Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Filomena Morais
Filomena Morais
18 Jul, 2017 - 08:17

Este é o passaporte mais raro do mundo

Filomena Morais

Já toda a gente sabe que alguns passaportes são mais poderosos do que outros, mas o da Ordem Militar Soberana de Malta é ainda mais exclusivo.

Este é o passaporte mais raro do mundo

O passaporte mais raro do mundo terá mesmo de ser o da Ordem Militar Soberana de Malta, uma vez que apenas 500 pessoas o têm. Enquanto o passaporte alemão é poderoso por dar acesso a 177 países do mundo sem necessitar de visa, o mais raro do mundo é bem mais exclusivo.

Atribuído a um número limitado de membros da Ordem de Malta

placeholder-1x1

A ordem católica de Malta viu a sua soberania reconhecida em 1113 pelos Papa Pascal e atribui o passaporte mais raro do mundo. De acordo com as autoridades, apenas 500 pessoas no globo possuem este documento.

Os passaportes diplomáticos são atribuídos apenas aos membros do Conselho Soberano – o governo – aos membros das suas missões diplomáticas e, com exceções, aos seniores responsáveis por missões especiais da Ordem de Malta.

Os passaportes são válidos apenas por quatro anos, diretamente ligados à duração do mandato ou missão atribuída pela ordem. A Ordem Soberana de Malta mantém relações diplomáticas com 106 estados, o que significa que estes estados aceitam este documento como uma forma válida de identificação. O passaporte até inclui características biométricas e está de acordo com os padrões da Organização Internacional de Aviação Civil.

Atualmente, a Ordem de Malta está ativa em 120 países, onde ajuda a cuidar de pessoas com necessidades médicas, sociais e humanitárias. A Ordem está particularmente envolvida em auxiliar pessoas apanhadas em conflitos armados ou desastres naturais. Tem ainda o estatuto de observador permanente da ONU.

Veja também: