Márcio Matos
Márcio Matos
18 Jan, 2024 - 12:16

Porto Côvo: falésias, descanso e um pessegueiro na ilha

Márcio Matos

Para uma escapadinha de inverno ou planear já as férias de verão, Porto Côvo é uma opção a ter em conta. Venha conhecer.

Vista aérea de Porto Côvo

Porto Côvo passou à posteridade pela genialidade musical da dupla Rui Veloso e Carlos Tê. O tema em que cantam os encantos desta vila do litoral alentejano tornou-se um clássico.

De repente, toda a gente sonhava em roer laranjas numa falésia ou visitar a ilha do pessegueiro, o tal onde o vizir de Odemira se matou novo.

Mas a verdade é que o litoral alentejano é sempre um excelente destino, especialmente se estiver em férias.

A boa comida, o bom tempo, a paisagem fantástica, tudo se conjuga para momentos de descanso, esteja sozinho, a dois ou com toda a família. Absolutamente a não perder.

O lugar de Porto Côvo

Situada no concelho de Sines, Porto Côvo é um dos destinos mais populares do litoral alentejano, integrando na sua totalidade o belíssimo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Quando a Natureza é absolutamente maravilhosa, as pessoas são simpáticas e a comida é ótima parece que estamos num verdadeiro paraíso!

E, por isso, iremos desvendar alguns dos segredos deste paraíso, onde há muito por descobrir. Seja aventureiro e explore a vasta riqueza de Porto Côvo!

Praias

As praias são a maior riqueza desta freguesia. São muitas as opções e a qualidade é fantástica, merecendo uma visita em qualquer altura do ano.

A Praia da Samouqueira, por exemplo, assegura uma experiência maravilhosa, para qualquer amante de praia. Entre as melhores opções estão:

  • Praia do Serro da Águia;
  • Praia da Foz;
  • Praia Grande de Porto Covo;
  • Praia dos Buizinhos;
  • Praia de Porto Covinho;
  • Praia da Cerca Nova;
  • Praia do Salto;
  • Praia do Banho.

Onde ficar

Existem diferentes possibilidades para a sua estadia em Porto Côvo. Há três parques de campismo, para quem gosta do contacto com a Natureza e previligia a socialização:

Para quem procura outro tipo de alojamento, pode procurar quartos em diferentes espaços de hotelaria.

  • Zé Inácio (Rua Vasco da Gama, 38);
  • Ahoy Porto Covo Hostel (Rua do Mar nº9);
  • Guesthouse “O Lugar” (Rua 25 de abril nº 7C);
  • Porto Covo Hotel Apartamento.
Ilha do Pessegueiro em Porto Côvo
A emblemática ilha do pessegueiro, celebrizada na música de Rui Veloso

O que fazer

Existem diferentes atividades que poderão contribuir para que ocupe o seu tempo de diferentes formas.

  • Pode optar por fazer um percurso pedestre;
  • Há a possibilidade de realizar visitas guiadas à Ilha do Pessegueiro, a bordo da embarcação – NOVO HORIZONTE (Joaquim Matias – 965 535 683);
  • O Turismo Equestre (onde pode fazer o batismo do cavalo ou, para quem já tem experiência, fazer passeios mais amplos).
  • Aproveitar as condições invejáveis para fazer surf é uma opção válida, por isso pode contactar a Escola de Surf ESLA ou Escola de Surf Costa Azul.
  • Para quem procura outras desafios na água, há sempre a possibilidade de recorrer à Casa no Campo Kitesurfing & Stand Up Paddle School. Certamente que assegurará horas de divertimento.
  • Fazer mergulho é a melhor forma de desvendar os incríveis mistérios das profundezas do oceano. Para o auxiliar nessa demanda, há a ECOALGA – Escola de Mergulho.
  • Os mais corajosos podem arriscar fazer o Trilho dos Pescadores. Neste trilho, poderá contemplar a paisagem e conviver com a biodiversidade endémica das dunas, enquanto percorre parte (ou a totalidade) de um percurso de 20 km em piso de areia. Leve muita água!

O que visitar

Porto Côvo possui um património histórico de grande relevância que gera muita curiosidade a quem visita o espaço, nomeadamente o Forte do Pessegueiro, a Igreja de Porto Côvo, a Necrópole do Pessegueiro, o Largo Marquês de Pombal e a Baía de Porto Côvo.

A beleza do Património Natural também se revela um tesouro extremamente valioso que atrai inúmeras pessoas que fazem viagens longas para poderem estar na famosa Ilha do Pessegueiro. Uma ilha naviforme com cerca de 340m de comprimento e uma largura máxima de 325m.

Não perca Vila Nova de Milfontes: descanso na Princesa do Alentejo

Onde comer

Não falta oferta de restauração em Porto Côvo. Como por exemplo o restaurante Alma Nómada, cozinha com a assinatura do chef Ricardo Leite, que privilegia  a reinvenção do património gastronómico da região, numa deliciosa carta e num ambiente informal.

Mas há outros espaços, cada um com a sua originalidade, que pode escolher.

Os pequenos-almoços podem ser feitos em casas como:

  • Doce Mar (Rua Vasco da Gama nº 35);
  • Papando e Andando (Mercado Municipal de Porto Covo Loja 4);
  • Cafetaria e Gelataria “A Cantarinha” (Rua do Mar).

Já para almoçar ou jantar, pode ir até:

  • Restaurante “Zé Inácio” (Rua Vasco da Gama 38);
  • Restaurante “Caravela Vasco da Gama” (Rua F Lote 70);
  • Restaurante Take Away “A Marmita” (Urbanização Investifinatur, Rua F, lote 44 r/c)

Como se pode ver, Porto Côvo é uma oportunidade única para estar em comunhão com a natureza, ao mesmo tempo que usufrui da espetacular beleza da costa vicentina. A não perder.

Veja também

Artigos Relacionados