Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
15 Dez, 2018 - 18:00
5 ótimas razões para beber mais vinho

5 ótimas razões para beber mais vinho

Catarina Milheiro

Preparamos uma lista com as 5 razões para beber mais vinho, destinada a qualquer pessoa que aprecie esta bebida. Venha conhecê-las!

O artigo continua após o anúncio

É um apreciador de vinhos? Ou simplesmente tem prazer em beber um copo de vinho casualmente? Então este artigo é para si!

Damos-lhe 5 razões para beber mais vinho, num artigo bastante claro e com base em estudos já realizados sobre o tema.

São diversos os motivos que nos levam a beber e a apreciar o vinho. Seja num jantar com amigos ou família, num almoço, ao final da tarde ou até mesmo numa saída à noite, o vinho está presente de formas muito distintas e por diferentes motivos.

Mas, afinal, o que é o vinho e que tipos existem?

Aprenda 7 truques para degustar vinho

Antes de identificarmos as razões para beber mais vinho, é importante deixar claro o que é o vinho e como é produzido.

O vinho é a bebida elaborada através da fermentação alcoólica do sumo das uvas que são recém colhidas.

Dá-se um processo natural de fermentação a partir das leveduras, ou seja, quando as uvas atingem o estágio ideal de maturação são colhidas e colocadas a levedar. Esta levedura é o resultado dos microrganismos que estão presentes no sumo da uva e que se alimentam do açúcar, transformando-o assim em álcool e dióxido de carbono.

Para se conseguir compreender melhor, o vinho tem imensos outros fatores associados, como o tipo de uvas com que é produzido, o clima, os processos que poderão estar associados, bem como os solos em que a uva é tratada. Todos estes fatores influenciam na qualidade do vinho.

Por este mesmo motivo, existem diferentes tipos de vinho com variados aromas, obtidos através de métodos diferentes e com preços para todas as carteiras.

O artigo continua após o anúncio

Podem-se distinguir os seguintes tipos de vinho:

  • vinho tinto;
  • vinho branco;
  • vinho rosé;
  • vinho doce;
  • vinho espumante;
  • vinho frisante;
  • vinhos fortificados (como o vinho do Porto ou da Madeira).

>” href=”https://www.e-konomista.pt/como-combinar-vinho-com-carnes/”>Saiba como combinar vinho com as suas carnes favoritas >>

Se beber, seja responsável

O Ministério da Saúde considera abusivo, a ingestão de 4 ou mais doses de álcool para mulheres (numa única ocasião, nos últimos 30 dias), e para homens são consideradas abusivas 5 ou mais doses (também numa ocasião, nos últimos 30 dias).

Queremos ainda deixar claro que, uma dose corresponde a um copo ou uma taça de vinho.

É importante que tenha em conta também, fatores que possam influenciar essas doses estipuladas, como o peso, a quantidade de gordura no corpo, o facto de o estômago estar ou não vazio, e ainda a forma como cada um de nós reage às mesmas doses de álcool.

Veja também: