Márcio Matos
Márcio Matos
25 Jun, 2018 - 16:28
6 sítios turísticos em Portugal com 3 estrelas no Guia Verde Michelin que precisa conhecer

6 sítios turísticos em Portugal com 3 estrelas no Guia Verde Michelin que precisa conhecer

Márcio Matos

Do património arquitetónico ao natural, há de tudo nestes sítios portugueses com 3 estrelas no Guia Verde Michelin. Veja o que há de bom para visitar em Portugal.

O artigo continua após o anúncio

Estes sítios portugueses com 3 estrelas no Guia Verde Michelin provam como Portugal e os seus arquipélagos possuem um património rico e diverso.

O Guia Verde Michelin, traz uma completa e atualizada informação prática, como itinerários, hospedagem, acessos, além de informação de interesse cultural sobre destinos de viagem e sítios turísticos que se destacam no mundo, para que seja possível aos viajantes planear e aproveitar ao máximo a viagem. Assim como o tradicional Guia Michelin de restaurantes, o Guia Verde também classifica os destinos com estrelas, com classificação máxima de 3 estrelas. 

Destacamos alguns dos sítios em Portugal com 3 estrelas Michelin presentes no Guia Verde. Nesta lista há monumentos, mas também muita flora. Confira aquilo que ainda não visitou e comece a planear o seu roteiro de forma a ficar a conhecer o quanto antes estes destinos portugueses com 3 estrelas Michelin de visita absolutamente obrigatória!

6 sítios turísticos em Portugal com 3 estrelas Michelin para visita obrigatória

1. Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa

Mosteiro Jerónimos

Fonte: Pixabay/juliaorige

A construção deste magnífico mosteiro teve lugar no século XVI, iniciando mais precisamente em 1502, como forma de glorificar os Grandes Descobrimentos. Vasco da Gama regressava das Índias com as caravelas repletas de riquezas que permitiram que os arquitectos empreendessem obra de tamanha envergadura. Originalmente gótica, o seu estilo foi mudando, sendo hoje considerado um monumento de estilo manuelino. Os edifícios adjacentes, construídos no século XIX, albergam o Museu da Marina e o Museu Nacional de Arqueologia.

Morada: Praça do Império, 1400 Lisboa
Contactos: 213620034

2. Convento de Cristo, Tomar

No topo da colina que domina a cidade, as muralhas do século XII circundam o Convento de Cristo, construído entre os séculos XII e XVII. Este é um autêntico museu da arquitectura portuguesa, pois nele misturam-se os estilos românico, gótico, manuelino e renascentista. Antes de entrar no convento, pode ainda passear por um jardim de buxos talhados.

Morada: Terreno de Gualdim Pais, 2300 Tomar
Contactos: 249324090

O artigo continua após o anúncio

3. Biblioteca Joanina, Coimbra

coimbra

Fonte: Commons

Construída pelo rei João V em 1724, esta biblioteca possui três amplas salas cujo mobiliário, de madeiras preciosas, ganha aida mais destaque fruto da sumptuosa decoração barroca de madeira dourada. Há motivos chineses dourados pintados com lacas de cor diferente, de acordo com a sala: verde, vermelho ou dourado (ouro). Os tetos, pintados em trompe-l’oeil,  foram realizados por artistas de Lisboa inspirados pela arte italiana. Os níveis superiores são acedidos através das escadarias encastradas nos pilares. Toda ela é recheada por 30.000 livros e 5.000 manuscritos, todos classificados por matérias.

Morada: Palácio dos Grilos. Rua da Ilha, Coimbra

4. Mosteiro da Batalha, Batalha

Aqui, o destaque vai sobretudo para a igreja, ampla e que impressiona pela sua sobriedade e pela imponência das suas abóbadas. O coro é ornado com vitrais que datam da época manuelina (século XVI) e ilustram cenas da vida da Virgem e de Cristo. A Capela do Fundador, iluminada por janelas flamígeras, alberga as sepulturas do Rei D. João I e de sua esposa Dª Filipa de Lencastre.

Morada: RN IC2, Batalha
Contactos: 244765497

5. Pico Ruivo, Santana (Madeira)

pico ruivo

Fonte: Commons

Este é o topo mais alto da Ilha da Madeira, com 1.862 m de altitude. No Pico Ruivo, encontra encostas florestadas com urzes gigantes e, a partir do seu cume, obterá um panorama incrível. O acesso é feito a pé. Siga pelo Pico do Arieiro, pois é o mais espetacular, embora só reservado aos caminhantes mais empenhados.

6. Caldeira das Sete Cidades, Açores

A Caldeira das Sete Cidades é mais uma maravilha dos Açores, visível a partir do Miradouro de Vista do Rei. Os dois lagos principais que a compõem – a Lagoa Verde e a Lagoa Azul – estendem-se no meio de uma exuberante vegetação. Na costa, espreite também o Miradouro de Escalvado e admire as deslumbrantes vistas sobre os Mosteiros e os seus penhascos.

O artigo continua após o anúncio

Morada: ER 7-1A, 9500 Sete Cidades

O turismo não é só para estrangeiros e não há nada melhor do que vestir a pele de turista, no seu próprio país. Portanto, se há muitos destes sítios portugueses com 3 estrelas Michelin que ainda não visitou, então chegou o momento de começar a pôr vistos na sua lista de must do e empreender uma viagem em volta dos destinos portugueses com 3 estrelas Michelin. Preparado?

Veja também: