Pedro Andrade
Pedro Andrade
08 Ago, 2019 - 09:27
Greve à vista: 10 dicas para poupar combustível

Greve à vista: 10 dicas para poupar combustível

Pedro Andrade

Com a greve dos combustíveis confirmada, siga as nossas dicas para poupar combustível e não deixe que esta situação se torne um pesadelo.

O artigo continua após o anúncio

Hoje em dia, quem não quer reduzir os gastos e amealhar mais umas dezenas de euros ao final do mês? Uma das formas mais eficazes é poupar na gasolina ou no gasóleo, sobretudo em alturas críticas como esta, em que o país promete parar devido à greve dos motoristas de matérias perigosas. Se quer saber como poupar combustível nesta fase crítica, este artigo é para si.

Chegou a altura de tirar notas e de aplicar as nossas sugestões já a partir da sua próxima viagem. Os preços dos combustíveis até podem subir, mas a sua despesa deverá descer significativamente.

Como poupar combustível: as melhores dicas

1. Não transporte objetos de que não necessita

De acordo com os últimos estudos, o transporte de 45 kg a mais do que o necessário em qualquer viagem de automóvel pode aumentar o consumo do seu veículo em 2%. Estes números aumentam quanto mais pequeno e compacto for o veículo. Assim sendo, transporte apenas os objetos de que realmente necessita.

2. Respeite os limites de velocidade

Circular acima dos 100 km/h aumenta os níveis de consumo da gasolina e do gasóleo. Segundo os últimos dados, reduzir a velocidade cruzeiro em cerca de 10 km/h ajuda a reduzir o consumo de combustível em 15%.

3. Mantenha os pneus em bom estado

Manter a boa pressão dos pneus vai ajudá-lo a reduzir as despesas com o combustível: quanto menor a pressão dos pneus, maior será o consumo da gasolina e do gasóleo.

abastecer

4. Reduza a utilização do ar condicionado

Segundo os dados mais recentes, a utilização do ar condicionado pode aumentar o consumo do combustível entre os 20% (autoestrada) e os 30% (cidade). Ligue o ar condicionado apenas quando é mesmo necessário.

5. Mantenha a mecânica do carro sempre imaculada

Confira o estado das velas, dos filtros de ar, o alinhamento da direção e o estado do motor. Um carro em bom estado ajuda-o a poupar combustível.

6. Conduza de forma defensiva

Evite excessos de velocidade, travagens repentinas e acelerações bruscas. Ao adotar uma condução defensiva vai estar a reduzir os consumos do seu veículo.

O artigo continua após o anúncio
combustivel

7. Estude bem os seus percursos

Antes de sair de casa, saiba bem o percurso a percorrer e escolha sempre a rota mais curta: dessa forma vai poupar tempo e dinheiro. Se necessário, um GPS poderá ser uma alternativa.

8. Desligue o carro quando estiver parado

Se tiver de parar durante mais de um minuto, desligue o carro. Dessa forma vai estar a poupar combustível e a diminuir as suas idas ao posto de combustível.

9. Otimize as suas viagens

Se é importante escolher o percurso mais curto para o seu destino também é essencial que faça o menor número de viagens possíveis para cumprir todas as tarefas que necessita realizar. Do supermercado aos correios, da ida ao banco até à escola dos miúdos, tente fazer tudo de uma só vez para evitar viagens desnecessárias.

Se possível, ao ir para o emprego, opte pelo carpooling, ou seja, divida as viagens com os seus colegas de trabalho.

conducao ecologica

10.  Mantenha a distância de segurança

Por muito bonito que seja o carro da frente, deve sempre manter a distância de segurança. Não a manter implica uma condução mais agressiva, maior consumo de combustível e uma maior probabilidade de vir a ter um acidente – não faz muito sentido arriscar.

Quanto poderá poupar?

De acordo com um estudo da Comissão Europeia, efetuado para o setor automóvel, apenas 3% dos condutores aplicam técnicas de condução eficientes, que permitem a redução do consumo de combustível, e como tal poupar dinheiro.

Estima-se que a correta aplicação das técnicas de condução eficiente, também designada por condução ecológica, permitiria conseguir uma poupança de 20% do combustível, o que poderia representar cerca de 160€ por ano para os condutores particulares e cerca de 2000€ para as empresas de transportes.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp