Ana Graça
Ana Graça
21 Dez, 2018 - 15:13
Exercícios mentais: 9 dicas para exercitar o cérebro todos os dias

Exercícios mentais: 9 dicas para exercitar o cérebro todos os dias

Ana Graça

Praticar exercício físico é muito importante, mas não nos devemos esquecer de praticar também exercícios mentais! Mantenha o cérebro ativo e saudável!

O artigo continua após o anúncio

A cognição é o processo intelectual ou mental através do qual tomamos conhecimento do mundo que nos rodeia. Corresponde a um conjunto de capacidades mentais (por exemplo, atenção, memória, raciocínio, tomada de decisões, solução de problemas) que nos permitem a aquisição, o acesso e a manutenção de conhecimentos. Durante vários anos acreditou-se que com o avançar dos anos nada havia a fazer face ao declínio da cognição, mas hoje sabemos que isso não é verdade e que há exercícios mentais que podem contribuir para a constante evolução das nossas capacidades intelectuais.

Exercícios mentais: a nossa cognição pode ser melhorada? Sim!

O passar dos anos pode provocar alterações ao nível do nosso corpo e da nossa mente, mas há habilidades cognitivas que se mantêm inalteradas. Mais ainda, sabemos hoje que, apesar de envelhecer, o cérebro mantém a capacidade de evoluir e de mudar o padrão das suas conexões.

São várias as investigações que têm vindo a mostrar que a estimulação cognitiva é eficaz e traz muitos benefícios independentemente da idade ou da existência de alguma patologia ou défice cognitivo. A prática regular de determinados exercícios mentais fomenta a criação de novas sinapses (pontos de contacto entre neurónios) e circuitos neuronais, capazes de reorganizar e recuperar a função das áreas cognitivas mais degradadas.

A estimulação cognitiva parece ser capaz de alterar a estrutura e o funcionamento cerebral e, esta plasticidade neuronal, permite melhorar as nossas capacidades cognitivas, no caso de sermos pessoas saudáveis, mas também restaurá-las ou mantê-las, quando estas se encontram alteradas devido a lesão cerebral ou a doença neurológica.

Assim sendo, a neurociência mostra-nos que a plasticidade cerebral permite criar novas ligações cerebrais, aumentar os circuitos neuronais e melhorar a sua funcionalidade. Quanto mais usamos um circuito neuronal, mais forte este se torna!

A nossa cognição pode ser melhorada

9 exercícios mentais que devem fazer parte da sua rotina

Basta que dedique alguns minutos por dia, alguns dias por semana, à estimulação das capacidades e processos cognitivos. Estes 9 exercícios mentais são boas sugestões. Ponha-os em prática!

1. Mantenha o interesse e o entusiamo elevados! Temos sempre muito para aprender. Esteja atento e seja curioso em relação ao que se passa ao seu redor. Participe na vida cultural e social da comunidade onde reside;

2. Leia e retenha aquilo que lê! Adquira o hábito de ler diariamente, nem que seja o jornal. Extraia as informações mais importantes da leitura e vá recordando aquilo que leu;

O artigo continua após o anúncio

3. Exercite as suas competências matemáticas! Mesmo que não seja fã de matemática não deve deixar de lado o treino da capacidade de cálculo e a resolução de problemas. O sudoku pode ser um bom exercício mental;

O sudoku pode ser um bom exercício mental

4. Aprenda uma língua nova! O ditado popular “burro velho não aprende línguas” não podia estar mais errado. A ideia de que a inteligência e a aprendizagem não são possíveis de acontecer a partir de determinada idade não corresponde à verdade e aprender uma nova língua é uma ótima forma de exercitar o cérebro;

5. Divirta-se ao mesmo tempo que exercita a mente! O sentido de humor parece ter efeitos positivos ao nível do nosso cérebro, pelo que deve fazer parte do nosso dia-a-dia. Há também pequenos jogos que são verdadeiros exercícios mentais, nomeadamente as sopas de letras, as palavras cruzadas e os jogos de diferenças;

Há também pequenos jogos que são verdadeiros exercícios mentais

6. Seja criativo! Dar asas à criatividade pode ser uma ótima tarefa cognitiva. Ouvir música e tocar um instrumento musical são passatempos extremamente benéficos;

7. Viaje! Aproveite para treinar a sua capacidade de orientação ao mesmo tempo que conhece um novo destino;

treine a sua capacidade de orientação

8. Use o telemóvel de forma sábia! Se não passa sem o seu telemóvel, porque não instalar uma das inúmeras aplicações que desafiam o cérebro? Pode também visitar alguns sites que disponibilizam divertidos jogos mentais, como é o caso do Luminosity;

9. Seja feliz e crie fortes laços afetivos! Viver em comunidade, manter estreitas e saudáveis relações familiares e de amizade e ter hábitos sociais não permitem que o isolamento social se instale. Assim, vai prevenir o surgimento de sintomas de depressão e ansiedade e ter uma maior saúde cognitiva!

Seja feliz e crie fortes laços afetivos

Como conclusão…

Para além da importância dos exercícios mentais há outros hábitos de vida que podem ajudar a melhorar a cognição, nomeadamente: a prática de exercício físico (a prática de atividade física moderada pode contribuir para a melhoria de determinadas funções cognitivas, como memória e raciocínio), a meditação (requer atenção e concentração e a sua prática pode melhorar estas capacidades), a redução dos níveis de stress (menos ansiedade equivale a maior criatividade e maior flexibilidade cognitiva), e sono de qualidade (uma boa noite de sono favorece a aprendizagem e o processo de memorização).

O artigo continua após o anúncio

Importa ainda relembrar que, tal como acontece com os músculos do nosso corpo, também o nosso cérebro requer muito treino para se manter saudável e funcional. Pelo contrário, se o nosso cérebro não for estimulado acaba por perder as suas capacidades mais facilmente. Assim sendo, do que é que está à espera para inserir estes 9 exercícios mentais na sua rotina diária?

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp