Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
10 Mai, 2018 - 14:57

Quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico?

Helena Peixoto

Quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico depois de comprado fresco? E depois de cozinhado, quanto tempo “aguenta”? E depois de descongelado? Descubra.

Quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico?

Aviso: mantenha-se sintonizado, pois este artigo vai-lhe ser extremamente útil no seu dia a dia e na gestão rotineira da casa e das refeições semanais. ‘Quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico’ será uma questão bem recorrente nos lares de cada um de nós. Quanto tempo aguenta esta carne depois de cozinhada ou depois de descongelada? Saiba tudo isto e mais ainda.

Quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico? Dicas essenciais

quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico

Fonte: Pixabay / RitaE

Esta é uma das grandes questões que se coloca quando o assunto é  conservação do frango, um dos alimentos mais comuns na nossa gastronomia. A verdade é que não existe uma receita exata e estanque. É muito importante estar atento a sinais de deterioração (que falaremos à frente), mas, de uma maneira geral, os tempos de conservação do frango no frigorífico são os seguintes:

  1. Frango fresco (acabado de comprar) – 2 a 3 dias;
  2. Frango depois de descongelado (sem contar com o tempo de congelação) – 1 a 2 dias;
  3. Frango depois de cozinhado – cerca de 3 dias.
  4. Se colocar o frango no congelador em condições ótimas de consumo, ele pode durar até 6 meses.
  5. Posto isto, há alguns cuidados muito importante para garantir estes tempos quando perguntamos ‘quanto tempo posso deixar o frango no frigorífico’:
  6. A descongelação deve ser feita no frigorífico e não à temperatura ambiente de modo a que seja o mais gradual possível e não altere as suas propriedades. Idealmente, os alimentos devem ficar durante 24 ou 48 horas a descongelar;
  7. Quando guarda o frango no frigorífico, seja cru, cozinhado ou a descongelar, eve garantir que o mesmo está devidamente acondicionado e tapado para não contaminar outros alimentos.

Fique atento! Sinais de que o frango já não está em condições de consumo

Frango cru

  • Mudanças na cor – o frango em más condições de consumo começa a ganhar uma cor acinzentada em detrimento da sua normal coloração rosada; pode ainda apresentar umas manchas amarelas que não são da pele e que são sinal de deterioração;
  • Cheiro – por aqui é quase impossível não perceber que o frango está estragado: uma espécie de azedo, que é imediatamente sinal para descartar;
  • Textura – se o frango estiver escorregadio e com uma espécie de goma mesmo após passá-lo por água, então não o cozinhe pois provavelmente não está bom para consumo.

Frango congelado

  • Crosta de gelo? Se verificar que se formou uma camada de gelo grossa em volta do frango, não o consuma, pois pode ser sinal de que não congelou da forma correta;
  • Queimaduras por congelamento – as queimadura de congelamento têm a aparência de uma espécie de marca de cor branca na superfície do frango mais áspera do que a gordura (embora não seja perigoso para consumir, a queimadura de frio pode deixar o sabor menos agradável).

Frango cozinhado

  • Cheiro – novamente, a questão do cheiro, mas é de facto um dos aspetos mais importantes, pois mesmo depois de cozinhado, quando está fora de validade, o frango tem um odor semelhante a enxofre;
  • Cor – se o frango cozido branco começar a ficar cinza, descarte-o;
  • Mofo – este é um dos sinais mais óbvios: ao detetar a mínima mancha descarte imediatamente, os riscos para a saúde são muito sérios.

Veja também: