Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Elsa Santos
Elsa Santos
11 Nov, 2020 - 15:33

Recrutamento remoto: tudo o que deve saber

Elsa Santos

Como funciona e quais as vantagens para candidatos e empresas? Saiba tudo sobre o recrutamento remoto, uma tendência que veio para ficar.

entrevista em processo de recrutamento remoto

Nos últimos meses, a contratação de novos profissionais passou a ser feita online. Falamos de recrutamento remoto, uma tendência imposta pela pandemia, mas que parece ter vindo para ficar.

Sabe como é que tudo funciona e como tirar partido deste processo? Há algumas vantagens em relação ao método tradicional. Desde logo, é mais cómodo. No entanto, exige meios e preparação adequados, de empresas e de candidatos.

Dizemos-lhe tudo o que precisa de saber sobre o recrutamento remoto.

a importância do recrutamento remoto

Em que consiste?

O recrutamento remoto refere-se à seleção e contratação de novos profissionais para o exercício de uma atividade a distância, a qual pode não ser apenas online.

Com tecnologias cada vez mais avançadas, é comum que empresas e equipas estejam próximas umas das outras, mesmo que em locais diferentes. Atualmente, até profissionais considerados mais tradicionais, trabalham de forma remota.

A ganhar terreno em Portugal nos últimos anos, foi com a pandemia e a necessidade de confinamento que este regime de trabalho se implementou.

Após um período difícil de adaptação a novas rotinas e ferramentas, esta é uma tendência com forte presença no mercado, da qual muitos trabalhadores e empregadores já não prescindem.

As vantagens superam, na maioria dos casos, as desvantagens e muitas empresas fazem, agora, o recrutamento remoto de novos colaboradores.

Os passos são os mesmos do recrutamento normal. A grande diferença reside no facto de tudo acontecer a distância, nomeadamente através de videochamada.

Passo a passo

  1. O anúncio é publicado na página da entidade empregadora, de empresas de recrutamento ou outras plataformas online;
  2. Os interessados candidatam-se, através do preenchimento de um formulário e/ou envio do CV e outra documentação por email;
  3. Após uma seleção dos candidatos, os mesmos são contactados, por email ou telefone, a fim de: realizar provas/exercícios que testem as suas capacidades para as funções (em alguns casos) e também para agendar entrevista;
  4. A entrevista é realizada por videochamada, com recurso a plataformas como o Skype ou o Zoom, de modo a simular o melhor possível uma conversa presencial;
  5. Após as diferentes etapas de seleção, o candidato escolhido para o lugar é novamente contactado por telefone ou email para dar seguimento à contratação;
  6. O exercício das funções será em regime de teletrabalho.

Que importância?

O recrutamento remoto adequa-se às exigências do contexto atual. Para todas os setores que o permitam, o trabalho à distância é a prioridade e as novas contratações podem e devem seguir a mesma linha.

O processo é simples, rápido e eficaz. Muito semelhante ao método tradicional.

Novas habilidades

No processo de recrutamento remoto, são valorizadas novas habilidades que vão além da formação ou da experiência profissional do candidato.

O domínio de ferramentas digitais, importantes para o perfeito desempenho das funções assume o grande destaque.

A formação é sempre uma possibilidade/necessidade a curto ou médio prazo. No entanto, alguém que já demonstre os conhecimentos e prática necessários ao trabalho à distância tem vantagem.

vantagens do recrutamento remoto

teclado de computador, café, óculos e formulários de emprego dispostos numa mesa

Para trabalhadores

O recrutamento remoto apresenta algumas vantagens. No contexto atual, a maior vantagem relaciona-se com o facto de não ter de sair de casa, evitando, assim, o contacto social e, consequentemente, um maior risco de contágio pelo novo coronavírus. Mas há mais:

  • Da pesquisa à entrevista, só precisa de acesso à Internet;
  • Processo mais cómodo e seguro;
  • Maior facilidade de consulta e apresentação de trabalhos e/ou documentos durante a entrevista, através da partilha de ecrã (algo que pode ser solicitado pela empresa, como forma de teste de capacidades);
  • Sem necessidade de fazer viagens, por vezes longas, para se deslocar à entidade;
  • Gastos muito reduzidos de tempo e dinheiro.

Ainda a considerar

Para se preparar adequadamente para dar resposta ao desafio, faça o trabalho de casa. Antes de mais, dê destaque aos seus conhecimentos e capacidades relacionados com as tecnologias digitais. Pesquise, aprenda e experimente outras ferramentas tecnológicas que considere relevantes para o cargo a que se candidata.

Antes da entrevista, prepare uma apresentação e reuna todo o material importante que possa mostrar durante a mesma.

Para as empresas

No contexto atual, sempre que a atividade o permita, é obrigatório o teletrabalho. Assim, as empresas que necessitem de contratar novos colaboradores, podem e devem faze-lo através de recrutamento remoto.

Entre as vantagens deste processo, destacam-se as seguintes:

  • Todo o processo de recrutamento é mais simples, rápido e cómodo;
  • Permite uma seleção mais rigorosa, considerando que o uso de tecnologias essenciais ao desempenho das funções será testado;
  • Custos reduzidos de divulgação da oferta: as redes sociais são possibilidades a considerar e com um alcance muito eficaz;
  • Facilidade de agendamento de entrevistas, considerando que não estão dependentes de transportes ou horários;
  • Processo rigoroso e adequado às necessidades do trabalho e do atual contexto social.

Mas há mais

Para que um processo de recrutamento remoto tenha sucesso, há alguns aspetos que nenhuma empresa deve descurar, desde a publicação da oferta.

  • Use as palavras-chave corretas

Esclareça antecipadamente que é uma posição remota. Usar as palavras-chave que vão promover a pesquisa, vai ajudar os candidatos que cheguem à oferta a entenderem de imediato o regime proposto de trabalho. Isso é essencial.

Considere algumas palavras como: Trabalho em casa; Trabalho a partir de casa; Trabalho remoto; Trabalhe em qualquer lugar; Online; Teletrabalho.

  • Defina “remoto”

Deixe claro o conceito de trabalho “remoto”.

Ainda que a oferta seja para trabalho remoto, isso pode não ser, necessariamente, sinónimo de trabalhar em casa 100% do tempo. Pode considerar necessário que o trabalhador vá ao escritório, mais não seja um dia por semana, para reuniões ou formação, por exemplo.

Da mesma forma, um cargo que pode ser remoto durante a pandemia, pode vir a mudar para trabalho presencial logo que seja seguro. É importante que esta informação fique clara.

  • Flexibilidade

Muitos trabalhos remotos implicam flexibilidade de horário. No entanto, isso nem sempre significa trabalhar no horário que quiser. Se é importante que a equipa esteja “ligada” durante certas horas, de acordo com a política de trabalho remoto do departamento de recursos humanos, indique isso claramente na descrição do trabalho.

  • Localização

Pode parecer algo irrelevante quando se fala de recrutamento remoto. A ideia que surge é que, à distância, qualquer pessoa pode trabalhar para qualquer empresa em qualquer parte do país ou do mundo. No entanto, nem sempre é assim.

Muitas empresas e cerca de 95% dos empregos remotos têm requisitos de localização por motivos fiscais ou devido às leis do trabalho locais. Algumas empresas permitem que os funcionários trabalhem em casa, mas os mesmos devem morar perto do escritório para reuniões ou para estarem próximos da base de clientes.

Interessa referir uma preferência de localização, se for o caso.

  • Equipamento

Seja específico relativamente às necessidades de equipamento. As funções exigem um determinado tipo de computador, programas ou velocidade da Internet ou VPN? Descreva todos os equipamentos fornecidos pela empresa, bem como qualquer suporte técnico ou apoio, por exemplo, para compra de licenças de software.

Se espera que os funcionários usem os seus próprios equipamentos, deve especificar esse requisito claramente na descrição da oferta de trabalho e relembrar o mesmo no momento da entrevista.

Garantir o sucesso

Para garantir o sucesso, uns e outros, candidatos e entidades empregadoras, devem munir-se dos melhores meios e serviços que permitam uma perfeita comunicação e partilha entre as partes durante todo o processo de recrutamento remoto, em especial a entrevista, uma etapa decisiva.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].