Inês Silva
Inês Silva
24 Dez, 2018 - 03:19
Web Summit procura public affairs specialist

Web Summit procura public affairs specialist

Inês Silva

A Web Summit está a reforçar a sua equipa em Lisboa e procura um public affairs specialist. Saiba como pode candidatar-se.

O artigo continua após o anúncio

Nos primeiros cinco anos o evento, considerado a maior conferência de tecnologia do mundo, foi realizado em Dublin, Irlanda. Em setembro de 2015, Paddy Cosgrave, co-fundador e CEO da Web Summit, anunciou que o evento seria realizado pela primeira vez em Lisboa, em 2016. Após duas edições realizadas em Lisboa, a Web Summit e o Governo Português anunciaram, em Outubro de 2018, uma parceria a 10 anos que permite manter a conferência na capital Portuguesa até 2028.

Web Summit realiza eventos a nível mundial, incluindo F.oundersRISE em Hong Kong, Collision em Nova Orleães, SURGE em Bangalore e MoneyConf em Dublin e conta com uma equipa de quase 200 pessoas, incluindo engenheiros, cientistas de dados, designers, produtores, profissionais de marketing, vendedores, entre outros.

Atualmente, em Lisboa, há uma vaga para public affairs specialist, conheça os requisitos.

Emprego Web Summit

public affairs specialist vai fazer parte da equipa de comunicações que está no centro do evento, trabalhando em estreita colaboração com a equipa de marketing e media para garantir que as melhores histórias são contadas com uma cobertura inovadora, promovendo a marca mundialmente.

O candidato ideal terá experiência ou conhecimento do panorama político, políticas, eleições e leis de Portugal; forte conhecimento de comunicação e estratégias de relações públicas; capacidade de trabalhar com várias equipas; sentir-se confortável em movimentar-se num ambiente dinâmico e rápido; experiência em trabalhar com os media portugueses; experiência de gestão de iniciativas e programas para alunos, comunidade profissional / empreendedora e de start-ups; fluente em português e inglês; atenção ao detalhe; excelentes capacidades de comunicação falada e escrita; e “solucionador de problemas e nenhum problema é grande ou pequeno demais”.

As candidaturas devem ser submetidas em inglês.

Se quer apostar numa experiência lá fora e num projeto em crescimento, saiba que também há vagas para várias funções na sede da empresa responsável pelo Web Summit em Dublin e também em Toronto e Hong Kong.

É curioso, sociável e domina a língua inglesa? Não perca tempo e candidate-se já! As ofertas em aberto podem ser consultadas na página de recrutamento do Web Summit.

O artigo continua após o anúncio

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp