Sofia Ramos
Sofia Ramos
05 Ago, 2019 - 13:51
Estrada Nacional 222: road trip pela estrada mais bonita do mundo

Estrada Nacional 222: road trip pela estrada mais bonita do mundo

Sofia Ramos

Sabia que uma das estradas mais bonitas do mundo é portuguesa? Falamos-lhe da Estrada Nacional 222, que o leva à descoberta do incrível Douro vinhateiro.

O artigo continua após o anúncio

A Estrada Nacional 222, ou EN222, que liga Vila Nova de Gaia a Vila Nova de Foz Côa, é considerada uma das estrada mais bonita do mundo. De entre os motivos que fazem esta via nortenha seduzir todos os que a percorrem, está o seu traçado e a sua envolvente paisagística, nomeadamente nos troços ao longo do rio Douro.

Se gosta de conduzir e explorar os mais bonitos cenários do nosso país, não pode deixar de se fazer à Estrada Nacional 222, por muitos comparada à mítica Route 66. Siga o nosso roteiro e viva momentos inesquecíveis na região do Douro.

Pela estrada fora: roteiro inesquecível pela Estrada Nacional 222

Onde começa e acaba

A EN222 faz parte da Rede Nacional de Estradas, com 226,3 km de extensão. Começa em Mafamude, no centro de Vila Nova de Gaia e termina em Almendra, no concelho de Vila Nova de Foz Côa. Um percurso único a nível mundial, ao juntar três destinos classificados como Património da Humanidade: a Ribeira portuense, o Alto Douro Vinhateiro e as Gravuras Rupestres de Foz Côa.

O troço mais aclamado

A parte mais bonita desta estrada, e aquela que oferece maior prazer de condução, é o troço Régua – Pinhão. São 27 quilómetros e 93 curvas a acompanharem o serpentear do Douro, na companhia de um cenário em socalcos verdadeiramente inspirador.

 

Os lugares de paragem obrigatória

Se tem o tempo contado, pode encurtar esta aventura. Use as estradas mais rápidas para cortar caminho e desfrute apenas do troço Régua – Pinhão. No entanto, a viagem perfeita começa no Cais de Gaia, logo pela manhã. Depois de admirar o centro histórico do Porto e o leito do rio Douro atravessado pelas pontes icónicas, faça-se à Estrada Nacional 222 e a todos os seus tesouros, incluindo vilas pitorescas, miradouros de cortar a respiração e especialidades gastronómicas de comer e chorar por mais. Eis as nossas paragens favoritas:

1. Cinfães do Douro

Concelho de rico património edificado, cultural e gastronómico. Destaque para as aldeias de Boassas, Bustelo da Lage, Gralheira e Vale de Papas. Cabrito com arroz de forno, “papas milhas” de fígado de porco ou rojões são especialidades imperdíveis.

 

2. Resende

O artigo continua após o anúncio

Terra de deliciosas cerejas. Entre outros motivos de interesse, vale a pena conhecer a Casa da Torre da Lagariça, que Eça de Queiroz imortalizou no seu livro “A Ilustre Casa de Ramires”, bem como o complexo termal de Caldas de Aregos.

 

3. Régua

Um dos pontos altos deste roteiro, aqui há vários espaços onde conhecer melhor a história dos vinhos do Douro, nomeadamente do vinho do Porto. O Museu do Douro e a Quinta do Vallado, com a sua fantástica adega, são obrigatórios. Suba ainda ao Miradouro de São Leonardo de Galafura e comungue do êxtase sentido por Miguel Torga face a esta paisagem mágica.

É aqui, na Régua, que começa a parte mais memorável deste percurso, que o levará à bonita vila do Pinhão. Pelo caminho, não deixe de visitar a Quinta do Seixo, onde pode fazer uma prova de vinhos e desfruta de vistas soberbas. Neste troço encontrará ainda um dos melhores restaurantes nacionais: o D.O.C. – do consagrado chef Rui Paula. Fica em Folgosa, no concelho de Armamar.

 

4. Pinhão

Os azulejos da estação de caminho de ferro são um dos ex-libris desta vila encantadora, de onde pode partir num agradável – e altamente recomendável – passeio de barco. Antes de voltar à EN222, percorra os poucos quilómetros que separam o Pinhão da aldeia de Casal de Loivos, onde se irá deparar com um dos miradouros mais incríveis da região.

 

5. São João da Pesqueira

Vila e concelho vinhateiro pertencente ao distrito de Viseu, São João da Pesqueira merece que lhe reserve umas boas horas de atenção. Passeie pela Praça da República, e aprenda mais sobre a região no Museu do Vinho. Já os Miradouros de São Salvador do Mundo e da Senhora de Lurdes dão-lhe fabulosas panorâmicas sobre o Vale do Douro. Leve ainda na memória a beleza rústica das aldeias de São Xisto e de Trevões.

O artigo continua após o anúncio

 

6. Vila Nova de Foz Côa

É neste concelho que termina a nossa road trip pela Estrada Nacional 222. As suas atrações mais famosas são as gravuras rupestres e o museu do Parque Arqueológico do Vale do Côa. Não deixe de apreciar este património milenar e depois, para descansar e relaxar, vá dar um mergulho na praia fluvial do rio Sabor.

Se quiser ser rigoroso, termine o périplo em Almendra, a aldeia onde a estrada acaba. A Igreja Matriz, o Pelourinho, o chafariz, as capelas e o traçado quintentista de muitas casas, conferem ao lugar uma interessante atmosfera histórica.

 

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp