ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Luís Neves
Luís Neves
21 Abr, 2021 - 13:10

Porsche Taycan vs Tesla Model S. Qual é o melhor elétrico?

Luís Neves

As duas berlinas elevam a mobilidade elétrica para um patamar de topo. Mas, no duelo Porsche Taycan vs Tesla Model S, qual o melhor?

elétrico a carregar a simbolizar o duelo porsche taycan vs tesla model s

Durante anos, o Tesla Model S não foi desafiado na arena nas berlinas elétricas de luxo. No entanto, agora enfrenta um novo desafio no caminho, o Porsche Taycan. Estas são duas formas de conceber uma berlina elétrica de alta performance. Assim surge a questão: Porsche Taycan vs Tesla Model S, qual o melhor?

“IPhone contra 911 elétrico”. A comparação pode ser algo disparatada ou descabida, mas tem algo a ver, uma vez que o Model S foi o primeiro passo “a sério” para a aceleração da mobilidade elétrica (ou a mudança de paradigma na indústria automóvel).

Por outro lado, o Porsche Taycan quer assumir-se como o 911 original, uma referência dinâmica, neste caso dos elétricos.

Tesla e Porsche: dois modelos de luxo, mas diferentes

Esquecendo as comparações, com ou sem lógica, o Model S foi o grande responsável pela “moda” (ou tendência) Tesla. É um modelo elétrico, mas também uma berlina de luxo, elegante e desportiva que se posiciona no segmento Premium.

É precisamente o mesmo segmento em que se posiciona o Taycan, uma berlina que pretende oferecer uma experiência de condução diferente de qualquer outro elétrico (e de qualquer outro Porsche ou berlina a combustão, a gasolina ou gasóleo). O objetivo é manter a filosofia e herança deixada pelo passado e pelo 911.

Oferece, por isso, diferentes opções para configurar o chassis, logo o desempenho dinâmico, como o eixo traseiro direcional, uma direção de assistência variável ou um diferencial autoblocante traseiro ativo. Tudo para melhorar a experiência de condução.

O Model S é a referência da Tesla, o modelo em que praticamente tudo começou (existiu antes o Roadster, que não era mais que um Lotus Elise com mecânica elétrica.). Trata-se de uma berlina com “quase” cinco metros que também procura oferecer ao condutor sensações diferentes, embora com outras armas.

O seu foco está mais assente na suavidade, com versões muito potentes capazes de acelerar de forma mais contundente que um qualquer superdesportivo (1.9 segundos no Model S 100PD Ludicrous).

O duelo: Porsche Taycan vs Tesla Model S

Estética, quem mais se diferencia?

Por fora, qualquer um dos dois não passa despercebido, nem que seja pelas suas dimensões XXL.

Contudo, para os mais desatentos, o Model S pode ser confundido com o pequeno Model 3. Por seu lado, o Taycan pode ser olhado com um novo Panamera.

O que parece ser inegável é que o Taycan destaca-se mais na “multidão”, não fosse um Porsche.

Interior, simplicidade versus complexidade?

Os dois modelos apresentam filosofias diferentes no interior, com o Model S a apostar na simplicidade e sem detalhes supérfluos. Para além disso, apresenta um conceito de “carro digital”, com todos os comandos centrados no enorme ecrã na consola central (e que está a fazer escola junto de outras marcas).

Por outro lado, o Taycan segue a filosofia da Porsche, com um ambiente luxuoso e desportivo (não falta o cronómetro no topo da consola) e vários ecrãs (4) distribuídos pelo tablier, incluindo um, de 10,9 polegadas, para uso do passageiro da frente. Um com tanto e outro com tão pouco.

Carregamentos, Tesla na frente.

Sem dúvida que o sistema de carregamentos da Tesla, já bastante implementado na Europa e, particularmente em Portugal, é uma mais valia e algo que deixa os seus proprietários descansados sempre que precisam de fazer deslocações mais longas.

É também muito evoluído, permitindo carregamentos muito rápidos, além de estar continuamente em evolução.

Já o Taycan está dependente da (reduzida) evolução do sistema de carregamento público, embora seja capaz de aceitar potências até 350 kW. Este é o máximo que os postos fabricados em Portugal pela Efacec (entre outros fornecedores) conseguem gerar nas estações de carregamento com 800 volts.

Autonomia: e os 1.000 km cada vez mais perto

“Candeia que vai à frente alumia duas vezes.” O proverbio aplica-se na perfeição à Tesla, que continua a liderar em termos de autonomia, com o Model S Plaid + a anunciar algo como 840 km com uma só carga. E as versões mais acessíveis não desiludem, com autonomias sempre acimas dos 600 km.

O Taycan responde com autonomias próximas dos 500 km, que pode justificado pelo facto de ser a sua primeira abordagem no mundo “elétrico”, apostando no conservadorismo, sendo que a versão mais acessível anuncia uma autonomia de 431 km.

Taycan vs Model S, qual o melhor?

Quando analisamos o duelo Porsche Taycan vs Tesla Model S, percebemos que Tesla e Porsche apresentam diferentes conceitos de uma berlina elétrica desportiva.

A marca alemã não descura os seus genes dinâmicos e de qualidade, enquanto a Tesla se foca nos números (aceleração e autonomia). Para além disso, inova em termos de tecnologia, nomeadamente em condução autónoma.

Outra vantagem da Tesla encontra-se na evoluída rede de carregamentos, o que pode representar uma vantagem em termos de utilização diária.

A resposta à pergunta “Porsche Taycan vs Tesla Model S, qual o melhor?” é, como em tudo, pessoal e tendo em conta a preferência de cada um.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].