Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luana Freire
Luana Freire
29 Jun, 2020 - 14:38

15 sinais de que o seu cão está doente: como identificá-los?

Luana Freire

Correr atrás do rabo, comer tudo o que lhe aparece ou ter o focinho áspero são apenas alguns dos sinais de que o seu cão está doente.

Cão doente a ser examinado

O seu melhor amigo de 4 patas consegue saber exatamente aquilo que lhe diz e o que sente ao fim de um dia de trabalho? E será que sabe entender os sinais que o seu patudo lhe envia? Saiba como decifrar os sinais de que  seu cão está doente. Porque, quando o assunto é cuidar da saúde dos nossos caninos, compreender as mudanças de comportamento é fundamental.

Sabemos bem que não é tão simples quanto gostaríamos entender alguns dos sintomas que identificam possíveis doenças no seu animal de estimação, mas existem sintomas fáceis de reconhecer a que deve esta atento. São eles que vão ajudar na decisão de procurar a ajuda de um médico veterinário – e esse alerta pode salvar a vida do seu amigo canino.

Confira os 15 sinais que podem facilmente indicar que o seu cão está doente.

Conheça 15 sinais de que o seu cão que está doente

É sabido que as doenças comuns dos cães podem ter na sua origem diversos fatores, que podem ser de gravidade variável. Mas, se o animal não consegue falar para dizer ao dono como está a sentir-se, pelo menos não de forma direta, então como identificar uma doença que esteja a instalar-se? Temos dicas e truques para decifrar 15 sinais de que o seu cão está doente. Descubra-os.

1. Mau hálito ou salivação excessiva

Sabia que o mau hálito nos cães pode indicar problemas dentários? Da mesma forma, a saliva em excesso pode ser sintoma do mesmo problema, ainda que muitos donos acreditem que esta é uma condição comum aos caninos e, portanto, normal.

Quando o mau hálito e a salivação podem ser um problema? Antes de mais, tente verificar se o seu cão está com alguma sensibilidade ao toque no focinho ou apresenta dificuldades na mastigação. Se o mau hálito e salivação excessiva estivem associados a algum destes sintomas, pode indicar uma possível doença periodontal.

2. A aparência do cão

Queda de pelo fora de época, pele irritada e comichão contínua podem alertar para a presença de uma infecção parasitária ou mesmo um processo de alergias. Esteja atento.

3. Alterações no comportamento do animal

Neste ponto é importante dizer que quanto mais o dono conhecer o animal, mais provável será que consiga identificar mudanças repentinas no seu comportamento. Esteja atento ao repentino aumento ou diminuição do apetite ou sede do animal, bem como aos sinais de aumento exagerado ou queda brusca de energia. Verifique também se o seu cão fica agressivo quando tocado em determinada zona do corpo. Isso pode indicar que está ferido ou sente dor. Em qualquer uma dessas situações, deverá procurar a ajuda de um veterinário.

4. Olhos amarelados

Algo no olhar do seu cão não parece bem? Observe a pupila e a íris do seu animal e verifique. Se a parte branca do globo ocular estiver amarelada, pode indicar icterícia.

5 sinais de que o seu cão está deprimido

5. Pelo pouco saudável

Se o pelo do seu cão não está brilhante, nem forte e não está na altura das quedas sazonais, analise melhor o problema. Queda excessiva, “peladas”, pouco brilho ou aspeto áspero são potenciais sinais de alerta. A razão do problema pode estar em doenças da pele, como alergias, ou mesmo na presença de parasitas. A ração também pode provocar a queda de saúde do pelo do animal.

6. Correr atrás do rabo

O cachorros adoram correr atrás do seu próprio rabo e nós adoramos ver essa cena. Mas, se este hábito aparece em cães mais velhos, é preciso estar atento, pois a atividade pode ser mais do que uma simples brincadeira, pode ser sinal de alerta para uma possível epilepsia.

7. Febre

Tal como acontece connosco, a temperatura elevada é um dos sinais de que o seu cão está doente. Mas, não é fácil perceber este sinal no seu cão. Se ele não demonstra vontade de passear ou brincar, e recusa-se a comer, pode ser um quadro de febre associado a alguma infecção.

8. Lamber muito as patas

Um dos mais significativos sinais de alergias nos cães é o hábito excessivo de lamber as patas. Fique atento.

9. Urina ou diarreia com sangue

As fezes podem mesmo dizer muito sobre a saúde do seu cão. Se forem muito escuras, pouco sólidas, com odor exagerado ou se observar a presença de sangue (também na urina), consulte o veterinário de imediato.

cao doente

10. Vómitos

Já sabemos que os cães têm uma tendência especialmente acentuada para vomitar, mas se esses episódios forem frequentes, leve o cão à uma consulta no veterinário. Fique atento à presença de sangue ou a situações em que o vómito surge associado a episódios de febre ou diarreia.

11. Cabeça inclinada constantemente

Sim, também achamos muito querida essa expressão nos caninos, mas atenção: muito tempo com a cabeça inclinada pode indicar uma inflamação auditiva.

12.Um olho não está brilhante nas fotografias

Experimente fotografar o seu cão com o flash ligado e verifique se os dois olhos aparecem brilhantes. Isso é essencial para saber se a retina está saudável.

13. Pingo no nariz constante

Os cães também ficam constipados e necessitam de tratamento para curar. Isso é essencial para evitar que alguma infecção por fungo apareça após a constipação e dificulte a recuperação do animal. Fique atento ao pingo no nariz que parece não ir embora.

14. Comer qualquer coisa que não seja comestível

Comer tudo o que aparece à frente não é engraçado e pode ser sintoma de anemia. Que tal realizar uns exames?

15. Olhos vermelhos

Sabemos que determinadas raças têm os olhos avermelhados, mas se este aspeto se mostrar acentuado no seu cão, esteja alerta. Procure o veterinário e descarte um processo de hemorragia. Este problema pode resultar na possível perda de visão.

Se ter os olhos avermelhados não é habitual no seu cão e notar alguma vermelhidão, o conselho é o mesmo: vá com o seu cão a uma consulta.

Veja também