Sofia Ramos
Sofia Ramos
16 Jan, 2019 - 17:09
O que ver em Londres: os bairros de visita obrigatória

O que ver em Londres: os bairros de visita obrigatória

Sofia Ramos

Com tanto para descobrir na capital inglesa, planear a sua visita pode ser uma missão complicada. Para ajudá-lo, selecionámos as 5 zonas imperdíveis da cidade.

O artigo continua após o anúncio

Londres é uma das capitais europeias mais fascinantes, procurada diariamente por milhares de turistas de todo o mundo. É compreensível, afinal é aqui que tudo acontece.

Mas no caso de uma cidade tão grande e tão rica, com mais de 8 milhões de habitantes, chega a ser difícil decidir o que ver em Londres”, principalmente se for uma viagem curta. Assim, para facilitar as suas escolhas, selecionámos os 5 bairros que deve privilegiar nos seus passeios pela fleumática capital inglesa.

5 bairros a não perder em Londres

1. West End

west end

O centro de Londres por excelência. É nesta zona que ficam os principais teatros e praças emblemáticas como Piccadilly Circus, Trafalgar Square e Leicester Square. É também aqui que vai poder passear nas ruas mais cosmopolitas da cidade, como por exemplo a Oxford, a Regent, a Bond e a Carnaby Street.

O Soho e o Covent Garden, que acabam por ser pequenos bairros dentro do West End, são igualmente locais a visitar, com a sua atmosfera vibrante, feita de lojas bonitas e originais, bares animados e restaurantes para todos os gostos.

E não termine o seu périplo por esta zona sem dar um salto a Chinatown: para além da melhor comida chinesa de Londres, encontra supermercados com especiarias orientais impossíveis de encontrar noutros locais.

2. Westminster

westminster

Esta é a zona clássica e institucional de Londres, onde podem ser apreciados alguns dos seus principais ex-libris, desde logo o relógio Big Ben junto às não menos famosas Casas do Parlamento. A Abadia de Westminster fica a poucos minutos de distância e não muito longe poderá visitar a casa de Benjamin Franklin, homem de muitos talentos, fundador dos Estados Unidos da América.

3. Camden Town

camden

Do bairro mais sério passamos para o bairro mais extravagante de Londres: Camden Town. Aqui, o cenário é composto de personagens exóticas, lojas bizarras e mercados serpenteantes. Mas não se deixe assustar pelo estranho: mergulhe nesta atmosfera peculiar, aproveite para fazer algumas compras e prove a deliciosa comida das bancas de rua, com sabores vindos dos quatro cantos do mundo. O passeio pelo Regent’s Canal até Little Venice é altamente recomendável.

4. Notting Hill

notting hill

Não lhe garantimos que vá encontrar Hugh Grant a passear despassarado pela zona, à semelhança da sua personagem no filme que colocou este bairro londrino nas bocas do mundo. Mas pode sempre colocar a canção ‘She’, de Elvis Costello, nos seus headphones, enquanto passeia pelas ruas de Notting Hill.

O artigo continua após o anúncio

Quem sabe não se cruza com Richard Branson, Robbie Williams ou Elle Macpherson? Estes são apenas alguns dos residentes famosos do bairro, cuja rua mais popular é a Portobello Road, onde tem lugar o reputado e caríssimo mercado de antiguidades.

5. South Bank

south

Para terminar esta seleção de o que ver em Londres, sugerimos-lhe atravessar para a margem sul do rio Tamisa, e ir até South Bank, uma zona que se tem afirmado nos últimos anos como um importante polo cultural e de lazer. São muitos os seus pontos de interesse, como por exemplo a famosa roda gigante London Eye, que apesar de poder ser apreciada a partir de vários pontos da cidade, é aqui que se encontra.

Por estas bandas, não faltam referências a William Shakespeare, desde logo no Shakespeare’s Globe, um teatro que é muito mais do que isso, com uma intensa programação inspirada no clássico autor inglês, incluindo muitas atividades pensadas para os mais novos.

Também o reputado museu de arte contemporânea Tate Modern escolheu South Bank para se instalar. A atmosfera cool e criativa que se sente deste lado da cidade está espelhada ainda no Borough Market, o principal mercado de frescos e produtos alimentares da cidade, com imensas bancas de produtores jovens e inovadores.

Agora que já sabe o que ver em Londres, faça as malas e boa viagem!

Veja também: