Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Graça
Ana Graça
13 Jun, 2018 - 11:00

Natação para bebés: benefícios e cuidados a ter

Ana Graça

A natação para bebés é uma atividade que contribui para o desenvolvimento da criança a vários níveis. Conheça os benefícios e os cuidados a ter.

Natação para bebés: benefícios e cuidados a ter

Antes de aprender habilidades motoras específicas e mais complexas, como determinadas técnicas de nado, é importante que as crianças desenvolvam e consolidem um conjunto de habilidades motoras aquáticas básicas e nada melhor do que começar desde pequeninos, com a natação para bebés.

Natação para bebés: o que deve saber

A natação para bebés, também denominada adaptação ao meio aquático na primeira infância, é uma classe destinada a crianças muito pequenas, geralmente com menos de três anos de idade, que permite que estes bebés tenham o seu primeiro contacto com o meio aquático.

Através de um conjunto de atividades desenvolvidas nestas aulas, os bebés apreendem um conjunto de vivências, conhecimentos e condutas que favorecem a adaptação ao meio aquático.

Nestas aulas são utilizados diferentes materiais e diferentes tarefas, promovendo a progressão contínua do bebé. Estes diversos materiais podem ter diferentes utilidades: ajudar a criança a flutuar e a equilibrar-se; ajudar ao nível da visão e da respiração; materiais de foro recreativo.

Mas não são apenas os bebés que aprendem nestas aulas, já que os pais aprendem, por exemplo, quais são as melhores formas de segurar o seu bebé para que este não sinta medo neste novo meio.

adaptação do bebé ao meio aquático

7 benefícios da natação para bebés

1) Promove a familiarização do bebé com o meio aquático;

2) Estimula a autonomia do bebé em meio aquático;

3) Estimula a aprendizagem de determinadas habilidades motoras específicas;

4) Estimula a aprendizagem das noções de tempo e espaço;

5) Incremento da resistência muscular e cardiorrespiratória;

6) Tranquiliza o sono e estimula o apetite;

7) Quando a música aparece associada à natação para bebé, esta atividade parece trazer ainda mais benefícios: estimulação da memória, do vocabulário e de noções de ritmo.

Natação para bebés: 4 cuidados a ter

1) Número de alunos: não deve ser muito elevado, de modo a permitir uma melhor relação entre a criança, os pais e o professor;

2) Presença dos pais: são um elemento de segurança para a criança e favorecem a aprendizagem. Permite aos bebés aprender com segurança e confiança, transformando o medo do desconhecido num ambiente alegre e prazeroso;

3) Duração das aulas: não deve ser excessiva. Alguns autores avançam que não deve exceder os 30 minutos. Outros autores referem que 45 minutos é a duração adequada para crianças mais velhas que pretendam passar de seguida para aulas de maior exigência. Esta duração mais reduzida deve-se ao facto do sistema termoregulador do bebé não se encontrar ainda totalmente desenvolvido, bem como ao facto da sua capacidade de atenção ser menor, podendo ficar cansado com atividades de elevada duração;

4) Condições da piscina: deve ser pequena, mas com dimensão suficiente para permitir que os pais auxiliem os seus bebés. As condições de higiene, segurança e conforto na piscina devem estar asseguradas.

Veja também: