Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
10 Out, 2019 - 11:28

Kitchenette: a solução ideal para casas pequenas

Mónica Carvalho

Nem sempre conseguimos ter a casa dos nossos sonhos e, como tal, o espaço pode ser limitado. A pensar nisso, uma kitchenette pode ser a solução.

kitchenette

Seja por não poder pagar ou simplesmente não gostar de grandes cozinhas, a kitchenette é uma solução que se começa a ver cada vez mais nas casas contemporâneas.

De tal forma que este conceito tem vindo a mudar tudo o que se pensava saber sobre decoração e organização de cozinhas.

Mas engane-se se acha que optar por uma kitchenette é abdicar de espaço de armazenamento e até de utensílios que irá precisar para cozinhar as delícias gastronómicas de tanto gosta. Desde que bem feita, uma kitchenette otimiza o espaço existente ao máximo, sem sacrifícios.

Assim, compreender o que é uma cozinha compacta e também conhecer algumas técnicas para adequá-la às suas necessidades pode facilitar a procura de casa, sem ficar a pensar que está a fazer algum tipo de cedências.

Diferença entre uma cozinha e uma kitchenette

kitchenette branca e madeira

A principal diferença entre uma cozinha e uma kitchenette é simplesmente o tamanho. Idealmente tudo o resto não deve comprometer a funcionalidade deste espaço.

É certo que o espaço de armazenamento de uma kitchenette geralmente é bastante limitado e, como tal, deve haver consciência para colocar realmente o essencial: armários, espaço de cozinha e alguns eletrodomésticos, como micro-ondas, torradeira, fogão, forno e frigorífico. Isto é o básico.

Todavia, os equipamentos são cada vez mais compactos, o que facilita a organização do espaço e a aquisição de outros eletrodomésticos de cozinha que lhe possam fazer falta.

Além disso, uma kitchenette é um local que exige pouca manutenção e bem mais fácil de limpar.

10 dicas para criar a kitchenette ideal

kitchenette escura

1 – Respeite as necessidades diárias

Quando entra numa loja de produtos para casa, é fácil deixar-se levar pela quantidade de coisas que pode comprar. Com uma kitchenette, há que pensar de forma mais assertiva e comprar apenas as coisas que vai precisar e utilizar.

E este truque serve a nível de decoração, assim como em termos de equipamentos, eletrodomésticos e acessórios de cozinha

2 – Opte por produtos multiusos

A escolha por este tipo de materiais permite poupar espaço, mas também reunir num único equipamento várias funções e, com isso, facilitar a carteira, pois não gasta tanto dinheiro em diferentes aparelhos, e a organização do local.

3 – Repense a despensa

Ter um espaço limitado obriga-o a ser mais consciente nas compras que faz. Por vezes, temos a tendência de comprar mercearias por impulso e, com isso, acabar com uma despensa cheia de coisas que nem sabemos quando vamos utilizar.

4 – Aproveite bem os espaços na parede

Para cozinhas pequenas, grandes ideias: e aproveitar as paredes é uma dessas ideias. Utilize os suportes de materiais e acessórios que encontra em qualquer loja de decoração ou multiloja, para colocar as facas, os panos, os rolos de cozinha, os utensílios para cozinhar, tudo.

5 – Não acumule louça

Sabemos que pode ser difícil de resistir àquele conjunto de pratos que viu na sua loja preferida ou aquela caneca que precisa mesmo de ter, mas pense bem: terá necessidade de todos esses materiais ou antes seria uma compra apenas porque sim?

6 – Encontre a louça ideal

Numa kitchenette todo o espaço conta, por isso, opte por peças de louça que sirvam múltiplos propósitos.

E falamos de taças que sirvam para o iogurte, cereais ou sopa; de pratos que tanto possam ser usados para servir comida, como para comer; de copos que se adequem a diferentes tipos de bebidas; não precisa de assadeiras de todos os tamanhos e feitios ou de ter três tábuas de cortar alimentos. Seja prático.

7 – Escolha o frigorífico certo

Há muitas opções de grandes frigoríficos que, por muito bonitos e apetecíveis que possam ser não são os mais adequados para si ou para a sua casa. Por isso, comprar um equipamento mais pequeno será, nesses casos, a melhor escolha.

8 – A iluminação também é importante

Pensar na iluminação de uma kitchenette ajuda a manter um espaço sóbrio, elegante e sem que pareça tão pequeno.

Por isso, à semelhança do que acontece com outras divisões da sua casa, a escolha da luz deve ser pensada em termos estéticos e funcionais.

Na parte estética, decida qual a aparência desejada: quente e elegante, para conferir um aspeto mais acolhedor ao espaço. No que à funcionalidade diz respeito, privilegie as zonas de trabalho com mais luz.

9 – Escolha as cores certas

Quanto mais fortes forem as cores, mais destaque vai ter o espaço e, consequentemente, mais pequeno irá parecer.

Assim sendo, opte por cores e tons claros, pois são os que ajudarão a criar uma sensação maior de espaço e brilho.

10 – Evite usar muitos materiais diferentes

A consistência é importante na criação de uma kitchenette, pois permitirá ter um espaço mais sóbrio e homogéneo sem que o destaque vá para as suas pequenas dimensões.

Se usar o mesmo material para a bancada e revestimento de parede descobrirá que a uniformidade torna o espaço mais amplo e claro, além de permitir uma limpeza e manutenção mais simples e rápidas.

Veja também