Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Silva
Inês Silva
12 Dez, 2019 - 11:41

Sonha em ser piloto aéreo? Conheça todos os requisitos

Inês Silva

Conheça mais sobre a evolução da carreira de piloto, quais os cursos de formação existentes e saiba mais sobre as saídas profissionais.

cockpit de um avião

Sempre sonhou fazer carreira a pilotar um avião cheio de passageiros e viajar pelo mundo? Intriga-se com todos aqueles botões e alavancas do cockpit? Se quer seguir a carreira profissional de piloto, este artigo é para si. Conheça a evolução da carreira, as saídas profissionais e algumas escolas onde pode tirar o curso para obter a sua licença.

É à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) que cabe licenciar, certificar, autorizar e homologar as atividades e os procedimentos, as entidades, o pessoal, as aeronaves, as infraestruturas, equipamentos, sistemas e demais meios afetos à aviação civil.

Para iniciar uma carreira profissional na área da aviação, terá de passar por algumas fases. Primeiro, deverá obter obter licença para Pilotos Privados com a qual poderá pilotar  o seu próprio avião ou de outra pessoa, mas sem remuneração.

Depois é a licença para Pilotos Comerciais que dá inicio à vida profissional. Com ela poderá pilotar os mais variados tipos de aeronaves, sendo remunerado.

Por fim, a licença de Linha Aérea que permite voar na aviação de linha aérea regular. Continue a ler para saber como obter a formação obrigatória para conseguir estas licenças.

Ser piloto aéreo: licenças, formação e recrutamento

piloto dentro da cabine do avião

Pilotar aviões ou helicópteros?

Antes de mais, tem de decidir: aviões ou helicópteros? Assim que for tomada a decisão, há uma nova escolha a fazer: comercial ou privado? Em cada um dos casos existem especificidades que deve ter em atenção, quer sobre as condições de acesso, quer sobre a progressão na carreira.

Piloto Particular de avião ou helicóptero

Nestes casos, a licença serve a propósitos mais relacionados a “passatempo”. Se quer pilotar uma avioneta, por exemplo, esta licença permite que possa alugar a aeronave para fazer pequenos voos. Se o seu objetivo é encarar a aventura de pilotar aviões, mas não quer seguir carreira profissional, esta é a licença indicada para si.

Os titulares desta licença só podem exercer as funções em voos não remunerados e nas condições para as quais estejam qualificados. Podem, também, ser instrutores de voo para a obtenção de licenças ou qualificações de âmbito igual às suas, sem remuneração e desde que estejam qualificados para o efeito.

Requisitos para a obtenção da licença:

  • Ter completado 18 anos de idade à data de emissão da licença;
  • Ter completado a escolaridade mínima obrigatória;
  • Demonstrar conhecimentos adequados de língua inglesa, mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ter frequentado um curso de formação de acesso à licença aprovado ou reconhecido pela ANAC numa organização de formação aeronáutica autorizada, certificada ou reconhecida por esta entidade;
  • Demonstrar conhecimentos teóricos sobre legislação aérea e procedimentos de controlo de tráfego aéreo, conhecimentos gerais de aeronaves, performance e planeamento de voo, comportamento e limitações humanos, meteorologia, navegação aérea, procedimentos operacionais, princípios de voo e comunicações radiotelefónicas mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ter completado 45 horas de voo em instrução;
  • Demonstrar em prova de voo perícia adequada perante um examinador de voo nomeado para o efeito pela ANAC;
  • Ser titular de um certificado médico de aptidão de classe 1 ou 2.

Piloto Comercial de avião ou de helicóptero

É uma continuidade das licenças de Pilotos Privados e que dá início à vida profissional, permitindo voar e ser remunerado. Para quem quer iniciar uma carreira a pilotar, o passo seguinte será a Licença de Linha Aérea, que permite voar na aviação de linha aérea regular.

Esta licença permite aos seus titulares pilotar qualquer avião ou helicóptero utilizado em operações que não sejam de transporte aéreo comercial; atuarem como pilotos comandante em operações de transporte aéreo comercial em qualquer avião ou helicóptero monopiloto; ser co-piloto em transporte aéreo comercial em qualquer avião ou helicóptero cuja operação o exija.

Requisitos para a obtenção da licença:

  • Ter completado 18 anos de idade à data de emissão da licença;
  • Ter completado o 12º ano de escolaridade ou equivalente em área que inclua as disciplinas de Matemática e Física ou demonstrar conhecimentos de matemática e física mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC, tendo, neste último caso, de ter completado, pelo menos, a escolaridade mínima obrigatória;
  • Demonstrar conhecimentos adequados de língua inglesa, mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ter frequentado um curso de formação de acesso à licença aprovado ou reconhecido pela ANAC numa organização de formação aeronáutica certificada ou reconhecida por esta entidade;
  • Demonstrar conhecimentos teóricos sobre legislação aérea e procedimentos de controlo de tráfego aéreo, conhecimentos gerais de aeronaves, performance e planeamento de voo, comportamento e limitações humanos, meteorologia, navegação aérea, procedimentos operacionais, princípios de voo e comunicações radiotelefónicas mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ter completado 150 horas de voo em curso integrado, ou 200 horas de voo em curso modular para avião, ou 135 horas de voo em curso integrado, ou 185 horas de voo em curso modular para helicóptero, podendo estes valores ser parcialmente substituídos pela utilização de dispositivos de treino artificial;
  • Demonstrar em prova de voo perícia adequada perante um examinador de voo nomeado para o efeito pela ANAC;
  • Ser titular de um certificado médico de aptidão de classe 1.

