ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
23 Nov, 2020 - 12:54

Pudim Abade de Priscos: receita para uma bomba de sabor

Mónica Carvalho

O pudim Abade de Priscos é uma sobremesa dos deuses, daquelas a que muito pouca gente resiste. Saiba como fazer e descubra e toda a sua história.

pudim abade de priscos

Imagine um pudim, bem cremoso, húmido, com um sabor bem intenso e frutado e que leva um ingrediente, no mínimo, inusitado: presunto (ou toucinho). Sim, é verdade, o Pudim Abade de Priscos, entre todos os ingredientes doces, conta com uma reviravolta salgada que o torna único e com um sabor inesquecível.

Veja como preparar em casa.

Pudim Abade de Priscos

receita pudim abade de priscos
Cozinha:típica portuguesa
Tipo:sobremesa
Tempo de preparação:00h50

Ingredientes

  • 15 gemas de ovo
  • 500gr açúcar
  • 1/2l água
  • 50gr toucinho
  • 1 cálice de vinho do Porto
  • Caramelo líquido
  • 1 pau de canela
  • Casca de limão

Modo de preparação

  • Partir o toucinho em lascas muito finas.
  • Num tacho, levar ao lume a água, o açúcar, o toucinho, a casca de limão e o pau de canela. Deixar ferver até atingir o ponto de fio.
  • Passar depois a mistura por um coador e deixar arrefecer.
  • Num recipiente, bater as gemas muito bem e juntar,  de seguida, o vinho do Porto.
  • Incorporar esta mistura na calda arrefecida, mexendo sempre.
  • Colocar o pudim numa forma coberta com o caramelo líquido, tapar e levar ao forno quente a cozer em banho-maria, durante cerca de 40 minutos.

Pudim Abade de Priscos: conheça a história que o tornou famoso

A origem do pudim abade de Priscos é sempre remetida a Braga, uma vez que foi criado por um abade da freguesia de Santiago de Priscos, naquela cidade. Conhecido por ser um cozinheiro exímio e criador de inúmeras receitas, esta foi das poucas que o abade partilhou com o público. Passou, inclusivamente, a estar incluída nas receitas ensinadas às alunas do magistério primário feminino de Braga, na altura. Este doce é tão apreciado pelo público que foi um dos candidatos finalistas às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa.

Apesar dos muitos dotes deste abade, foi o seu pudim que o imortalizou, sendo ainda hoje considerada uma das iguarias mais deliciosas do país, representando ao mais alto nível a região do Minho. O Pudim Abade de Priscos tem atualmente uma confraria cuja missão é preservar a receita original do pudim, bem como outras deixadas pelo abade.

Onde comer um bom pudim abade de Priscos?

São várias as confeitarias, restaurantes e casas de pasto que oferecem este pudim no seu cardápio de doces. Escusado será dizer que Braga será o local onde encontra mais facilmente. A doçaria da Cruz de PedraSàbiá ou até mesmo os pudins feitos pela Tia Bina são algumas referências.

Se anda pela Invicta, espreite esta iguaria numa confeitaria da Foz, a Tavi. Já no centro do país, é possível encontrar o pudim no restaurante Casinha Velha, em Leiria. Em Lisboa, pode encontrar o doce no Pudim do Abade. Ainda mais a sul, podemos também sugerir a Doceleia.

Veja também