ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Helena Peixoto
Helena Peixoto
04 Ago, 2021 - 08:30

Mudar de casa com um bebé: como fazer sem desesperar

Helena Peixoto

Sim, é possível mudar de casa com um bebé sem que tenha de perder anos de vida ou ganhar cabelos brancos. Saiba como.

família divertida com bebé a fazer mudanças

É uma das grandes aventuras da vida (se não a maior de todas)! Ser mãe ou pai é uma responsabilidade que não tem hora de fim, não tem folgas e que exige uma dedicação total. A mudança é bastante grande, sobretudo nos primeiros tempos de vida da criança. E se já é difícil fazer uma mudança de habitação para um adulto sem dependentes, mudar de casa com um bebé é verdadeiramente desafiante.

A boa notícia é que com alguma ginástica, mente aberta, sentido de compromisso e força de vontade, o processo pode ser facilitado. Anote as dicas que preparamos para si e tenha umas boas mudanças.

10 dicas para mudar de casa com um bebé

mudar de casa com um bebé
1

Planeamento acima de tudo

Se em situações normais uma mudança de habitação já é algo que exige um grande planeamento, mudar de casa com um bebé triplica essa necessidade. Escreva tudo o que precisa de fazer. E acredite que não está a perder tempo com isso, muito pelo contrário.

Durante os dias (ou semanas) que antecedem a dita mudança, vá escrevendo as tarefas e necessidades a cumprir até ao “dia D” e depois do dia. Rapidamente irá perceber que é bem mais fácil seguir um guião já preparado do que fazer coisas de forma aleatória e desprogramada.

2

Capriche na mala do bebé

Este é daqueles itens que não pode falhar. Quando vai de férias esta mala é aquela que não descura e onde coloca absolutamente tudo, certo? Então, imagine uma mudança de casa efetiva, em que pode estar alguns dias sem voltar à casa antiga e precisa de todos os itens para o dia a dia do pequenino.

Pense em todas as etapas do dia do bebé e nas suas respetivas necessidades. Com base nisso, prepare os itens necessários para cada etapa. Não vai querer andar a procurar em caixotes e mais caixotes pela chupeta do bebé que não para de chorar, pois não?

3

Consulte o pediatra

Sim, o pediatra também pode ser fundamental no processo. Se for para um país diferente mais ainda. Neste caso informe-se das necessidades e cuidados especiais que deve ter nessa nova localização e se existem procedimentos (vacinas, por exemplo) que deve assegurar.

Mesmo que seja uma mudança dentro do próprio país, pode também aconselhar-se com o médico do seu pequeno sobre como fazer com que o processo o afete o mínimo possível.

4

Utilize a tecnologia a seu favor

Se temos tecnologia e aplicações para tudo e à distância de um dedo, aproveite-a também quando for mudar de casa com um bebé e poupe muitas dores de cabeça.

Existem várias aplicações podem ajudar, mais especificamente no planeamento da disposição da casa (ex: Photo Measures e My Measure and Dimensions).

5

Aceite ajuda de amigos e família

Esta não é altura para orgulho, de todo. Se lhe oferecerem ajuda, aceite. Deixe o bebé ficar duas horinhas com os avós, aceite a mão extra dos irmãos ou dos primos e deixe que os amigos venham ajudar a encaixotar e desencaixotar.

Assim, mudar de casa com um bebé não só se torna uma tarefa menos pesada, como aproveita até para reforçar laços.

6

Evite alterar as rotinas do bebé

Claro que vai ser impossível manter a rotina exatamente igual ao que é quando estamos estabelecidos numa casa. Mas deve realmente tentar que as rotinas do pequeno sejam alteradas o mínimo possível, para que a criança possa manter a sua estabilidade.

Sobretudo no que está relacionado com o sono, uma das questões mais importantes a manter. Tente que o bebé faça as suas sestas a meio do dia e a não interferir como o sono da noite.

7

Prepare o quarto do bebé em primeiro lugar

quarto de bebé

Se vai mudar de casa com um bebé, então um das prioridades deve ser o quarto do mais pequeno, sem sombra de dúvida! Preparado para tomar notas? Nós damos uma ajuda extra.

Faça esta divisão em primeiro lugar e procure manter um ambiente semelhante ao da casa anterior. Isto fará com que a criança não estranhe tanto a transição e que se sinta lindamente na sua nova casa.

8

Recorra a profissionais

Se existem serviços profissionais, não existe melhor altura do que esta para recorrer a eles. E acredite que não fica tão caro como se julga. Se tiver em conta o tempo e trabalho que lhe poupa, vai dar cada cêntimo por bem empregue.

9

Não queira tudo feito em dois dias

Ter as expectativas niveladas é muito importante ao mudar de casa com um bebé. Se tem uma criança que depende de si para tudo, é óbvio que as pausas tenham de ser maiores do que em circunstâncias normais e é importante ter consciência disso.

A sua prioridade vai ser o pequenino e nas ‘folgas’ que vai tendo, aí sim vai tratando da nova casa.

10

Acima de tudo, usufrua do bebé!

A última dica, mas não menos importante, para quem vai mudar de casa com um bebé é usufruir do tempo com ele e não se preocupar com questões acessórias.

A casa não ficou impecável em 2 semanas de mudança? Fica em 3, não há mal nenhum nisso. O que importa é que usufrua ao máximo do seu bebé e que não perca momentos importantes à custa de querer cumprir os prazos estipulados na sua cabeça ou de querer ter tudo perfeito em pouco tempo.

Veja também