Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
29 Mar, 2019 - 13:07
8 dicas para utilizar menos sal na sua alimentação

8 dicas para utilizar menos sal na sua alimentação

Catarina Milheiro

Os portugueses consomem o dobro do sal recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Para ingerir menos sal existem algumas dicas que o vão ajudar.

O artigo continua após o anúncio

É de extrema importância que consiga fazer uma alimentação saudável adicionando menos sal. Parece uma tarefa difícil, mas existem pequenos truques e dicas aos quais pode e deve recorrer para que consiga reduzir o consumo de sal no seu dia a dia.

O sal é um mineral indispensável à vida, em pequenas quantidades. É constituído por cloro e sódio, e quando ingerido em doses elevadas, prejudica a sua saúde a vários níveis.

Para além de contribuir para o aparecimento de doenças cardiovasculares, o risco de aumento da tensão arterial é também um problema associado ao consumo excessivo de sal. Pode ainda contribuir para o aparecimento de outros problemas como o cancro do estômago, insuficiência renal, agravar a osteoporose ou até a cirrose.

Segundo a Sociedade Portuguesa de Hipertensão, a média diária de consumo de sal é de 10,7 gramas. Em contrapartida, a Organização Mundial de Saúde (OMS), considera que esta média deve ser mais baixa, representando 5 gramas diárias.

É um facto que o consumo de sal em Portugal continua com valores muito altos, sendo que os portugueses consomem mais do dobro da quantidade aconselhada por dia.

Vamos então perceber como pode utilizar menos sal na sua alimentação.

O sal na sua alimentação diária

Resultado de imagem para site: e-konomista.pt bacalhau

O sal está presente em quase todos os alimentos que ingerimos ao longo do dia. No entanto, é essencial que cada um de nós faça um esforço para consumir menos sal.

Um estudo que avaliou a quantidade de sal em produtos embalados e em refeições nas regiões do Porto e Lisboa, revelou que alimentos como o fiambre, a manteiga, as azeitonas e o pão registaram valores relativamente mais baixos do que nos anos anteriores. Ou seja, o teor de sal que está presente em cada um destes produtos é, em geral, mais baixo.

O artigo continua após o anúncio

Em contrapartida, os aperitivos de milho como as tiras, as tortilla chips e cones, os croissants, o queijo flamengo e as batatas fritas continuam a ser o tipo de alimentos que contém uma maior percentagem de sal na sua composição.

É verdade que o pão é um alimento cujo teor de sal é limitado por lei, sendo que deve conter até 1,4 gramas de sal por 100 gramas. Contudo, se pensa que os croissants por serem doces não têm sal ou têm muito pouco, está totalmente enganado. Estes apresentam um aumento de 57% no teor de sal.

Sabia que em alguns casos podemos ultrapassar a dose diária de sal recomendada, com apenas uma refeição? Por isso deve estar alerta para esta questão.

Normalmente, quanto maior a dose de comida, maior irá ser a dose de sal. Mas se a refeição for feita em sua casa, a redução do sal está nas suas mãos.

8 dicas para utilizar e consumir menos sal

Temos algumas dicas para que possa cozinhar com menos sal e fazer assim uma alimentação saudável.

Tudo o que deve evitar nas saladas: 8 alimentos proibidos

1. Utilize uma colher de chá para medir o sal que utiliza em cada refeição

Ao utilizar um modo de medição de sal como este, terá uma melhor noção da quantidade adicionada e do que deve reduzir. Uma boa dica, que exige menos sal, é temperar a refeição apenas quando já estiver cozinhada. Para além disto, deve acrescentar o mínimo de sal possível e ir provando até encontrar o ponto desejado (sem nunca exceder a dose diária recomendada).

2. Substitua o sal por ervas aromáticas ou especiarias

Temperar os alimentos com ervas aromáticas e especiarias é também outra opção para que utilize menos sal. Para além disto, alimentos como os pimentos, brócolos, o tomate, a couve-roxa e a cenoura também ajudam a dar sabor à sua refeição.

3. Leia atentamente os rótulos de cada embalagem

É muito importante que esteja atento ao rótulos das embalagens. Sabemos que nem sempre olhamos para os rótulos, mas é essencial que se observe as quantidades de sódio presentes em cada uma das embalagens. Alimentos que tenham quantidades significativas de sódio, devem ser evitados.

O artigo continua após o anúncio

4. Acabe com os molhos

Aqui está mais uma excelente dica para ingerir menos sal. Como sabemos, os molhos industriais estão presentes na maioria das refeições, principalmente nos restaurantes. Tente acabar com os molhos nas suas refeições, afinal eles contém uma percentagem significativa de sódio na sua composição. Uma boa dica para contornar a situação, será substituí-los por molhos caseiros em que sabe ao certo a quantidade de sal que está presente.

5. Opte por não ter o saleiro em cima da mesa na hora da refeição

É muito comum ter o saleiro em cima da mesa na hora da refeição. Pois é, este hábito deve terminar. Quando temos o saleiro presente na mesa, e quando a refeição não está totalmente do nosso agrado, rapidamente adicionamos sal. Por isso já sabe, corte com o saleiro na hora da refeição.

>” href=”https://www.e-konomista.pt/o-que-deve-evitar-nas-saladas/”>8 alimentos que deve evitar nas suas saladas >>

8. Tente reduzir o consumo de produtos industrializados

Os produtos industrializados estão cada vez mais presentes nas nossas vidas. Para além de serem normalmente mais apetitosos, são também mais rápidos para cozinhar. No entanto, a quantidade de sal que cada um destes produtos contém, é enorme. Deve optar por produtos biológicos, mas tendo sempre atenção aos rótulos também.

Veja também: