Teresa Campos
Teresa Campos
23 Nov, 2021 - 17:00

Puberdade nos rapazes: quando começa e o que muda nos nossos filhos?

Teresa Campos

O primeiro sinal da puberdade nos rapazes é o desenvolvimento testicular. Mas há mais mudanças nesta fase da vida dos jovens. Saiba quais.

pai a conversar com filho

A puberdade nos rapazes, assim como nas raparigas, carateriza-se principalmente por mudanças físicas e psicológicas que variam de género para género.

 Saber mais sobre esta fase da vida dos jovens é fundamental para que pais e educadores sejam capazes de os ajudar a compreender e a lidar com algumas alterações que nem sempre são agradáveis para eles. Perceba melhor do que falamos.

O que carateriza a puberdade nos rapazes?

pais a conversar com filho

Designa-se por puberdade a fase em que as mudanças hormonais conduzem à aquisição de carateres sexuais secundários por parte quer das raparigas, quer dos rapazes.

Por esta altura, a glândula pituitária ou hipófise liberta hormonas no fluxo sanguíneo, as quais vão ativar as glândulas sexuais, conduzindo ao funcionamento dos testículos, no caso dos rapazes.

Durante este período, as mudanças físicas são particularmente evidentes, podendo manifestar-se através de um crescimento exponencial; de uma mudança na forma física; de um aumento da densidade óssea; e de um amadurecimento cerebral.

Apesar de normais e de serem um sinal de que o corpo está a desenvolver-se conforme é suposto, a realidade é que a puberdade nos rapazes e nas raparigas nem sempre é bem aceite pelos jovens.

Daí, ser importante pais e mães falarem com os filhos sobre este tema, de modo a que eles percebam que todas estas tranformações são naturais e não devem ser motivo de inibição ou de vergonha.

Quais as alterações a esperar na puberdade nos rapazes?

Rapazes e raparigas têm as suas diferenças e as mudanças que experienciam durante a puberdade são algumas delas.

Alguns sinais que podem evidenciar que o seu filho está na puberdade são:

  • mudanças na voz (entre graves e agudos);
  • aparecimento de pêlos púbicos e axilares;
  • sudação mais intensa e com odor mais forte;
  • aumento da massa muscular;
  • crescimento mamário temporário;
  • aumento do tamanho e grossura do pénis;
  • alargamento dos ombros e peito;
  • surgimento de barba;
  • pêlos mais grossos nas pernas e nos braços;
  • aumento da altura e do peso;
  • acne;
  • primeira ejaculação (a qual, normalmente, acontece durante o sono).

Como lidar com a puberdade nos rapazes?

Apesar de nesta fase ser particularmente importante esclarecer o seu filho, importa que as conversas sobre este assunto não sejam embaraçosas para ele, nem demasiado intrusivas. Os rapazes, por exemplo, costumam ser mais sensíveis a questões como a sua altura, a sua musculatura e o tamanho do seu pénis.

Assim, mais importante do que dar uma grande explicação ao seu filho sobre o tema, é estar atento às suas necessidades e não as desvalorizar, adotando comportamentos como:

  • estar disponível para tirar todas as dúvidas dos seu filho;
  • procurar informação e ajuda, se necessária, em fontes fiáveis;
  • conhecer a rede de amigos do seu filho para perceber melhor as suas ânsias;
  • estar aberto às novas mudanças e gostos do seu filho;
  • levar, regularmente, o seu filho ao médico.
idade certa para dar telemóvel ao seu filho
Veja também Qual é a idade certa para dar telemóvel ao seu filho?

Quando a puberdade nos rapazes chega cedo ou tarde “demais”

O começo da puberdade varia em função de aspetos genéticos, ambientais, entre outros.

Geralmente, a puberdade nos rapazes começa entre os 10 e 14 anos de idade e está concluída em 3 anos. Porém, nem sempre é isso que acontece. Nesses casos, falamos de puberdade precoce ou puberdade tardia nos rapazes.

Puberdade precoce

Nos rapazes, considera-se puberdade precoce uma puberdade que tem início antes dos 10 anos de idade. Algumas das causas para esta circunstância são:

Puberdade tardia

Quando a puberdade nos rapazes só começa após os 14 anos de idade, então considera-se tardia, podendo estar associada a fatores como:

Veja também