Helena Peixoto
Helena Peixoto
07 Jul, 2019 - 08:51
Sabe quanto custa equipar uma cozinha?

Sabe quanto custa equipar uma cozinha?

Helena Peixoto

Se está a planear umas remodelações e upgrades em casa, fique a saber quanto custa equipar uma cozinha, desde os essenciais aos  mais variados acessórios.

O artigo continua após o anúncio

Se tem uma casa nova ou decidiu renovar o seu cantinho, uma das primeiras perguntas que se impõe é: afinal, quanto custa equipar uma cozinha? E saiba que não existe uma resposta standard. Tudo depende do que pretende fazer, do tipo de eletrodomésticos que procura, se faz questão de optar por marcas de referência ou não, entre muitas outras questões.

Uma coisa é certa: uma generosa parte do seu orçamento para remodelações vai acabar por ir para a cozinha. Afinal, esta é uma das divisões mais importante da sua casa e onde passa mais tempo.

Quanto custa equipar uma cozinha? A resposta está no planeamento!

É claro que o primeiro passo na hora de equipar uma cozinha é estabelecer um orçamento. Com base nisso poderá tomar decisões mais conscientes.

Depois, seja qual for a quantia disponível, o passo que se segue é o planeamento.

Que tipo de cozinheiro é? Ou não cozinha praticamente nada? Se vai usar muito a sua nova cozinha, vale a pena investir em bons equipamentos, que durem bastante tempo e cumpram, de forma eficaz, a função a que se destinam. Na cozinha, o barato sai caro e, além disso, daqui a nada tem gavetas e armários cheios de coisas que não lhe servem.

Para o ajudar nesta fase planeamento e definição do orçamento, deixamos a nossa lista de essenciais e respetivos valores para saber quanto custa equipar uma cozinha. Como critério de seleção, vamos indicar-lhe opções com uma boa relação qualidade / preço.

Quanto custa equipar uma cozinha de raiz?

10 dicas da Marie Kondo para organizar a cozinha

1. Móveis

Este é o item que mais pode variar nesta simulação, pois irá depender sempre do tamanho do espaço, bem como do plano elaborado. Além disso, se escolher uma cozinha já feita (que encontra à venda em superfícies como IKEA, Leroy Merlin e afins), os preços sairão mais em conta do que se optar por mobiliário completamente personalizado. No mínimo, conte gastar 500€ com esta parte. Quanto ao máximo, só a sua carteira e bom senso poderá colocar limites.

2. Grandes eletrodomésticos

Vamos assumir que a cozinha não está equipada e que vai precisar de adquirir frigorífico, fogão, forno, exaustor e máquina de lavar loiça. Antes de avançar, sugerimos que invista em eletrodomésticos de classe A ou superior, que compensa a médio prazo!

O artigo continua após o anúncio

Frigorífico

Se tem espaço suficiente, sugerimos que adquira o maior frigorífico que encontrar para o espaço disponível. É onde vai gastar mais dinheiro, por isso, não convém poupar, ou dentro de pouco tempo terá de repetir a compra. Não se esqueça que é o eletrodoméstico que consome mais energia, por isso, poupe nas restantes compras para poder investir, pelo menos, num frigorífico de classe A++.

Placa

Se cozinhar é das suas atividades preferidas e tem espaço, sugerimos que opte por uma placa mista que combine a opção de indução, mais económico e mais rápido, com discos a gás para obter aquele sabor e temperatura que só o gás consegue.

Forno

Para o forno, deixamos uma dica essencial: limpeza pirolítica, que é como quem diz, limpeza automática. Esqueça as horas perdidas em volta da limpeza deste equipamento e delicie-se com centenas de assados.

Exaustor

É difícil encontrar um bom exaustor que, de facto, livre a sua casa do cheiro a refogados, fritos e assados. No entanto, são uma boa ajuda para controlar a humidade libertada pelos tachos e que, mais dia menos dia, podem pintar a sua cozinha a negro.

O artigo continua após o anúncio

Máquina de lavar loiça

É certo que a máquina de lavar loiça não é absolutamente essencial. Mas, já que está a renovar, faça mais uma ginástica para conseguir incluir este equipamento.

Utensílios básicos de cozinha

3. Pequenos eletrodomésticos

Passamos agora aos pequenos eletrodomésticos, e vamos ajudá-lo a manter-se naquilo que é mais essencial. Afinal, é muito fácil acabar por comprar mais do que aquilo que precisa e acabar com as gavetas cheias de utensílios que nunca utilizou ou não sabe sequer para o que servem.

Máquina multifunções

Se cozinhar não é a sua especialidade ou, com tudo o que tem para fazer, sobra pouco tempo e precisa de uma ajuda no fogão, recomendamos que invista numa máquina de cozinha que simplifique e cozinhe por si enquanto de dedica a outras coisas.

  • Sugestão: YAMMI2
  • Preço: 343,20€

Robot de cozinha

Um robot não cozinha como a máquina multifunções mas faz coisas que esta não faz, nomeadamente fatiar legumes como se tivesse um samurai na cozinha. Pense bem no tempo que poupa, especialmente se tem pouca perícia com facas. Além disso, é um complemento à máquina porque, enquanto uma cozinha, o robot pode triturar sopa ou purés, fazer um bolo ou massas frescas.

Chaleira elétrica

O artigo continua após o anúncio

Este é, sem dúvida, um eletrodoméstico que não pode faltar numa cozinha! Aquece água em segundos que fica pronta para um chá, para começar a cozinhar, fazer a papa do bebé ou para adicionar a um tacho sem quebrar a cozedura.

Máquina de café

De cápsulas ou com filtro, português que é português, dificilmente vive sem um ou vários cafés ao longo do dia. Se é o seu caso, a máquina de café é mais um artigo que tem que juntar à lista para calcular quanto custa equipar uma cozinha.

Torradeira / Sandwicheira

Por fim, torradinhas para o pequeno-almoço e tostas mistas para o lanche nunca podem faltar, não é verdade? E ainda pode grelhar um bifes de frango ou uns legumes para um jantar mais rápido, mas delicioso e saudável, se optar por uma tostadeira.

4. Utensílios de cozinha

Neste capítulo de quanto custa equipar uma cozinha, não se pode esquecer do seguinte: menos é mais! Existem alguns utensílios que não podem faltar mas, a grande maioria, é mesmo só “tralha”.

Para cortar

Vai ter de investir numa boa faca de cozinheiro, uma outra para descascar, uma para cortar pão e um bom ralador. Opte por um kit que é sempre mais em conta.

Para misturar

Para medir e misturar vai precisar de várias taças de melamina, vidro ou de metal, um escorredor, alguns medidores de líquidos e sólidos, colheres de pau, espátulas de silicone, espátulas para barrar e batedores de arame de vários tamanhos (do enorme ao minúsculo). Em números muito redondos, considere cerca de 100€ para estas compras.

Para cozinhar

Aqui vale a pena investir num bom trem de cozinha por duas razões: já traz tudo incluído (tachos, panelas e sertãs de vários tamanhos) e a qualidade garante durabilidade e bons cozinhados.

Para servir

Não pode esquecer as resistentes travessas, de diferentes tamanhos, para ir ao forno ou para servir a comida. Um conjunto de quatro assadeiras pode custar, no total, até 100€. E, claro, formas para bolos normais e amovíveis, de vários tamanhos, compra nos hipermercados por menos de 20€, no total.

Finalmente, não esquecer o serviço de pratos. Escolha um bem simples, que encontra por pouco dinheiro em qualquer hipermercado e que lhe garante versatilidade. No mínimo, compre quantidade suficiente para doze pessoas que, em qualquer hipermercado ou nas lojas outlet das melhores marcas, lhe custa pouco mais de 30€.

Já têxteis, copos, jarros e talheres para doze, se comprar em grandes superfícies, por bem menos de 100€ faz a festa.

Quanto custa equipar uma cozinha: contas feitas

Contas feitas, se for gastar tudo de uma assentada, conte desembolsar cerca de 2.800€.

Note que os valores que indicamos podem variar de superfície para superfície, pelo que deve sempre fazer um trabalho de comparação (utilizando, por exemplo, portais de comparação de preços online).

Veja também