Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
13 Jun, 2018 - 10:44

4 regras do Facebook que os casais devem seguir

Luísa Santos

Se quer evitar atritos com a sua cara metade, o melhor mesmo é assegurar-se de que cumpre estas regras do Facebook para casais.

4 regras do Facebook que os casais devem seguir

O Facebook é quase uma extensão da vida de um casal para o mundo virtual. Há quem goste de expor momentos dessa relação, bem como outros do dia-a-dia, mas também existem pessoas mais reservadas, que preferem manter em privado a sua vida. Enquanto que a partilha desses momentos pode não sei aceite por algumas pessoas, para outras ela não tem qualquer problema – sobretudo devido ao facto de o Facebook se ter tornado parte integrante da rotina de muitas pessoas.

Por esse motivo, se mantém uma relação com alguém, deve ter alguns cuidados antes de partilhar o que quer que seja que se relacione diretamente com uma segunda pessoa. Tal como “no mundo real” existem coisas que não faz para ofender o(a) seu namorado(a), também no Facebook existem dicas úteis que os casais devem seguir antes de tornarem público algum aspeto que envolva o(a) seu parceiro(a).

4 regras do Facebook para casais que deve conhecer e aplicar

regras do facebook para casais

Não partilhe fotografias sem autorização

É diferente partilhar fotografias de si próprio e partilhar fotografias de outra pessoa, nomeadamente da pessoa com quem mantém uma relação. Enquanto que, para si, essa partilha é algo natural, para a outra pessoa a situação pode ser diferente.

Essa pessoa pode não gostar de se expor publicamente, especialmente nas redes sociais: por ser mais reservada, por ter tido uma experiência menos boa no passado ou por, simplesmente, não gostar de partilhar a sua vida privada a esse ponto.

Não discuta no Facebook

Uma das maiores desvantagens desta rede social é que mesmo aquilo que julgamos privado nem sempre é tão linear quanto parece. Pode já ter visto algum tipo de ação por parte do seu namorado(a) que não lhe agradou e, como reação, optou por “marcar presença” e reagir em “praça pública”.

O mais provável é que muitos utilizadores vejam aquela reação, que pode desencadear uma resposta por parte da outra pessoa. Essa reação pode desencadear outra, e mais uma, provocando um círculo vicioso que, na verdade, nunca deixará de ser público.

Aquilo que, à partida, poderá parecer uma reação sem maldade, pode desencadear uma discussão grave e uma exposição de aspetos realmente privados.

Seja amigo do(a) seu(sua) “ex”, mas não no Facebook

Se segue ativamente o anterior parceiro(a), aquele que antecedeu a sua atual relação, prossiga com prudência. Trocar likes, comentários e partilhas pode suscitar dúvidas à pessoa com quem mantém uma relação atualmente.

Troque de lugar e imagine-se a assistir a uma situação semelhante: certamente irá alimentar dúvidas e fazer suposições desnecessárias, que podem conduzir a discussões desagradáveis.

Não troque mensagens românticas com outra pessoa

Sobretudo se for o(a) seu(sua) ex-namorado(a). Acredite: a pessoa com quem namora não vai gostar do que vê se alguma vez assistir a uma troca do género.

Deve, por isso, ter algum cuidado com as mensagens que envia e, sobretudo, a quem envia. Se, porventura, uma dessas conversas suscitar dúvidas à pessoa com quem está, apresse-se a tranquilizá-la.

Veja também: