Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
03 Out, 2019 - 12:37

Cansado de tecnologia? Com o Light Phone menos é mais

Luísa Santos

Nunca um título fez tanto sentido. O Light Phone está a chegar e quer reduzir o tempo que passamos a preocupar-nos com o que não interessa.

light phone

Aperte o cinto e prepare-se para conhecer uma abordagem totalmente diferente àquilo que é, verdadeiramente, um telemóvel – e para que é que precisa realmente dele.

O Light Phone reinventou aquilo que já conhecemos, mas do qual nos esquecemos com o desenvolvimento das novas tecnologias e o lançamento de smartphones cada vez mais avançados.

Light Phone: um telemóvel para aquilo que (realmente) interessa

light phone preto
Fonte da Imagem: Light Phone/Divulgação

Destacamos o “realmente”, porque é mesmo sobre isso que o Light Phone se debruça. É um telemóvel muito simples, que deverá estar em pré-venda a partir do final de outubro.

Tem duas cores: preto ou branco. É pequeno, muito pequeno, com um visor ainda mais pequeno. Não tem nenhuma tecnologia de ponta ao nível da apresentação de imagens, nem tão pouco de certificação de cores.

Os botões são poucos e as funcionalidades, essas, são as necessárias. Ao contrário de um smartphone convencional, o Light Phone não quer desafiar as regras da fotografia, nem ter o processador mais rápido do mercado – até porque, a verdade, é que não precisa dele para nada.

Este telemóvel foi desenhado para ser usado o mínimo possível. Sim, é verdade. O Light Phone é uma ferramenta, como se apresenta, e não se quer apoderar da vida real de quem o utiliza.

Um telemóvel (ainda assim) funcional

Sabemos que pode parecer impossível, mas a verdade é que este telemóvel é capaz de fazer aquilo que qualquer outro faz, isto é, as funções básicas de fazer/receber chamadas, enviar mensagens e definir alarmes.

Ainda que já vá para a segunda edição, o Light Phone II mantém as mesmas funcionalidades da primeira versão, com um design melhorado e, sobretudo, funcional (q.b.).

Este é um telemóvel direcionado para qualquer tipo de pessoa, dos mais novos aos mais velhos e sobretudo para aqueles que sentem estar presos ao seu próprio telemóvel – que, segundo a empresa, não deveria passar disso mesmo.

light phone na mao
Fonte da Imagem: Light Phone/Divulgação

Ferramentas que importam

O menu principal é personalizável, pelo que cada um pode escolher as ferramentas que quer ter disponíveis. O Light Phone permite adicionar algumas como é o caso dos mapas, calculadora ou leitor de música.

Contudo, a empresa garante que o telemóvel nunca terá redes sociais, publicidade, emails ou notícias. O Light Phone foca-se no principal, naquilo que é essencial e, no fundo, nas ferramentas que “fazem acontecer”.

A ideia é que o sistema operativo, o LightOS, funcione em pleno sem necessidade de operar aplicações pesadas que, ao fim e ao cabo, não servem qualquer propósito para os utilizadores que procuram este tipo de conceito.

A verdade é que, esta, é uma abordagem talvez mais necessária do que aquilo que possamos achar. Indicadores como o tempo que passamos nas redes sociais são suficientes para percebermos a dependência criada com esses aparelhos.

Os 8 melhores jogos offline para Android
Não perca Os 8 melhores jogos offline para Android

Preço e disponibilidade

A pré-venda vai ser disponibilizada no final de outubro, no site oficial do Light Phone. Tudo faz crer que a comercialização propriamente dita será realizada no final de 2019, pelo que resta esperar por mais novidades.

O telemóvel custa 350$ (aproximadamente 321€) e, num primeiro momento, pode ser comprado diretamente no site da marca. Resta saber se o Light Phone vai chegar às lojas convencionais ou não.

Para já, o telemóvel promete adaptar-se à vida do utilizador, ao invés do contrário – algo que a empresa defende estar a acontecer no presente. Apesar de ter Bluetooth e Wi-Fi, a marca garante que o Light Phone nunca poderá ser usado para navegar na Internet.

Veja também