Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Graça
Ana Graça
26 Jun, 2018 - 10:40

Gravidez gemelar: amor e complicações a dobrar

Ana Graça

A gravidez gemelar é cada vez mais comum, mas nem todos os casais estão preparados para a enfrentar. Conheça as principais complicações e como se preparar.

Gravidez gemelar: amor e complicações a dobrar

A gravidez gemelar é sempre considerada uma gravidez de risco, quer pela maior probabilidade de morbilidade e de mortalidade da mãe e dos bebés, mas também pela dificuldade que algumas mulheres manifestam em aceitar o diagnóstico de gestação gemelar e as vivências emocionais e fisiológicas associadas.

Gravidez gemelar: tudo o que precisa de saber

A gravidez é uma fase de mudança, de novas experiências, de grandes sonhos e expectativas, medos e receios. Na gravidez gemelar todos estes sentimentos e emoções são ainda mais intensos.

Muitas grávidas reagem com choque, espanto e dúvida quando descobrem que estão grávida de gémeos. Naturalmente que a adaptação a esta exigente realidade é mais fácil quando a mulher já suspeitava que tal lhe podia acontecer (presença de gémeos na família; tratamento contra a esterilidade).

Quando confrontadas com a notícia da gravidez gemelar, as grávidas tendem a preparar-se para essa situação:

  • Cuidam mais do seu estado fisiológico e emocional;
  • Têm mais atenção aos níveis de atividade fetal;
  • Recolhem informação sobre as características específicas da gravidez gemelar;
  • Preparam o espaço para a chegada de dois bebés;
  • Começam a idealizar o futuro com dois bebés.

A gravidez de gémeos tem vindo a aumentar nos últimos anos e acredita-se que tal facto se deve à idade mais tardia da gravidez e ao aumento de tratamentos de fertilidade.

Quando a gravidez de gémeos é inesperada pode ser um grande choque

Complicações na gravidez de gémeos

A gravidez de gémeos tem um maior risco de desenvolver complicações, sendo que quanto maior for o número de fetos maior é o risco de complicações. Algumas das complicações mais comuns são as seguintes:

  • Hemorragia genital da gravidez (uma das causas mais frequentes de ida das grávidas à urgência);
  • Doenças hipertensivas (por exemplo, pré-eclâmpsia);
  • Diabetes gestacional;
  • Anemia;
  • Parto por cesariana;
  • Hemorragia pós-parto;
  • Infeção;
  • Parto prematuro;
  • Baixo peso do bebé ao nascer;
  • Internamento neonatal;
  • Anomalias congénitas (por exemplo, anomalias cardíacas).

Gravidez de gémeos é desafiante e exigente

Concluindo

A gravidez de gémeos é desafiante e exigente mas os desafios não terminam após o parto. Após o nascimento, é preciso lidar com os aspetos práticos de ter mais que um bebé em casa: descobrir os cuidados indispensáveis para a saúde dos dois bebés e à especificidade de cada um. Esta tarefa não é simples e é muitas vezes dificultada pelos problemas médicos dos gémeos e pela fadiga excessiva de quem deles cuida.

Ter mais que um bebé é absorvente e exigente e importa que a mãe e o pai tenham uma forte rede de apoio, não só ao nível do pessoal médico e técnico, mas também ao nível da família e dos amigos.

Aos pais de gémeos, não tenham vergonha de pedir ajuda. Tentar fazer tudo sem recorrer a ajuda pode trazer graves consequências para a vossa saúde e bem-estar. Doseiem as ajudas, estabeleçam limites, não permitam que invadam a vossa intimidade enquanto casal, mas peçam ajuda a quem vos rodeia.

Veja também: