Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Elsa Santos
Elsa Santos
14 Nov, 2019 - 11:43

SELFIE: a nova ferramenta aliada à educação digital

Elsa Santos

Conheça a SELFIE, a ferramenta da Comissão Europeia que está a ajudar escolas de 45 países a avaliar e melhorar as formas como utilizam a tecnologia para o ensino e a aprendizagem.

selfie

SELFIE é o nome da ferramenta online da Comissão Europeia que constitui uma das iniciativas do Plano de Ação para a Educação Digital que começou no início de 2018 e decorre até ao final de 2020.

“Self-reflection on Effective Learning by Fostering Innovation through Educational Technologies”, ou SELFIE, é uma ferramenta online da Comissão Europeia de autoavaliação da utilização das tecnologias no ensino e na aprendizagem.

Lançada em 2018, a SELFIE tem como missão ajudar as escolas a avaliar e melhorar as formas como utilizam a tecnologia no âmbito do ensino e da aprendizagem.

O objetivo passa por usar a tecnologia adequada às necessidades específicas, de modo a tirar o melhor partido da mesma.

A ferramenta SELFIE é uma das 11 iniciativas adotadas pela Comissão Europeia no âmbito do Plano de Ação para a Educação Digital. Desenhada para facilitar a adaptação dos cidadãos e as instituições de educação europeias à vida e ao trabalho na era digital, tem em vista o desenvolvimento de competências e aptidões tecnológicas, cada vez mais cruciais no mercado de trabalho e no quotidiano.

Para chegar ainda mais longe e melhor, a Comissão prevê, em 2020, uma Massive Open Online Course. Está também prevista uma versão direcionada para a aprendizagem vocacional e profissional.

A SELFIE é, pois, uma ferramenta criada a pensar no futuro.

educação digital: a importância de saber usar a tecnologia

novas tecnologias sala de aula

Como funciona?

É simples. Antes de mais, para fazer um ponto de situação da adaptação ao mundo digital, a SELFIE reúne, através de um questionário, as opiniões da população escolar relativamente à forma como as tecnologias estão a ser utilizadas.

A participação é online, gratuita e anónima, disponível em 31 idiomas. Cada instituição pode configurar as questões em função das suas necessidades específicas, escolhendo entre as afirmações facultativas e acrescentando as suas próprias perguntas.

Esta recolha é feita com recurso a breves afirmações e perguntas numa escala de concordância simples de 1 a 5. As afirmações abrangem áreas como a liderança, as infraestruturas, a formação dos professores e a competência digital dos alunos.

A avaliação demora cerca de 30 minutos. As perguntas são adaptadas a cada grupo. Por exemplo, os alunos têm perguntas relacionadas com a sua experiência de aprendizagem, os professores refletem sobre a formação e as práticas de ensino e os dirigentes escolares abordam o planeamento e a estratégia global.

Com base neste input, a ferramenta gera um relatório, ou seja, uma imagem da própria realidade (à semelhança de uma selfie no sentido da imagem tão usada desde que se tornou habitual o uso do smartphone) dos pontos fortes e pontos fracos de uma escola em termos da sua utilização das tecnologias digitais no ensino e na aprendizagem. Quantas mais pessoas participarem, mais exata será a SELFIE da escola.

Os resultados e as perspetivas do exercício do SELFIE são exclusivamente para a sua escola e não são partilhados, a menos que decida fazê-lo.

Com base nas informações recolhidas, a ferramenta gera um relatório personalizado onde se apresentam os pontos fortes e fracos, identificando os domínios em que é necessário atuar.

Desta forma, a escola tem acesso aos dados necessários para poder desenvolver o respetivo plano de ação. Numa fase posterior, a ferramenta pode usar-se para avaliar o progresso das medidas implementadas.

De acordo com a Comissão Europeia, a SELFIE está em permanente desenvolvimento e melhoria, considerando o feedback dos seus utilizadores.
Entre as possibilidades apresentadas pela ferramenta online está a comparação de resultados atuais com os anteriores, o que permite perceber a evolução.

Privacidade dos dados

Sendo uma ferramenta online, coloca-se em questão a privacidade dos dados. No entanto, quando falamos de SELFIE, devemos saber que:

  • Trata-se de uma ferramenta destinada exclusivamente às escolas, o que significa que não são recolhidos quaisquer dados pessoais;
  • Todas as respostas fornecidas através da SELFIE são absolutamente anónimas;
  • Cada escola é titular do seu relatório, o qual não pode ser partilhado com terceiros, a menos que a escola decida fazê-lo;
  • Nenhuma outra organização, incluindo a Comissão Europeia, pode rastrear as respostas de uma escola em particular;
  • A SELFIE está alojada num servidor que é propriedade da Comissão Europeia e gerido pela mesma, sendo que os dados recolhidos estão sujeitos às regras de tratamento de dados da Comissão;
  • Os dados recolhidos só podem ser utilizados para efeitos de definição de políticas e investigação e nunca para fins comerciais.

SELfie: benefícios e resultados obtidos

Benefícios do uso da SELFIE

  • Envolve toda a comunidade escolar (dirigentes, professores e alunos) num processo de 360 graus, abrangendo diversas áreas da prática escolar;
  • Considerando a singularidade de cada escola, a ferramenta pode ser personalizada. O que significa que cada instituição pode selecionar e adicionar perguntas e afirmações adequadas às respetivas necessidades;
  • A SELFIE permite que todos os participantes respondam a perguntas que correspondam à sua experiência, enquanto alunos, professores ou dirigentes escolares;
  • É uma ferramenta gratuita, disponível em diferentes idiomas, acessível a todos os interessados;
  • As respostas são anónimas e os dados são seguros;
  • Pode utilizada a partir de qualquer dispositivo ligado à Internet: computador, tablet ou smartphone;
  • Concluída a avaliação, cada escola recebe um relatório interativo personalizado com dados detalhados, assim como breves perspetivas relativamente aos pontos fortes e fracos identificados.

Resultados

Uma ano após o lançamento da SELFIE, os resultados são promissores.

Mais de 450.000 estudantes, professores e dirigentes escolares em 45 países, já usam a ferramenta. Prevê-se que até ao final de 2019 o número o número de utilizadores ultrapasse os 500 mil.

A ferramenta foi desenvolvida em estreita colaboração com uma equipa de peritos de escolas, ministérios da educação e institutos de investigação de toda a Europa.

As instituições parceiras incluem a Fundação Europeia para a Formação, o Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional (CEDEFOP) e o Instituto de Tecnologias de Informação para a Educação da UNESCO 

A SELFIE é uma das muitas iniciativas do Plano de Ação para a Educação Digital, adotado por Bruxelas, que visa incentivar as competências digitais no ensino e na aprendizagem, estabelecendo as bases de um Espaço Europeu da Educação.

Veja também