Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
11 Nov, 2018 - 10:40

Outlook ou Gmail: qual é o melhor serviço de e-mail?

Luísa Santos

Há muitas questões que importam no duelo Outlook vs Gmail, como a interface, a segurança, as funcionalidades e usabilidade geral de ambos os serviços.

Outlook ou Gmail: qual é o melhor serviço de e-mail?

O e-mail continua a ser, nos dias de hoje, uma ferramenta essencial e indispensável, sobretudo no mundo profissional. Existem vários serviços, pelo que importa saber quais os melhores e quais as vantagens e desvantagens que apresentam. A batalha Outlook vs Gmail já é antiga e por isso vamos ajudá-lo a escolher o melhor.

Outlook vs Gmail: qual escolher?

Em primeiro lugar, importa ter em conta o contexto de ambos os serviços. O Outlook foi lançado em 1996, pela mão da Microsoft e foi um dos primeiros serviços disponibilizados, já bastante completo. O Gmail, por sua vez, foi lançado bem mais tarde, em 2004, por parte da Google – mais diferenciador e adaptado à Era Digital.

Recentemente, o Outlook mudou de nome e migrou, em definitivo, para o Outlook, ganhando um novo aspeto e outras funcionalidades que, na altura, estavam em falta. Esta migração aconteceu porque o Outlook estava a ter cada vez menos utilização.

Mas passemos ao duelo Outlook vs Gmail, analisando vantagens e desvantagens de cada serviço para que, no final, tire as suas próprias conclusões e perceba qual é a plataforma mais indicada para si.

outlook

Fonte da Imagem: Outlook/Divulgação

Design e Interface

A simplicidade de utilização e, consequentemente, a fácil navegação num serviço de e-mail são absolutamente essenciais. Ambas as plataformas depositam grande atenção neste aspeto, apresentando um design cuidado, limpo e de fácil utilização – ainda que o Outlook possa ser ligeiramente mais complexo.

A verdade é que o Gmail tem muito a ganhar nesta categoria, até porque foi redesenhado muito recentemente. Por sua vez, o Outlook pode ter uma divisão mais complexa, ainda que ofereça um maior número de temas de personalização, para além de outras especificações.

Enquanto que o serviço da Google é mais intuitivo e garante uma navegação mais despreocupada, o Outlook foca-se na personalização, deixando espaço para que exista uma utilização menos intuitiva.

Organização

Ambos os serviços dispõem de mecanismos de organização de e-mails benéficos para quem tem fama de acumular muitas mensagens na sua caixa de entrada. O Outlook utiliza, maioritariamente, pastas onde pode guardar a informação por temas/assuntos ou o que bem entender.

O Gmail dispõe das mesmas pastas, mas permite também que organize os seus e-mails por marcadores. O serviço da Google organiza, ainda, a informação recebida, de forma automática, em três separadores distintos: Principal, Social e Promoções – algo que o novo Outlook não distingue.

No entanto, no serviço da Microsoft pode, também, organizar os seus e-mails por categorias, algo que, basicamente, tem a mesma funcionalidade dos marcadores do Gmail. No entanto, ao categorizar essas mensagens, elas não são necessariamente mudadas para pastas, continuando na caixa de entrada.

gmail

Fonte da Imagem: Outlook/Divulgação

Pesquisa

No duelo Outlook vs Gmail, a pesquisa é feita de forma mais simples no último. Isto acontece porque a Google desenvolveu uma forma de pesquisa muito simples que, através da introdução de keywords, é capaz de pesquisar a sua caixa de entrada por completo (incluíndo enviados, spam, lixo, marcadores, etc.).

No caso do Outlook, a pesquisa não é tão inteligente, digamos, já que lhe é logo pedido se quer pesquisar nos recebidos ou nos enviados. Isto limita a pesquisa em alguns aspetos, já que pode não se lembrar, especificamente, de onde está a informação que procura.

Conectividade

Ambas as plataformas suportam POP e IMAP, o que significa que pode facilmente configurar a sua conta pessoal/profissional a outros serviços de e-mail (normalmente associados a empresas). Contudo, o Gmail é ligeiramente mais rápido na configuração e consequente conectividade.

Armazenamento

No Gmail, ao criar uma conta gratuita, pode usufruir de 15GB que, depois de esgotados, têm de ser repensados. Nesse caso, tem alguns planos de pagamento entre os quais pode escolher. O serviço da Google limita os anexos a 25MB e, no caso de estes serem excedidos, tem sempre a possibilidade de os enviar pela cloud da Google: o Google Drive.

Por outro lado, não existem grande certezas sobre o limite de armazenamento do Outlook, já que algumas pessoas dizem que é mesmo ilimitado. Se, porventura, tiver subscrito o Office 365, tem um espaço de armazenamento de 1TB.

Conclusões

Em termos de segurança, ambos os serviços nunca apresentaram razões de queixa maiores, sendo que o Gmail permite agora que envie e-mails e saiba quando os mesmos foram abertos. Pode, inclusive, definir um período de tempo no qual o e-mail enviado tem de, obrigatoriamente, ser aberto – sob pena de lhe ser devolvido quando esse período expirar.

A decisão final dependerá, essencialmente de si e, sobretudo, do serviço que utiliza atualmente. É complicado estar habituado a um e mudar para outro com uma interface totalmente diferente. Por isso, boa sorte!

Veja também: