Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
12 Ago, 2018 - 10:00

Como escolher a ventoinha ideal

Luísa Santos

Ventoinhas de teto, ventoinhas de pé, ventoinhas de parede… Existem vários tipos de ventoinha, que servem diferentes necessidades e ambientes.

Como escolher a ventoinha ideal

Nos dias mais quentes, pode ser mais justificável comprar uma ventoinha do que investir, por exemplo, num ar condicionado. Apesar de não tão potentes (nem tão caras), as ventoinhas, quando bem escolhidas, podem refrescar as divisões de sua casa de forma mais rápida do que pode pensar.

Como escolher uma ventoinha

Uma ventoinha é, sem dúvida, uma opção que não implica um investimento excessivo e que pode, muitas vezes, resolver o problema dos dias de calor. Ao contrário de um ar condicionado, uma ventoinha não produz frio, mas assegura que a sensação térmica de determinada divisão é menor.

As hipóteses são imensas e podem dividir-se nessas três principais categorias. Para escolher a ventoinha ideal, e a mais indicada, devem ser tidos em conta uma série de fatores importantes – nomeadamente a divisão de destino, bem como as medidas da mesma. Existem ventoinhas de interior e de exterior e neste artigo explicamos-lhe como deve escolher as de interior.

Ventoinhas de teto

ventoinha de teto

Fonte da Imagem: Unsplash/@hutomoabrianto

O fator mais importante e determinante na escolha de uma ventoinha de teto é a dimensão da divisão onde a quer colocar. Essas medidas são importantes não só para garantir o bom funcionamento do aparelho (garantindo uma sensação térmica menor e adequada), mas também para que as lâminas da ventoinha não intercetem nenhum tipo de obstáculo.

Assim sendo, deve ter em conta a relação de tamanhos e dimensões entre o diâmetro de uma ventoinha de teto e o tamanho da divisão onde a mesma será instalada. Só assim poderá garantir o efeito desejado, que pode ser otimizado se colocar a ventoinha no centro da divisão.

Deste modo, tenha como referência algumas medidas gerais que ajudam a categorizar a sua divisão consoante o seu tamanho: divisão pequena (aproximadamente 132cm e/ou mais pequena), divisão ampla (aproximadamente 132cm e/ou maior) e divisão grande (aproximadamente 152cm e/ou maior).

Ventoinhas de pé

ventoinhas de pe

As ventoinhas de pé têm a vantagem de serem portáteis e, por isso, facilmente transportáveis para qualquer divisão. Pode ter só uma e mudar de divisão consoante as suas necessidades, ou pode ter mais do que uma colocada em diferentes partes da casa, por exemplo, pelo que são ideais para divisões pequenas/médias.

Este tipo de ventoinhas tem mais potência do que as de mesa e refrescam uma divisão facilmente, graças à função de rotatividade que permite que estas rodem num anglo muito amplo e alcancem todos os cantos da divisão. Algumas podem incluir um comando para controlar a rotatividade e a potência à distância.

Ventoinhas de parede

ventoinha de parede

As ventoinhas de parede podem, também, ser afixadas ao teto. Contudo, são indicadas para parede porque são de menor dimensão e, também, mais baratas que as ventoinhas de teto.

São o aparelho ideal para divisões médias, como por exemplo escritórios ou gabinetes onde estejam presentes várias pessoas. Têm também a função de rotatividade, o que ajuda a propagar o ar produzido.

Veja também: