Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
21 Mai, 2018 - 10:00

Jejum intermitente: saiba mais sobre a dieta do momento

Inês Pereira

O jejum intermitente combina períodos de jejum com momentos de alimentação. Confuso? Fique a conhecer a prática para perder peso que tem conquistado vários adeptos.

Jejum intermitente: saiba mais sobre a dieta do momento

No que se refere a dietas, já se sabe que todos os dias surgem novas técnicas e todas elas prometem pequenos milagres. Por isso mesmo, não admira que o jejum intermitente ganhe cada vez mais terreno no campo das técnicas de perda de peso e conquiste diariamente mais seguidores. A verdade é que, seja por motivos de saúde ou razões estéticas, esta prática está na moda.

Mas será que ficar em jejum durante longos períodos é mesmo a solução para abater aqueles quilos que tem a mais? Fique a conhecer esta dieta de A a Z, bem como as suas vantagens e desvantagens.

O que é o jejum intermitente?

O jejum intermitente é uma técnica dietética que se baseia na alternância entre períodos de jejum e períodos de alimentação. Existem, no entanto, diferentes tipos de jejum intermitente.

Parece relativamente simples, certo? Nem sequer existem grandes restrições alimentares. A dificuldade está em adaptar-se aos períodos temporais em que lhe é permitida a ingestão alimentar, uma vez que falamos de longas horas sem comer. Contudo, nos momentos de jejum, pode beber chá, café e outras bebidas sem açúcar.

Este plano implica, obviamente, uma alimentação equilibrada e controlada. Posto isto, deve aconselhar-se junto de um especialista em nutrição acerca das suas necessidades e hábitos alimentares de modo a compreender se esta é uma opção adequada a si.

dieta jejum intermitente

Tipos de jejum intermitente

As modalidades do jejum intermitente são várias e cada uma tens a suas regras específicas. Porém, pode dizer-se que existem 3 tipos desta dieta que são mais populares.

Método 16/8

Este é o método mais comum. Consiste em períodos de jejum de 14 horas para as mulheres e de 16 horas no caso dos homens, sendo permitida a ingestão de alimentos nas restantes 10 ou 8 horas do dia, respetivamente.

Preferencialmente, o jejum deve ser feito durante a noite e prolongar-se pela manhã. Desta forma, poderá comer algumas horas depois de acordar.

Durante os momentos de jejum não podem ser consumidas calorias. Este é um dos métodos em que lhe é permitida a ingestão de bebidas sem açúcar, de chá e de café. Contudo, especialmente no caso de praticar desporto, deve adaptar o consumo de hidratos de carbono, proteína e gordura às suas necessidades.

Método 5/2

Neste caso mantém uma alimentação normal 5 dias por semana, sendo que nos restantes 2 dias, considerados os momentos de jejum, deve reduzir o consumo calórico. Nos dias escolhidos, as mulheres devem consumir cerca de 500 calorias e os homens podem aumentar para as 600.

Os dias em que faz jejum são da sua responsabilidade, não existe uma regra que defina quais deve escolher. Isto significa que não é obrigatório que sejam dias seguidos.

Método eat-stop-eat

Este tipo de jejum intermitente deve ser um dos mais desafiantes, uma vez que defende um jejum de 24 horas 1 ou 2 vezes por semana. Contudo, durante os períodos de 24 horas são permitidas bebidas sem açúcar.

Nos dias em que a ingestão alimentar é permitida, não existem restrições alimentares e a sua dieta pode voltar à normalidade.

nutricionista

Vantagens e desvantagens do jejum intermitente

Como qualquer dieta, o jejum intermitente tem as suas vantagens e desvantagens. Para além disto, é uma prática ainda pouco estudada, pelo que não existem vastas bases científicas que comprovem um ou outro lado.

No que se refere às vantagens do jejum intermitente, os adeptos desta prática destacam:

Por outro lado, parece óbvio que uma dieta que obrigada a períodos de jejum tenha também alguns aspetos menos positivos e que requerem alguma atenção e ponderação. Afinal, habituar o corpo à ausência de comida não é tarefa fácil:

Agora que já sabe tudo sobre o jejum intermitente, aconselhe-se junto do seu nutricionista para garantir que não prejudica a sua saúde e que continua a ter uma alimentação equilibrada.

Veja também: