Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Tiago Moreira
Tiago Moreira
19 Abr, 2018 - 14:27

Telemóvel com ecrã partido: onde reparar e preços

Tiago Moreira

Ir a uma loja da marca, reparar em casa ou levar a uma grande superfície? Os preços da reparação de um ecrã partido variam bastante. Saiba tudo.

Telemóvel com ecrã partido: onde reparar e preços

No meio da confusão e da agitação do dia a dia deixou cair o telemóvel e acabou com o ecrã partido? A dúvida mais frequente que se coloca entre os consumidores é se compensa, ou não, reparar um ecrã partido ou se é melhor trocar o telemóvel por um modelo novo e mais recente.

Os preços variam largamente em função do modelo do smartphone e do local onde vai realizar a troca. Neste artigo, vamos analisar algumas opções a considerar na hora de trocar o ecrã partido (já existem modelos que se regeneram sozinhos) e vamos, também, debruçar-nos sobre os riscos associados à utilização dos telemóveis nesse estado.

Perigos de usar smartphones com o ecrã partido

smartphone com ecra partido

Ainda que o telemóvel esteja a funcionar minimamente bem, existem alguns riscos associados ao uso de smartphones com ecrã partido a que deve estar atento.

Além de perder sensibilidade ao toque – o que pode dificultar o uso no dia a dia –, o facto da camada protetora estar partida pode levar a danos permanentes no smartphone. Existe, ainda, o risco de existirem pequenas lascas que podem ferir os seus dedos.

Os smartphones têm displays de alta definição que, quando danificados, vão colocar em causa parte da experiência do utilizador. É possível – e provável – que ao usar um telemóvel com o ecrã partido sinta os olhos mais cansados.

Deste modo, se teve o azar de ficar com o ecrã partido, recomendamos que tente encontrar uma solução o mais rapidamente possível.

Ecrã partido: onde reparar

telemovel com ecra partido

Lojas de eletrónica

Se quer ter uma ideia de quanto poderá custar a substituição do ecrã partido do seu smartphone, o site da Worten pode ser um bom ponto de partida.

Na área das reparações existe uma ferramenta que, depois de escolher a marca e o modelo do telefone, lhe apresenta imediatamente um preço de referência para a substituição do hardware danificado. Se simularmos a reparação de um iPhone 6 nesta plataforma, a substituição custaria 49,99€.

Loja da marca

Procurar apoio técnico na loja da marca do smartphone é sempre uma opção segura, pois temos a certeza de que estão habilitadas para lidar com estes problemas.

Se optar por procurar apoio técnico fora destas lojas, certifique-se de que se trata de um reparador certificado para o efeito, ou pode perder a garantia do smartphone. A mesma simulação (iPhone 6 com ecrã partido) numa loja certificada custar-lhe-á cerca de 89,95€.

Reparar ecrã partido em casa

Se é habilidoso a gerir novas tecnologias, reparar o seu próprio smartphone talvez seja uma opção. Aqui, o Google e o YouTube são ferramentas essenciais. Uma rápida pesquisa das palavras-chave e do modelo do seu telemóvel apresentará vários guias – vídeo ou texto – de como reparar um ecrã partido.

Apesar de ter a grande desvantagem de perder automaticamente a garantia do telemóvel, esta opção será, sem dúvida, muito mais barata, visto que conseguimos comprar todos os materiais necessários por cerca de 30€.

Veja também