André Freitas
André Freitas
10 Set, 2020 - 10:26

Ir de férias com um carro elétrico, é possível?

André Freitas
Patrocinado por:

É possível ou não, ir de férias com um carro elétrico? Esta é uma das maiores preocupações relacionadas com estes veículos. Descubra a resposta aqui.

pessoa a ir de férias com um carro elétrico

Verão é sinónimo de férias para maior parte das pessoas. E muitas dessas férias implicam viagens longas de carro. Com isso surge a questão: ir de férias com um carro elétrico, é possível?

Sim, é possível. É fácil e simples.

A maior preocupação, quando se tratam de viagens longas, é a autonomia dos veículos elétricos.

Embora apresentem uma autonomia cada vez maior, nalguns casos a ultrapassar os 400 quilómetros como é o caso do Hyundai Kauai Electric, para algumas pessoas e situações, esta autonomia ainda é um pouco limitada.

Uma autonomia mais baixa que a dos veículos a combustão, associada ao tempo de carregamento superior ao de um abastecimento são pontos desfavoráveis para os veículos elétricos.

Contudo, são muitas outras as vantagens das viagens com veículos elétricos.

A mais óbvia é a poupança. O carregamento com energia elétrica é mais barato que o abastecimento com combustível fóssil. Outra clara vantagem é a proteção do meio ambiente.

Ir de férias deve ser um momento relaxante. É exatamente isso que vai conseguir ao viajar num veículo elétrico. Para ter uma noção mais concreta, experimente a calculadora de poupança da Blue Academy.

Ao longo deste artigo vamos explicar como é possível ir de férias com um carro elétrico.

É possível ir de férias com um carro elétrico?

pessoa a carregar o veículo antes de ir de férias

Como referido inicialmente, sim, é.

A realidade das viagens com veículos elétricos não é muito diferente da realidade das viagens com carros a combustão.

A autonomia dos veículos elétricos é menor e o tempo de carregamento é maior. Estas são as únicas “desvantagens”. No entanto, para além das diversas vantagens que um carro elétrico concede ao proprietário, estas desvantagens são facilmente contornáveis e, como tal, não são uma dor de cabeça.

De seguida, vamos explicar como.

Planear uma viagem num veículo elétrico

Independentemente de se tratar de um veículo elétrico ou de um veículo a combustão, há uma coisa que é sempre necessário fazer: planear a viagem.

Vai ter que definir trajetos e, ao longo destes, definir locais de paragem para repouso e abastecimento ou carregamento do automóvel.

Antes de iniciar viagem com um veículo elétrico, deve garantir um bom planeamento do percurso. Para isso, siga as próximas dicas:

  1. Conheça a autonomia do seu automóvel, assim como o tempo médio de carregamento nos diferentes tipos de postos de carregamento (carregamento normal ou rápido). Experimente o simulador de carregamento desenvolvido pela Blue Academy e tire as suas dúvidas.
  2. Defina o trajeto a percorrer assinalando os locais com postos de carregamento. Se viajar em autoestrada, dificilmente terá alguma dificuldade. Garanta que os postos são compatíveis com o seu automóvel.
  3. Para o ajudar na dica anterior, instale uma aplicação no seu smartphone que lhe permita consultar a disponibilidade dos postos de carregamento ao longo do seu percurso.
  4. Carregue o seu veículo quando este tiver ainda bastante autonomia. O ideal será carregá-lo quando tiver cerca de metade da carga disponível. Aproveite as pausas para repouso e ligue o carro a um posto de carregamento.
  5. Utilize os postos de carregamento rápido para carregamentos pontuais, por exemplo, durante a pausa para almoço. Embora proporcionem um aumento rápido da carga e da autonomia, este não deve ser o formato de carregamento preferencial já que pode ter consequências negativas na vida útil da bateria, a longo prazo.
  6. Caso seja possível, dê preferência a um alojamento com posto de carregamento disponível. Isto poupá-lo-á de quaisquer preocupações com o carregamento do automóvel ao longo de todo o período de férias.

Carregar um veículo elétrico na rua

Se vai realizar uma viagem longa, será necessário carregar o seu veículo ao longo do percurso. Conhecer a localização dos postos de carregamento facilita esta tarefa.

Como explicado anteriormente, planear eventuais carregamentos antes de iniciar viagem ou ter uma aplicação no smartphone que indique os postos de carregamento disponíveis, facilitará imenso esta tarefa.

Atualmente, todos os carregamentos realizados em locais públicos são pagos. Assim, será necessário celebrar um contrato com um CEME (Comercializadores de Energia de Mobilidade Elétrica) para que consiga realizar qualquer carregamento.

Após a celebração do contrato, o CEME disponibilizará um cartão com o qual poderá aceder a qualquer um dos postos de carregamento públicos geridos pela rede MOBI.E (empresa pública gestora de todas as operações relacionadas com rede de mobilidade elétrica).

Independentemente do posto de carregamento, o custo do abastecimento será sempre o contratualizado com o seu CEME, acrescido de eventuais custos cobrados pelo operador e, ainda, os impostos.

Os operadores são obrigados a anunciar de forma explícita e visível os valores praticados pela taxa de operação.

Os postos de carregamento da rede MOBI.E podem ser consultados no site da empresa.

No posto de carregamento terá apenas que ter em atenção se existe compatibilidade com o seu veículo.

Existem diferentes tipos de cabos de carregamento e conectores dependendo do modelo do veículo e potência de carregamento.

Geralmente, os postos de carregamento têm diferentes cabos e conectores, pelo que este fator não será um problema.

É importante ainda destacar que existem postos de carregamento normais e rápidos. Os rápidos permitem um carregamento de cerca de 80% da carga em cerca de 50 minutos, dependendo do modelo do automóvel. Isto verifica-se, por exemplo, no caso do Hyundai Kauai EV.

Este tipo de carregamento (rápido) é ideal para viagens longas. Durante uma paragem para descansar, pode colocar o veículo a carregar alguns minutos e rapidamente conseguir autonomia para dezenas de quilómetros.

carros ecológicos hyundai
Veja também A Hyundai apresenta as diferentes tecnologias de carros ecológicos

Dicas para aumentar a autonomia de um veículo elétrico

Sendo a autonomia a maior preocupação em viagens longas em veículos elétricos, é importante conhecer os fatores que influenciam a durabilidade da autonomia.

Os principais fatores que influenciam a autonomia a curto prazo são:

  • O estilo de condução: tal como nos veículos a combustão, se circular em velocidades elevadas e não tiver em consideração que acelerações e travagens repentinas consomem mais energia, a sua autonomia diminuirá mais rapidamente;
  • O percurso: circular em autoestradas ou trajetos sinuosos exigirá mais energia elétrica (tal como nos veículos a combustão exige mais combustível);
  • A utilização de determinados equipamentos no automóvel (o ar condicionado, por exemplo, é um dos equipamentos que consome energia elétrica, influenciando a autonomia).

De seguida apresentamos algumas dicas que ajudam a otimizar a autonomia de um veículo elétrico:

  1. Utilizar o modo económico: este modo permite preservar a autonomia do veículo ao limitar os consumos. Para além desta, existem ainda outras formas de preservar a autonomia de carros elétricos, que pode consultar no artigo da Blue Academy dedicado ao tema;
  2. Controlar a velocidade: circular em velocidades moderadas maximiza a autonomia do automóvel;
  3. Evitar acelerações repentinas: acelerações suaves e progressivas são o ideal;
  4. Utilizar o sistema de travagem regenerativo: este sistema recupera energia cinética nos momentos de desaceleração, armazenando-a na bateria para utilização posterior;
  5. Evitar ligar equipamentos desnecessários: caso pretendam arrefecer ou aquecer o carro para ter uma viagem mais cómoda, faça-o enquanto o carro estiver ligado à corrente elétrica. O maior gasto de energia ocorre nos momentos iniciais. Como tal, se o carro estiver a carregar, o gasto de energia vai sendo reposto automaticamente;
  6. Garantir que o automóvel se encontra nas condições ideais: verificar a pressão dos pneus, por exemplo, ajuda a garantir que o carro não consome energia elétrica desnecessariamente.

Como vimos ao longo deste artigo, ir de férias com um carro elétrico é totalmente possível e não tem que implicar quaisquer constrangimentos. Tem apenas que desfrutar e viajar com cuidado e em segurança.