Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
05 Jul, 2018 - 16:18

5 ilegalidades que está a cometer online sem saber

Luísa Santos

Provavelmente, há coisas que faz na Internet que, sem saber, constituem ilegalidades. Por isso, descubra aquilo que está a fazer mal na Internet.

5 ilegalidades que está a cometer online sem saber

Lidar com a Internet é inevitável. Já há alguns anos que esta faz parte da rotina diária da maior parte das pessoas. O que não sabe é que algumas funções que o mundo virtual oferece constituem, na verdade, ilegalidades que devem ser evitadas ao máximo.

Contudo, talvez por estar habituado a cometê-las, até mesmo sem saber, torna-se difícil identificá-las. Por isso, aceite a nossa ajuda e perceba aquilo que deve evitar online.

5 ilegalidades que está a cometer online

Desbloquear o telemóvel

Só recentemente é que se tornou possível e legal o desbloqueio da rede de telemóveis. Antes, se adquirisse um telemóvel bloqueado a uma rede específica, não o poderia desbloquear para outra.

Contudo, hoje isso já é possível. No entanto, ainda há pessoas que solicitam esse desbloqueio através da Internet, e isso é, na verdade, ilegal.

Fazer montagens de fotografias (isso inclui GIFS e memes)

Quando faz montagens ou colagens de fotografias, como é o caso de GIFS ou memes, está a cometer uma ilegalidade, e porquê? Porque é quase certo que as fotografias ou vídeos que está a utilizar têm direitos de autor.

Isso significa que estão protegidos contra utilizações de terceiros, no entanto, como a Internet é um mundo tão vasto, isso é “aceite” enquanto partilha nas redes sociais (por exemplo), mas, na verdade, é ilegal – já que se está a apropriar de conteúdo que não é seu.

ilegalidades online

Fazer download de imagens ou documentos

Uma das ilegalidades mais comuns que são feitas online. Quantas vezes já foi ao Google Imagens e descarregou uma imagem para utilizar numa apresentação sua ou num trabalho, ou até para a partilhar nas redes sociais?

Isso é ilegal, pois, seguindo a linha de raciocínio anterior, essas imagens têm direitos de autor. O mesmo acontece com documentos que estejam disponíveis online, que consulta e até utiliza no seu trabalho ou na faculdade. A não ser que exista autorização explícita do autor, isso é ilegal.

Utilizar uma VPN para ver conteúdos exclusivos…

… a outros países. Utilizar uma VPN (Virtual Private Network) não é ilegal, mas utilizá-la para aceder a conteúdos que apenas existem noutros países já é.

Por outras palavras, digamos que é o mesmo que se estar a fazer passar por um cidadão mexicano, americano ou espanhol – e isso constitui uma ilegalidade, por isso opte por assistir a conteúdos disponíveis apenas em Portugal.

Partilhar passwords e subscrições

Sim, se utiliza a conta de Netflix de alguém do seu agregado familiar, está a incorrer numa ilegalidade. Em casos como os dessa plataforma, é comum existir uma subscrição, através da qual é paga uma mensalidade, e essa conta ser partilhada por entre mais do que uma pessoa (através do conhecimento das passwords associadas). Na teoria, essa conta deve ser intransmissível, mas na prática o que acontece é exatamente o contrário.

Veja também