Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarine Martins
Catarine Martins
23 Out, 2020 - 09:37

Conheça os melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas

Catarine Martins

Fomos em busca dos melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas, para que se sinta ainda mais bonita. Descubra o tratamento mais certo para si.

Melhores cremes anti-rugas para mulher

Porque todas merecemos uma pele bonita e cuidada, fomos em busca dos melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas. Com efeito, cuidar da pele não é apenas uma questão estética, mas também uma questão de saúde.

Nesse sentido, desde a adolescência que a pele precisa de uma atenção especial, e certo é que os cuidados que se tiveram nessa fase se espelham no presente.

Assim como uma pele mal tratada irá envelhecer mais rapidamente, o que pode também trazer outro tipo de problemas cutâneos, uma pele que foi sempre hidratada resistirá melhor aos sinais do tempo.

Mas se nunca cuidou da pele, calma. Ainda vai a tempo. Comece com uma rotina consistente de limpeza e hidratação, e não se esqueça de introduzir um creme anti-rugas adequado para o seu tipo de pele.

Abaixo revelamos-lhe quais os melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas. Confira!

Os 4 Melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas

1

Até aos 30 anos

Nesta faixa etária a vitamina C é essencial, pois tem um efeito preventivo.

Além disso, tem agentes clareadores e iluminadores e uma forte ação antioxidante que evita o envelhecimento precoce, e estimula a síntese de colágeneo. Por todas estas razões, este é um componente mais do que obrigatório em qualquer creme anti-rugas, até aos 30 anos de idade.

Neste período da vida, é ainda essencial controlar a tendência do aparecimento de manchas. Por esse motivo, muitos dermatologistas recomendam cremes anti-rugas com efeito clareador.

Este sérum da Eucerin com 10% de vitamina C pura, promete uma pele mais bonita, resistente e com viço. Por isso, vale a pena introduzi-lo na rotina.

Preço: 11,83€
Ver produto

2

Entre os 30 e os 40 anos

Nesta fase, é já habitual a pele apresentar lesões celulares que implicam cremes com fatores de tratamento.

Portanto, os produtos devem ter como principais ativos derivados da vitamina A, como retinol, retinoaldeido e ácido retinoico. Estes compostos estimulam a renovação celular e a produção de colagéneo. Opte também por cremes com ácido hialurónico, uma vez que este composto deixa a pele mais preenchida e com mais viço.

Não se esqueça que é crucial aplicar protetor solar depois de qualquer creme que contenha retinol, caso contrário a pele pode ficar manchada. Alguns devem apenas ser usados à noite, por isso leia bem as instruções de uso.

Para casos mais complicados ou de rugas severas, é sugerido o uso de clareadores mais potentes, como a hidroquinona. Mas antes de usar qualquer creme, não deixe de consultar um dermatologista.

Preço: 35,90€
Ver produto

3

Entre os 40 e os 50 anos

As alterações hormonais que se começam a sentir a partir dos 40 anos no corpo feminino, provocam uma perda significativa de elasticidade e firmeza da tez.

Consequentemente, os cremes com derivados de vitamina A ajudam a estimular a produção de colágeneo, mas nesta fase é também preciso usar peptídeos e outros derivados de sódio, para manter a estrutura da cútis.

Além disso, os dermatologistas aconselham cremes com componentes hormonais e alfa-hidroxiácidos, no sentido de controlar a renovação celular, e melhorar o aspeto da pele.

Preço: 29,95€
Ver produto

4

Depois dos 50 anos

A partir dos 50 anos a flacidez instala-se no rosto, e a única forma de controlá-la e minimizar os danos é usando cremes tensores mais potentes.

Assim, deve procurar cremes com uma forte ação reparadora, que vão ajudar a manter a tez mais firme e com mais viço.

Preço: 129€
Ver produto

Se é certo que deve consultar um dermatologista para definir uma rotina anti-envelhecimento de acordo com o tipo e o estado da sua pele, também o é que estes cremes já são um bom ponto de partida.

Mas se ainda se sente confusa sobre qual escolher, mostramos-lhe abaixo alguns componentes que um creme anti-rugas deve ter, de forma a ser eficaz.

O que deve ter um bom creme anti-rugas?

  • Alta proteção solar: A proteção contra a radiação ultravioleta é essencial para combater o envelhecimento da pele. Se o creme não tiver fator de proteção, deve aplicar protetor solar depois de aplicá-lo.
  • Vitaminas C e E: O seu poder antioxidante ajuda a produzir colagéneo e a clarear as manchas.
  • Coenzima Q10: Este é outro antioxidante que evita o aparecimento de rugas e disfarça as já existentes.
  • Retinol ou Vitamina A: Suaviza as rugas, disfarça as manchas, reduz os poros e estimula a regeneração celular. Cremes com estes compostos não dispensam a proteção solar, uma vez que podem manchar a pele, se estiverem em contacto com os raios UV.
  • Ácido hialurónico: Hidratante que estimula a produção de colagéneo e a cicatrização.

Como vê, bons cremes anti-rugas não faltam. Mas uma vez que a pele é o nosso maior orgão, é importante que consulte um dermatologista, para juntos definirem a melhor rotina para a sua pele.

Veja também