Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Miguel Pinto
Miguel Pinto
09 Nov, 2020 - 14:51

Sabe quem foi São Martinho? Lendas de pão, castanhas e vinho

Miguel Pinto

Conhece São Martinho? Está associado a castanhas e vinhos, mas foi um soldado romano que se converteu ao cristianismo. Conheça a sua história.

Imagem de São Martinho

São Martinho é um dia associado a castanhas, vinho e jeropiga. O que nem todas gente sabe é que se trata de num festa litúrgica, celebrada a 11 de novembro, em honra de Martinho de Tours.

E quem foi este personagem? Terá nascido por volta do ano 316, na Hungria e foi um soldado romano que acabou por fundar um mosteiro em Ligugé, em França, onde levou uma vida monástica, acabado por chegar a bispo.

Segundo a lenda, São Martinho de Tours encontrou-se com um mendigo durante uma tempestade de neve e com a espada cortou o seu manto ao meio para partilhar com o pedinte e protegê-lo da chuva. Diz a lenda que, num ápice, o frio parou e o sol quente apareceu.

Acredita-se que esta mudança no estado do tempo tenha sido a recompensa por Martinho ter sido generoso para com o mendigo, dando origem ao famoso “verão de São Martinho”.

São Martinho: castanhas, jeropiga e água pé

Castanhas assadas no são martinho

Festejado durante a época da colheita da castanha, as festividades em honra de São Martinho acabaram por ficar associadas ao ritual dos magustos, onde a tradição manda acender-se uma fogueira, beber jeropiga ou água pé e, claro, o vinho novo das colheitas.

A água-pé é o resultado da água lançada sobre o bagaço da uva, de onde se retirava o pouco de mosto que aí se mantinha. Esta bebida pode ser consumida em plena fermentação ou, depois disso, adicionando-lhe álcool. Já a jeropiga é preparada adicionando aguardente ao mosto de uva para parar a fermentação, ficando uma bebida mais doce e mais alcoólica que o vinho.

As castanhas

Indissociável desta data são ainda as castanhas. O provérbio popular diz que “no dia dia de São Martinho, pão, castanhas e vinho” e a verdade é que esta festividade está muito associada ao vinho novo das colheitas.

A associação das castanhas ao São Martinho é algo difusa, havendo mesmo quem coloque esta tradição no Dia de Todos so Santos, a 1 de novembro, em que o fruto era colocado na mesa para que os mortos da família pudessem comer.

Garrafas de Vinho dos Mortos
Não perca Já bebeu o Vinho dos Mortos? Uma tradição ressuscitada em Boticas

Como este ano, fruto da pandemia, estão vedados os magustos e as grandes reuniões familiares, fique com algumas dicas para fazer em casa umas castanhas assadas de grande categoria.

Primeiro, preaqueça o forno a 200 graus e, com uma faca afiada, dê um golpe nas cascas das castanhas, deixando-as depois de molho em água durante dez minutos. Entretanto, num tabuleiro de forno, disponha as castanhas numa só camadas, salpicando-as como uma colher de sopa de sal grosso. De seguida, leve as castanhas ao forno durante 30 minutos ou até as cascas abrirem.

Bom apetite, bem regado com uma jeropiga ou um taça de vinho novo.

Veja também