Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Graça
Ana Graça
27 Jul, 2018 - 10:30

A grávida pode beber café? Sim ou não?

Ana Graça

A grávida pode beber café? Parece que o segredo está na moderação. Apesar do ideal ser evitar o consumo, a cafeína pode ser ingerida em doses moderadas.

A grávida pode beber café? Sim ou não?

A grávida pode beber café? O café é prejudicial para o desenvolvimento do bebé? Estas são algumas das questões que as futuras mamãs mais colocam no início da gravidez e é frequente encontrarem informações muito alarmantes e totalmente contraditórias.

Consumo de cafeína durante a gravidez: o que deve saber

A questão não passa apenas por saber se a grávida pode beber café durante a gestação, mas sim perceber se a grávida pode consumir bebidas e alimentos com cafeína. A cafeína não se encontra presente apenas no café. Podemos encontrá-la numa grande variedade de alimentos, nomeadamente em alguns chás (chá preto; chá verde), em alguns refrigerantes e em alguns chocolates.

A cafeína, que depois de consumida entra rapidamente na corrente sanguínea, estimula o sistema nervoso central, aumenta o nosso estado de vigília e a nossa capacidade de concentração. Quando consumida em excesso pode ter efeitos negativos, nomeadamente: insónia; ansiedade; inquietação; irritabilidade; batimento cardíaco acelerado; níveis de pressão arterial aumentados.

É sabido que a cafeína atravessa a barreira placentária, entrando no sistema sanguíneo do bebé, que devido à fase de desenvolvimento precoce em que ainda se encontra, tem dificuldades em processar a cafeína. Mas então, a grávida pode, ou não, beber café? Vamos descobrir!

A grávida pode beber café?

A grávida pode beber café? Sim ou não?

Se está à espera do seu primeiro bebé e o café sempre fez parte da sua rotina é natural que se questione se uma grávida pode beber café. Por mais que lhe custe abdicar do café, a verdade é que a maior parte dos especialistas dizem que as bebidas estimulantes devem ser evitadas ou, pelo menos, limitadas durante a gravidez.

Apesar dos efeitos da cafeína no bebé não estarem ainda completamente estabelecidos, a posição da maioria das organizações científicas é de que as mulheres grávidas devem evitar a ingestão de cafeína acima de 200mg/300mg por dia (café expresso contém entre 75 e 100 mg de cafeína).

Os estudos têm demonstrado, de forma consistente, que a ingestão de cafeína acima de 300mg está associada ao baixo peso ao nascer e ao aborto espontâneo, ou seja, a ingestão de grandes quantidades de cafeína pode afetar os bebés. Algumas investigações mostraram que filhos de mães com consumo superior a 500 mg de cafeína por dia durante a gravidez eram mais suscetíveis a tremores, taquicardia, aumento do índice respiratório, insónias e morte súbita.

Em suma, a grávida pode beber café? Sim, mas com moderação! A gestante deve limitar o consumo de café e ter em atenção todas as bebidas e alimentos que mencionamos anteriormente e que também contêm cafeína!

Veja também: