Ekonomista
Ekonomista
24 Jul, 2019 - 13:01
Greve: Governo aconselha portugueses a abastecer viaturas

Greve: Governo aconselha portugueses a abastecer viaturas

Ekonomista

Sindicatos dos motoristas entregaram esta quarta-feira o pré-aviso de greve com início a 12 de Agosto. Serviços mínimos vão ser bem inferiores aos assegurados em abril.

O artigo continua após o anúncio

O ministro das Infra-estruturas, Pedro Nuno Santos, defendeu esta quarta-feira que os portugueses devem começar a “abastecer” as suas viaturas para “se precaverem” no caso de haver greve dos motoristas a partir de 12 de Agosto.

“Temos todos de nos preparar. O Governo está a fazer o seu trabalho [para evitar a greve], mas todos podíamos começar a precaver-nos, em vez de esperarmos pelo dia 12, que não sabemos se vai acontecer [a paralisação]”, referiu aos jornalistas em Matosinhos, à margem da apresentação de um investimento na ferrovia.

Isto depois de os sindicatos dos motoristas terem entregue o pré-aviso de greve e de se terem reunido na Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) para planificar os serviços mínimos.

O pré-aviso do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e do Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) propõe serviços mínimos de 25% em todo o território nacional, enquanto que, na greve de Abril, foram de 40% apenas em Lisboa e Porto.

Recorde-se que, na segunda-feira, o SIMM também alertou para as consequências mais graves da greve. Numa carta aberta enviada às redacções, o sindicato avisou que, além dos combustíveis, a próxima greve vai afetar também o abastecimento às grandes superfícies, à indústria e serviços, podendo “faltar alimentos e outros bens nos supermercados”.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp