Assunção Duarte
Assunção Duarte
29 Dez, 2023 - 11:37

Hotmail, o email que mudou o mundo. Quem ainda usa?

Assunção Duarte

Hoje chama-se Outlook, mas os endereços hotmail.com ainda circulam. E foram decisivos na história da comunicação digital.

Smartphone com Hotmail

Hotmail nasceu em 1996 e foi o primeiro serviço de emails gratuito acessível ao grande público.  O seu nome teve origem nas iniciais HTML (Hyper Text Markup Language) e poucos meses depois do seu lançamento já tinha milhões de utilizadores, chamando a atenção da Microsoft que o adquiriu no ano seguinte por 400 milhões de dólares.

Como MSN Hotmail, o serviço teve um sucesso ainda mais estrondoso nos anos que se seguiram. E é fácil de perceber porquê. 

Quando o Hotmail nasceu nos EUA, pelas mãos dos programadores Sabeer Bhatia e Jack Smith, o email era de uso muito limitado e pago. Existia desde a década de 70, mas de utilização muito restrita, primeiro à comunidade académica e só mais tarde profissional.

Era necessário não só pagar pelo serviço de email às operadoras, como também pagar por softwares próprios que teriam de ser instalados num computador, sendo que o uso do email ficava limitado a esse dispositivo especifico. Complicado que chegue. 

Foi o Hotmail que veio descomplicar o email para o grande público, permitindo o seu acesso em qualquer computador com ligação à Internet e associando o célebre endereço com @ a uma comunicação segura, privada e eficiente.

A tremenda adesão ao serviço mostrou que o mundo estava mais do que pronto para esta nova forma instantânea de comunicar.

Hotmail: a ascensão e a queda

Hoje somos cerca de 4 mil milhões de utilizadores de email em todo o mundo e a taxa de crescimento continua em ascensão.

Existem diversos fornecedores de serviços de email gratuitos, internacionais e nacionais e o Hotmail já não domina o mercado, mas ficará para história como um dos três serviços gratuitos de email mais famosos do mundo.

Ao seu lado, logo desde 1997, esteve sempre o Yahoo, que nunca conseguiu ultrapassar a popularidade do Hotmail. Esse feito só foi conseguido pelo Gmail que surge no mercado em 2004 e é hoje o responsável isolado pela maior quota de mercado mundial deste género de serviços, cerca de 28%.

O Outlook, o nome atribuído pela Microsoft ao Hotmail a partir de 2012, detém apenas 9% desse mercado e é considerado o segundo serviço mais utilizado da atualidade.

A sua grande popularidade inicial foi sustentada durante anos pela Microsoft e pela aposta na sua associação à inovadora forma de escrita de mensagens em tempo real (MSN Messenger), um primórdio do atual Whatsapp.

Essa associação viria a definir os contornos e as características de muitas aplicações de comunicação que mais tarde surgiram, incluindo dentro do Yahoo e do Gmail.

agendar envio de emails
O Hotmail foi uma revolução em termos de comunicação digital

Espaço de armazenamento decisivo

Em 2004, ano em que surgiu o Gmail, os utilizadores já tinham tornado o email fundamental na sua vida graças ao uso crescente do Hotmail, Yahoo e outros serviços similares.

O espaço de armazenamento para as suas conversas estava a tornar-se vital e o Gmail soube aproveitar-se desta necessidade ao entrar no mercado com uma oferta irrecusável de 1GB de espaço gratuito. Face aos 4MG oferecidos pelo Yahoo e os 2MG oferecidos pelo Hotmail, esta quantidade e espaço livre parecia inesgotável e tremendamente atrativa. 

Esta circunstancia acabou por servir como pressão para que o Yahoo expandisse quase mediatamente a sua oferta de espaço gratuito para 100MG e o Hotmail para os 25MG.

Mas o êxodo dos utilizadores do Hotmail para o novo serviço já tinha começado, marcando toda a segunda metade da primeira década do século XXI.

Esta mudança foi incentivada ainda mais pelo facto do Gmail aumentar de novo as suas ofertas de espaço livre, mostrando aos seus novos utilizadores que era uma política a manter no futuro. 

Apesar da atualização em 2005 para o Windows Live Hotmail, o Hotmail nunca conseguiu recuperar os seus utilizadores e a Microsoft acabou por o extinguir em 2014, oferecendo um upgrade gratuito para o Outlook a todos os que se lhe tinham mantido fiéis.

Estes utilizadores podiam fazê-lo mudando o endereço para outlook.com ou podiam manter o seu hotmail.com e são esses os endereços que ainda hoje mantêm vivo o nome deste serviço pioneiro.

3 formas de saber se leram os seus emails
Veja também 3 formas de saber se leram os seus emails

Hotmail ultrapassado pela inovação do Gmail

Não foi só por jogar a “cartada” do espaço de armazenamento que o Gmail reservou o seu lugar na história dos serviços de email substituindo irremediavelmente o Hotmail.

A sua chegada foi determinante no sentido em que mudou também a forma como o comportamento face ao uso de email se alterou. Expressões como “conversation thread” (tópico de conversa) que designam o facto das conversas no Gmail deixarem de aparecer como mensagens separadas na Inbox e sim agrupadas num único local, foram inovações que inicialmente se estranharam, mas que estão hoje normalizadas como mais eficientes.

O mesmo se pode dizer da mudança do conceito de pastas para o conceito de etiquetas (labels) que permitiu aos utilizadores do Gmail agrupar e classificar emails com diferentes etiquetas em simultâneo e não apenas em pastas, como acontecia até aí. 

As mudanças não foram só no comportamentos, mas também na mentalidade e relacionam-se com o facto do Gmail ter habituado os utilizadores ao luxo de aceder gratuitamente a um espaço quase inesgotável pagando o “preço” de ver publicidade direcionada num espaço privado.

Passámos rapidamente do Apagar para o Arquivar emails, um uso mais despreocupado e mais concordante com a noção de abundância que a internet trouxe aos novos ritmos de produção e consumo de conteúdos, e a aceitar a invasão da privacidade em troca de algo sem o qual já não sabemos viver.

Veja também

Artigos Relacionados