Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Júlia Rocha
Júlia Rocha
11 Jun, 2018 - 17:17

As 10 melhores motas para o dia a dia

Júlia Rocha

Uma condução citadina de qualidade, na confusão do quotidiano, pode ser sinónimo de duas rodas. Conheça aqui as melhores motas para o dia a dia.

As 10 melhores motas para o dia a dia

Ir da casa para o trabalho e do trabalho para casa pode não ser a parte melhor do seu dia. A razão para isto é o stress do trânsito automóvel. Já pensou em deslocar-se em duas rodas? As motas permitem-lhe fugir ao trânsito, são fáceis de estacionar e significam também menos gastos com o combustível. Saiba quais são as melhores motas para o dia-a-dia.

Deixamos-lhe bons exemplos essenciais para uma condução sobretudo nas cidades. A grande maioria destes exemplos prende-se em motas de 125cc, por ser uma cilindrada “média”, fáceis de manobrar e ideais para quem se quer iniciar nestas andanças.

As 10 melhores motas para o dia a dia

1. Vespa Primavera

Começar a lista de melhores motas para o dia a dia sem uma Vespa não parecia correto. A Vespa Primavera começou a ser produzida em 1968, sendo adaptada em diferentes looks ao longo das décadas. Mantém a agilidade e o estilo de sempre. Custa 4.515€.

Ver mota >>>

2. Honda CB125F

As motas tipo naked a 125cc são sempre uma opção interessante para conduzir na cidade. São leves, fáceis de movimentar, económicas e cabem em todo o lado. Este modelo da Honda tem sido um dos favoritos para quem gosta deste tipo de mota. Custa 2.750€.

Ver mota >>>

 

3. Kawasaki J125

Uma scooter da Kawasaki só pode prometer uma condução de qualidade no meio do trânsito citadino. Este modelo está equipado com descanso central e excelentes espelhos retrovisores. O preço começa nos 4.395€.

Ver mota >>>

 

4. Yamaha MT-125

Uma naked da Yamaha clássica, mas que vem apetrechada com alta tecnologia no painel de instrumentos e um design apurado. É uma das 125 cc mais caras, mas que vale a pena o investimento. Custa 4.995€.

Ver mota >>>

 

5. Keeway Superlight 125

A mota a 125cc mais vendida em Portugal, apresenta uma imagem e estatuto que atrai muitos. Acabamentos cromados e motor a quatro tempos que ajudam a uma condução leve e sem problemas. O preço está nos 2.485€.

Ver mota >>>

 

6. KTM 125 Duke

Este modelo é o primeiro da marca para a estrada. É considerado um excelente exemplo para iniciantes no mundo das duas rodas. Alia um quadro leve com elementos de alta qualidade e tecnologia de ponta. Custa 4.955€.

Ver mota >>>

 

7. Yamaha Tricity

E agora uma sugestão de um modelo a três rodas. Claro que já se trata de uma mota mais pesada, mas também mais intuitiva e segura para alguns. O motor é de 125cc e acaba por não perder nada para uma típica scooter. O preço para o modelo de 2018 está nos 4.525€.

Ver mota >>>

 

8. Ducati Monster 821

Uma mota que tem dado muito que falar e que podemos afirmar já estar noutro patamar das melhores motas para o dia a dia. A Ducati Monster 821 vai buscar elementos das irmãs mais velhas que rompem pneus no circuito mundial de motociclismo e alia-os aos componentes de controlo e leveza na condução de uma mota urbana. Não tem um motor tão potente, mas a tecnologia da marca italiana não falha. A cilindrada já é bem maior. Os preços começam nos 10.800€.

Ver mota >>>

 

9. Kawasaki Z650

Uma naked da Kawasaki um pouco mais cara, mas que ainda assim é uma das melhores opções quando comparada com outras marcas. Cumpre a tarefa de sobrevivência no trânsito citadino e oferece uma boa potência. O preço está nos 6.990€.

Ver mota >>>

 

10. Aprilia RS4 125

Uma 125 super desportiva torna-se um objeto de desejo para muitos. É nisto que se traduz a Aprilia RS4 125, que dispõe de um motor monocilíndrico e quadro de dupla trave. A potência está garantida. O preço está nos 5.338€.

Ver mota >>>

 

Veja também