Marta Maia
Marta Maia
04 Set, 2019 - 09:14
7 sinais de que o casal está em sintonia financeira

7 sinais de que o casal está em sintonia financeira

Marta Maia

Descubra quais são os sinais de que o casal está em sintonia financeira e confirme se a sua relação está pronta para fazer as contas.

O artigo continua após o anúncio

As relações são feitas de amor e companheirismo, mas quem as vive sabe que nem só de corações se sustenta uma casa. As finanças desempenham um papel muito importante na vida conjunta dos casais, e é importante sabermos avaliar os sinais de que o casal está em sintonia financeira (ou não).

A sintonia financeira é, no fundo, a constatação de que os dois elementos do casal perseguem os mesmos objetivos e com o mesmo nível de dedicação. Por outras palavras, a relação fica fragilizada se um dos elementos sentir que está a fazer um esforço financeiro e que esse esforço não é correspondido na mesma medida.

Em última instância, a falta de harmonia financeira pode criar problemas de confiança entre o casal e prejudicar a relação no longo prazo.

Sabe quais são os sinais de que o casal está em sintonia financeira

11 erros financeiros que os casais cometem

1. Têm os mesmos objetivos de vida

Estar em completo acordo sobre o objetivo de vida é um dos primeiros sinais de que o casal está em sintonia financeira. Isso nota-se quando começam a preparar as poupanças ou até quando já as têm no banco: não há conflitos nem dúvidas sobre o que fazer ao dinheiro, porque os dois sabem bem onde querem chegar no futuro.

2. Poupam para as mesmas coisas

É importante que o casal se mantenha unido nas despesas e nas poupanças e que não exista “a poupança de um” e “a poupança de outro”. Se quando o objetivo é fazer determinada despesa, embarcarem os dois numa estratégia de poupança para lá chegar, é sinal de que se suportam mutuamente e que não estão dispostos a que cada um cuide de si. Esta união não só fortalece o casal como também faz com que atinjam os objetivos mais rápido, porque estão os dois comprometidos.

3. Valorizam as mesmas coisas

Este é um dos mais críticos sinais de que o casal está em sintonia financeira… Ou nem por isso. Se um dos elementos do casal dá muito valor a algo que o outro desvaloriza, é quase certo que não vão entender-se quanto a despesas assumidas, porque um vai querer investir o dinheiro de uma forma com a qual o outro não concorda ou até acha que é um desperdício de todo o esforço dedicado ao projeto. É, assim, importante que não só partilhem os mesmos objetivos e poupem para as mesmas coisas, como também que valorizem as mesmas formas de investir o dinheiro que pouparam.

4. Conhecem a atitude financeira um do outro

É absolutamente crítico que, num casal, não haja surpresas quanto à forma como cada um gasta dinheiro. Se um dos elementos entende que 50€ é pouco dinheiro, mas o outro até admite que não faria uma compra desse valor sem discutir o assunto primeiro, é uma questão de tempo até se desentenderem. Para que não haja surpresas desagradáveis, sejam sempre sinceros um com o outro: admitam quando gostam de gastar dinheiro e em quê, e deixem bem claro o valor a partir do qual só gastam depois de discutir o assunto com o parceiro.

5. Partilham (e conhecem) as responsabilidades

Outro dos sinais de que o casal está em sintonia financeira é a forma como dividem as responsabilidades financeiras entre si. De pagar as contas mensais a investir as poupanças ou monitorizar os extratos das contas, tudo tem de ser distribuído e os dois devem estar a par do que se passa.

O artigo continua após o anúncio

Uma vida financeira com tarefas organizadas responsabiliza os dois e dá-lhes confiança de que nada há de falhar de repente porque se distraíram.

6. Sabem os dois o que têm e o que gastam

Partilhar um grau igual de conhecimento sobre as contas é essencial para que o casal viva em harmonia financeira. Convém que saibam sempre, os dois, como está a saúde financeira da família: quanto ganham, quanto gastam, quanto devem e quanto poupam – até porque pode acontecer um dos dois falhar de repente e o outro ter de assumir a gestão das finanças sozinho temporariamente.

7. Estão os dois motivados

Outro dos sinais de que o casal está em sintonia financeira é o grau semelhante de motivação para perseguir os objetivos traçados. Se, por exemplo, um dos elementos do casal está a poupar para o carro novo, mas o outro continua a gastar normalmente, é porque não partilham exatamente as mesmas prioridades, ainda que tentem não o admitir. Se notarem que estão a “remar” a ritmos diferentes, o melhor é sentarem-se para uma conversa honesta.

Veja também: