Disco de embraiagem

A falha pode estar relacionada com o disco de embraiagem. Aqui, o desgaste da peça pode fazer com que haja dificuldade em engrenar mudanças, até ao ponto de as impedir de engatar. Isto pode provocar o deslocamento de peças, afetando o funcionamento do pedal da embraiagem.

Cabo de embraiagem

Dependendo do veículo com uma caixa de velocidades manual, o pedal e a embraiagem são ligados através de um cabo metálico trançado, chamado cabo de embraiagem. Este cabo também se desgasta com o tempo e a utilização, e pode até quebrar-se. Quando isto acontece, o movimento total da transmissão que permite engatar as mudanças não é realizado, mesmo que o pedal da embraiagem seja pressionado até ao fim. Por conseguinte, origina logo uma dificuldade em engrenar mudanças.

Bomba de embraiagem

Nestes casos, é possível que a falha se deva a uma falha da bomba de embraiagem, sendo a parte que empurra o fluido do sistema hidráulico de transmissão. É possível que o fluido esteja a vazar devido ao desgaste, o que dificulta o acoplamento normal das engrenagens. Este tipo de avaria está relacionado com caixas de velocidades de alguns carros onde a embraiagem não está ligada ao pedal por um cabo, mas é operada por um sistema hidráulico.

Transmissão

Por outro lado, outra causa de falha da caixa de velocidades de um automóvel pode ser um problema no sistema de barras que aciona a transmissão. Neste caso, o desgaste devido ao envelhecimento ou mau uso da caixa de velocidades pode alterar ligeiramente a geometria da transmissão. Como resultado, ocorrem imprecisões que fazem com que a engrenagem “cole” ao engatar.

Desalinhamento dos dentes das engrenagens

Com o tempo, os dentes das engrenagens podem ficar desalinhados, impossibilitando o acoplamento das engrenagens. Nestes casos, é suficiente engatar uma engrenagem diferente como “mudança de ponte” e depois, sem tirar o pé da embraiagem, voltar a engatar a mudança que inicialmente desejava.

Atrito

Outro problema com as engrenagens danificadas é que podem libertar partículas de metal devido ao atrito. Estes elementos podem interferir com o acoplamento das engrenagens e podem agravar o problema. Como resultado, as engrenagens não se engatam na caixa de velocidades ou, na pior das hipóteses, podem até desligar-se por si próprias. Nestas circunstâncias, a única coisa a fazer é desmontar a caixa de velocidades e substituir as peças danificadas.

Lubrificação incorreta

A caixa de velocidades é composta por centenas de peças que precisam de ser perfeitamente lubrificadas para funcionarem corretamente. Se este não for o caso ou se a qualidade do óleo da caixa de velocidades não for boa, os dentes das engrenagens sofrem mais e deterioram-se devido a fricção excessiva. É portanto aconselhável verificar o nível de óleo ou substituí-lo por um óleo melhor.

mecânico a mostrar uma embraiagem a patinar

O que fazer quando sentir dificuldade em engrenar mudanças

Quando a caixa de velocidades não engata as mudanças, o que a maioria dos condutores tende a fazer é continuar a insistir até o fazer, ou até que percam a paciência e desistam de tentar.

Uma solução rápida é utilizar então outra mudança como ponte. Por exemplo, quando a marcha atrás não engata na caixa de velocidades, engatar primeira e depois tentar engatar novamente a marcha atrás.

Porém, o problema não será resolvido tão rápida e facilmente. Assim, uma vez o motor ligado, levantar ligeiramente o pedal da embraiagem e o carro começará a avançar lentamente. Depois, tente engatar uma outra mudança (como ponte), e depois a mudança que quer engatar.

E, o que acontece se sentir dificuldade em engrenar mudanças numa caixa de velocidades automática?

Até agora, referimos falhas numa caixa de velocidades manual. Mas o que acontece numa situação de caixa de velocidades automática? Há duas situações principais que podem ocorrer:

O carro contraria o arranque

Isto é comum quando ocorre uma falha nas caixas de velocidades automáticas. Basicamente, o sistema deteta que algo está errado e envia um sinal. Em tal situação, o sistema “prende” e aciona uma fase de emergência para evitar problemas mais graves.

Mudanças a patinar

Por vezes, a transmissão muda de velocidade, mas parece patinar. Notará isto porque as rotações do motor são demasiado altas quando se mudam as mudanças. Este problema pode ser devido a um baixo nível de óleo na caixa de velocidades ou a uma perda de pressão na embraiagem.

Com efeito, para evitar avarias agravantes é melhor cuidar do mecanismo das mudanças e respeitar a sua sequência, mas também ter o cuidado de não sobrecarregar o carro e de substituir os óleos quando necessário.

Veja também