ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
05 Mar, 2021 - 18:05

Conheça o contributo das mulheres no setor automóvel

Mónica Carvalho

Quem pensa que é um mundo dominado pelo sexo masculino, engana-se. Saiba, então, qual o impacto das mulheres no setor automóvel.

condutora a representar o impacto das mulheres no setor automóvel

O impacto das mulheres no setor automóvel é muito maior do que se pode pensar.

Projetos únicos, contribuições históricas e invenções que permanecem até hoje. Ora, o mundo automóvel é o que é graças ao contributo de muitas mulheres cujas ações permanecem no nosso dia a dia.

Ainda que o tema mulheres e automóveis possa ser assunto que gera alguma controvérsia, e até leve à criação de algumas brincadeiras, depois de conhecer estes exemplos de mulheres que alteraram o paradigma da indústria automóvel vai mesmo mudar de ideias.

Sem elas os automóveis tal como os conhecemos não seriam os mesmos.

Women’s World Car of the Year: elas é que decidem quais são os melhores carros

O projeto Women’s World Car of the Year é mais do que uma simples eleição dos melhores automóveis do ano. É a prova de que a indústria automóvel começa a entender o poder e a influência das mulheres na decisão de compra de veículos.

Este é, aliás, o único prémio automobilístico do mundo formado exclusivamente por mulheres jornalistas do setor. O movimento foi fundado pela jornalista neozelandesa Sandy Myhre, em 2009, com o objetivo de eleger anualmente os melhores carros do ano. E quem elege? As mulheres, pois claro.

O Women’s World Car of the Year está presente nos cinco continentes e reúne 47 juízes de 37 países. O critério de votação é baseado nos mesmos princípios que norteiam qualquer cidadão quando pensa em mudar de carro. Falamos de segurança, qualidade, preço, design, facilidade de dirigir, benefícios e pegada ambiental.

Mazda 3 é o melhor carro de 2019

Enquanto ainda não são conhecidos os vencedores de 2020, atente à lista de vencedores nas diferentes categorias do ano de 2019, de acordo com este ilustre painel de mulheres.

  • Melhor automóvel: Mazda 3
  • Prémio Carro Urbano: Kia XCeed
  • Prémio Carro Familiar: Mazda 3
  • Carro de Luxo Car: BMW 8 Series
  • Prémio Carro Sustentável: Kia Soul EV
  • Carro com Melhor Performance: Porsche 911
  • Melhor SUV / Crossover: Range Rover Evoque
  • Holly Reach Dream Car: Porsche Taycan
  • Prémio Woman of Worth: Linda Jackson, CEO da Citroën

Além desta eleição, no site do Women’s World Car of the Year pode encontrar variada informação sobre o mundo automóvel. Desde todas as novidades, às características mais inovadoras que vão surgindo até ao esclarecimento das suas dúvidas, mesmo as que parecem mais inusitadas.

Sem tabus, nem respostas por dar. Elas sabem mesmo do que falam.

Presença portuguesa no Women’s World Car of the Year

Sim, Portugal também integra a lista de mulheres no setor automóvel do Women’s World Car of the Year. A representante é Carla Ribeiro uma jornalista apaixonada por carros, e tudo o que os envolve, desde que se lembra.

Mas a participação neste projeto foi um mero acaso:

“Já tinha coberto o desporto automóvel para o diário português Público, e estava a escrever sobre economia quando fui chamado para assistir à minha primeira apresentação de um modelo de automóvel. (…) comecei a escrever regularmente sobre carros em 2011, elaborando com análises semanais e notícias do mercado automotivo.”

Atualmente, Carla escreve críticas sobre novos modelos para o Público, para a revista Todo Terreno e para a versão em português do site Kelly Blue Book.

É uma das poucas mulheres em Portugal a cobrir a indústria automóvel e os veículos recém-lançados e isso ainda é visto com algum preconceito.

Garante que ainda ouve muitas vezes “é um condutor horrível, deve ser uma mulher”, pelo que encara a profissão como um “desafio” dado que

esse tipo de informação geralmente é escrita por homens para homens.

A especialista afirma que escrever sobre a rápida evolução da indústria automotiva ainda lhe dá mais prazer até pela quantidade de informações que aprende diariamente.

A nomeação para júri Women’s World Car of the Year foi, como tal, encarada como “uma grande honra”. Carla acredita que as mulheres no júri podem mesmo fazer uma “diferença real” na indústria automóvel.

O contributo histórico das mulheres no setor automóvel

Ainda é uma daquelas pessoas que acha que as mulheres nada percebem de carros? Então, estes factos históricos vão provar-lhe exatamente o contrário.

Provavelmente nunca tinha ouvido falar neles, mas, na verdade, as mulheres estiveram por trás de muitas inovações que marcaram o mundo automóvel.

Conheça, assim, o impacto destas extraordinárias mulheres no setor automóvel.

June McCarroll (1867 – 1954)

Médica de profissão, teve um acidente de carro em 1917 quando ia para o trabalho, tendo sido empurrada para fora de estrada por um camião. Nessa altura percebeu que uma linha divisória na estrada tinha ajudado a evitar este acidente.

Ainda que a sua ideia tivesse sido ignorada pelas autoridades locais, ela própria desenhou uma linha numa secção da estrada e organizou uma campanha para promover a iniciativa.

O impacto foi tal que as autoridades da Califórnia rapidamente se renderam à ideia.

Florence Lawrence (1886-1938)

Foi considerada uma das atrizes mais famosas de Hollywood, mas era muito mais do que isso. A atriz era apaixonada por automóveis e é a ela que se deve a criação das luzes de mudança de direção, assim como as luzes de STOP.

Mary Anderson (1866-1953)

Viajava num táxi com as filhas num dia de chuva, quando percebeu que o motorista tinha de parar várias vezes para limpar os vidros. Foi ela quem inventou os limpa para-brisas.

Dorothy Levitt (1882-1922)

Era uma apaixonada por automóveis e fez história ao bater vários recordes de velocidade. Destaca-se o facto de ter conseguido acelerar até aos 146 km/h no seu descapotável.

Até aqui nada de especial, mas e se lhe dissermos que tudo isto aconteceu em 1905? Surpreendente, verdade?

Elvira Beloso

Não é um nome tão famoso ou histórico, mas é uma das mulheres que também deixou a sua marca no mundo automóvel, mais propriamente na marca SEAT.

Foi responsável pelo departamento de imprensa durante vários anos, durante os quais considerou ser importante manter vários modelos da marca que considerava importantes para ilustrar a história da empresa, nomeadamente primeiras e últimas unidades, edições especiais ou veículos para as autoridades ou efemérides.

Graças a Elvira, a SEAT conta hoje com uma coleção histórica de 317 modelos.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].