Piloto de Linha Aérea de avião ou de helicóptero

Se sempre sonhou conduzir um avião da TAP, da EasyJet ou Ryanair, esta é a opção para si. Esta é a licença de topo de carreira para pilotos.

Esta licença permite exercer todas as competências do titular de uma licença particular de avião ou helicóptero e de uma licença comercial de avião ou helicóptero, ser comandante ou co-piloto de qualquer avião ou helicóptero utilizado no transporte aéreo comercial e exercer as competências de uma qualificação de voo por instrumentos.

Requisitos para a obtenção da licença:

  • Ter completado 21 anos de idade à data de emissão da licença;
  • Ter completado o 12º ano de escolaridade ou equivalente em área que inclua as disciplinas de Matemática e Física ou demonstrar conhecimentos de matemática e física mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC, tendo, neste último caso, de ter completado, pelo menos, a escolaridade mínima obrigatória;
  • Demonstrar conhecimentos adequados de língua inglesa, mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ter frequentado um curso de formação de acesso à licença, aprovado ou reconhecido pela ANAC, numa organização de formação aeronáutica certificada ou reconhecida por esta entidade;
  • Demonstrar conhecimentos teóricos sobre legislação aérea e procedimentos de controlo de tráfego aéreo, conhecimentos gerais de aeronaves, performance e planeamento de voo, comportamento e limitações humanos, meteorologia, navegação aérea, procedimentos operacionais, princípios de voo e comunicações radiotelefónicas mediante aprovação em exame a realizar pela ANAC;
  • Ser titular de uma licença comercial de avião ou helicóptero, conforme os casos;
  • Ser titular de uma qualificação de voo por instrumentos em aviões ou helicópteros multimotores ou preencher os requisitos para a sua emissão;
  • Ter completado com aproveitamento um curso de coordenação de tripulação múltipla aprovado pela ANAC em organização de formação aeronáutica certificada;
  • Ter completado 1500 horas de voo, das quais 500 horas em tripulação múltipla, para avião, ou 1000 horas de voo, das quais 350 horas em tripulação múltipla, para helicóptero;
  • Ter efetuado instrução de voo e demonstrar em prova de voo perícia adequada perante um examinador de voo nomeado para o efeito pela ANAC;
  • Ser titular de um certificado médico de aptidão de classe 1.

4 escolas de pilotos em Portugal

mulher a aprender a pilotar

O curso para pilotos é muito caro e exigente, mas dá acesso a uma profissão muito bem paga. Fique a conhecer as melhores escolas para tirar este curso.

1. Escola de Aviação GAir

Esta escola foi criada em 1979, com o nome Aerocondor. É uma escola de referência que dá treino e formação aeronáutica, formando pilotos, técnicos de manutenção aeronáutica, etc.

Desde 2013 que se tornou num dos maiores centros de formação de pilotos do mundo, com mais de 24.000 metros quadrados, uma pista de 1800 metros com ILS (Instrument Landing System), tendo parcerias com alguns dos maiores players de aviação a nível mundial.

2. AWA

A AWA é uma escola que oferece cursos para pilotos e oficiais de operações. Fundado em 2008, este estabelecimento de ensino tem cursos aprovados pela Autoridade Nacional de Aviação Civil e as sua sede fica no aeródromo de Cascais, em Tires.

3. Omni Aviation

Tal como a AWA, a Omni Aviation também opera no aeródromo de Cascais. Esta escola foi criada em 1988, estando certificada como Approved Training Organization desde 2003. Já formou mais de 70 pilotos particulares e 150 pilotos profissionais. Outro ponto forte é nunca ter registado qualquer acidente nas mais de 35 mil horas de voo em lições desde que iniciou atividade.

4. Nortávia

Esta escola fica sediada na Maia e tem um vasto leque de cursos. A Nortávia foi fundada em 1989, tendo formado centenas de pilotos comerciais e privados, quer de avião quer de helicóptero, garantindo empregabilidade nas várias companhias aéreas.

Processo de candidatura: Pilotos de Linha Aérea

Esta é uma das profissões com maior procura a nível mundial. Em 2018, a Autoridade Nacional da Aviação Civil referiu que Portugal tem vindo a perder pilotos. Entre 2016 e 2018, o país ficou sem 834 pilotos, tornando o recrutamento difícil face ao aliciamento de companhias estrangeiras.

No sector, as companhias asiáticas pagam entre 100 e 200 mil euros anuais. Já na TAP os comandantes seniores podem atingir 9 mil euros mensais de salário.

Apesar de o requisito, em termos de habilitações literárias, ser o 12º ano, alguns fóruns de aviação referem como vantagem para recrutamento ter um curso superior que incluam Matemática e/ou Física. Os processos de candidatura, bem como alguns requisitos, podem variar de acordo com as diferentes companhias aéreas, mas haverá sempre pontos em comum e são sempre demorados, compreendendo várias fases de avaliação:

  1. A primeira fase será enviar a sua candidatura;
  2. Depois, será feita uma pré-seleção onde vão ser analisados ao detalhe todos os dados e se todos os requisitos são cumpridos;
  3. Passada a fase anterior, será realizada uma entrevista para avaliações não técnicas, onde vão ser analisadas as competências pessoais e a interação em equipa;
  4. A fase seguinte é a avaliação técnica sobre o padrão técnico de voo;
  5. Na última fase, correndo tudo bem, será contactado para integrar a equipa.
Veja também