Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Viviane Soares
Viviane Soares
05 Jun, 2018 - 11:46

Ferraria de São João: ruralidade e turismo ativo no Xisto

Viviane Soares

Com a fixação de novos habitantes, a Aldeia do Xisto da Ferraria de São João rejuvenesceu e, hoje, é um exemplo de modernidade.

Ferraria de São João: ruralidade e turismo ativo no Xisto

A Aldeia do Xisto da Ferraria de São João localiza-se na parte sul da Serra da Lousã, localmente denominada Serra do Espinhal. A riqueza paisagística e cultural da aldeia é excepcional e a entreajuda e o convívio entre os habitantes ainda é herdeira de um cariz profundamente rural.

Aqui encontrará um dos mais importantes Centros de BTT, um FunTrail para os mais pequenos e muitos trilhos pedestres. Isto para não falar na energia contagiante e simpatia das suas gentes.

Os novos habitantes que ao longo dos anos se têm fixado, gerindo os seus negócios ou simplesmente por opção de vida, têm mudado a face da aldeia e dinamizado a aldeia. A Ferraria, como abreviadamente lhe chamam, abriu-se ao mundo sem deixar de ser genuína.

A aldeia possui um conjunto de aspetos que a distinguem das demais: um magnifico sobreiral, um numeroso conjunto de currais tradicionais, um Caminho do Xisto, um Centro de BTT, um FunTrail para os mais pequenos, e muitos percursos pedestres para descobrir. Se é um amante do turismo na natureza tem de visitar a aldeia. Vai ficar surpreendido.

Ferraria de São João: tradição e modernidade

ferraria-de-sao-joao
ferraria-de-sao-joao

O cenário que emoldura a aldeia de Ferraria de São João é um conjunto de currais comunitários na orla de de um montado de sobreiros – um dos ex-libris da aldeia. Um dos projetos mais visíveis e de maior sucesso da Associação de Moradores, revitalizada pelos novos habitantes, é, precisamente, a adoção de sobreiros.

O nome “Ferraria” estará ligado à existência, no passado, de uma pequena exploração de ferro. “São João” refere-se, ou à Serra de São João (Serra da Lousã), que enquadra a aldeia, ou à existência – na encosta, um pouco acima da povoação – de uma capela dedicada a São João.

A não perder

ferraria-de-sao-joao

Capela de São João: pequeno templo de linhas sóbrias, sem elementos decorativos no exterior;

Alminha: nicho encastrado no muro que ladeia a rua que desce para o centro da povoação, com a inscrição em cimento MS 1969. Possui pintura sobre chapa metálica representando as almas no Purgatório;

Currais: o conjunto de currais corresponderá a um dos mais numerosos que, em bom estado de conservação, ainda existe em Portugal. A aldeia possuiu um rebanho comunitário que ascendia a mais de mil cabeças;

Eira: junto a uma das ruas do centro da aldeia ainda existe uma eira, em bom estado de conservação, cujo pavimento é em lajes de calcário, material mais fácil de ser aparelhado do que o quartzito que ocorre no local;

Centro BTT: Tem à disposição quatro percursos com crescentes níveis de dificuldade, e um quinto, de longa distância, que faz a ligação com os trilhos do Gondramaz e Lousã, voltando sempre à Ferraria de São João.

Queijo de cabra: outro dos belíssimos produtos que a região tem para oferecer.

Onde ficar

Casa Cuco

ferraria-de-sao-joao
ferraria-de-sao-joao

A Casa Cuco integra a unidade de Turismo Rural Vale do Ninho, localizada na Aldeia do Xisto de Ferraria de São João. Tem um quarto com uma cama de casal num primeiro andar e mais duas camas individuais nos espaços comuns, que durante o dia podem ser usadas como sofás. Tem duas casas de banho, uma cozinha completa e equipada e um grande terraço comunica diretamente com a piscina exterior e o jardim.

Para duas pessoas, fica por 120€/noite. Já para 4 pessoas fica a 160€/noite. Conheça melhor a Casa Cuco >>

Casa do Zé Sapateiro

ferraria-de-sao-joao
ferraria-de-sao-joao

Também na Ferraria de S. João, mas com um ambiente mais rústico, a Casa do Zé Sapateiro foi totalmente recuperada e preparada para receber até 14 ocupantes num ambiente confortável e muito familiar. Compartilhando a sala de estar, a sala de jantar e um pátio interior, os visitantes podem optar por um dos seis quartos duplos e uma suite, estando todos eles equipados com casa de banho privativa e aquecimento. Por quarto, o preço ronda os 65€/noite. Conheça melhor a Casa do Zé Sapateiro >>

Veja também: