Inês Pereira
Inês Pereira
20 Nov, 2019 - 12:40
skills de empregabilidade

As skills de empregabilidade indispensáveis no seu currículo

Inês Pereira

Formação e experiência? Existem outros aspetos valorizados pelos empregadores. Conheça as mais importantes skills de empregabilidade.

O artigo continua após o anúncio

Já não é novidade que ter um currículo impecável, com uma formação apelativa e experiência profissional relevante é meio caminho andado para conseguir e manter um emprego. As skills de empregabilidade são aspetos que ajudam a alavancar qualquer carreira e que refletem como atualmente os empregadores começam a valorizar outro tipo de competências.

Assim, as skills de empregabilidade têm conseguido cada vez mais importância na hora de optar por um ou outro candidato no processo de recrutamento e seleção.

De facto, ao publicar as vagas, muitas são as empresas que, logo à partida indicam, além dos requisitos profissionais, o perfil ideal para a função em aberto. Tratam-se de habilidades adquiridas no dia a dia, fruto da socialização e das experiências de cada um.

São, portanto, características crucias no que se refere à competitividade e à possibilidade de se destacar dos demais. Por isso mesmo, é importante que as conheça e saiba como as pode melhorar e potenciar.

SKILLS DE EMPREGABILIDADE: AQUELAS EM QUE DEVE INVESTIR

O desejo de se destacar num mercado de trabalho extremamente competitivo pode levar qualquer um à frustração. A verdade é que este é um processo cada vez mais complicado e é necessário procurar aqueles detalhes que poderão garantir-lhe um lugar nas preferências dos recrutadores.

Por este motivo, não admira que as skills de empregabilidade, mais conhecidas como soft skills, tenham vindo a conquistar progressivamente maior importância nos processos de recrutamento. Garantem ferramentas para o dia a dia numa empresa e podem ajudar a fortalecer uma carreira que se adivinha de sucesso.

Antes de mais, é importante compreender o conceito de que aqui falamos. Estas skills são aquelas competências que se consideram comuns a todos, ou praticamente todos, os empregos. Tratam-se de características que fazem de um candidato uma mais valia para qualquer empresa, o que o torna mais “empregável”.

Indicam, por exemplo, a sua capacidade de trabalhar em equipa, a capacidade de comunicar com os outros e a capacidade de se adaptar com considerável facilidade a qualquer ambiente de trabalho.

É, por isso, bastante importante que as refira no seu currículo e, acima de tudo, que as evidencie nas entrevistas de emprego.

Talvez lhe pareçam apenas pequenos detalhes sem importância, mas a verdade é que as soft skills potenciam de facto a empregabilidade, podendo até, por vezes, evidenciar-se mais do que as competências técnicas.

É importante que as suas skills de empregabilidade estejam alinhadas com as orientações e os valores das empresas, uma vez que podem até ser indicativas do tipo de profissional e pessoa que é.

Nesse sentido, parece pertinente que saiba de cor e salteado quais as competências em que deve investir mais. Tome nota e comece já a melhorar a sua situação laboral.

mulher em entrevista de emprego

Comunicação

A comunicação é, provavelmente, a skill mais importante. Afinal, todos os recrutadores procuram candidatos extremamente comunicativos: é crucial que seja capaz de comunicar corretamente de forma escrita, verbal e não verbal para garantir que transmite claramente a informação a quem o rodeia.

No entanto, ser comunicativo implica também ser um bom ouvinte. Assim, um profissional de excelência deve ser capaz de estar atento e compreender as exigências e preocupações de clientes e chefias.

Tech savvy

Este talvez pareça um termo estranho, mas é bastante simples. Cada vez mais as empresas valorizam pessoas que sejam tech savvy, isto é, pessoas que se sintam realmente à vontade com a tecnologia moderna e saibam trabalhar sem problemas com os mais variados meios tecnológicos da empresa.

O artigo continua após o anúncio

Trabalho em equipa

A capacidade de trabalhar em equipa é crucial desde sempre. Não é, aliás, por acaso que já na faculdade muitos trabalhos são feitos em grupo.

Quando existem projetos que envolvem mais do que uma pessoa é extremamente importante dar-se bem com os outros colegas e saber colaborar com eles para que tudo corra pelo melhor. Por outro lado, mesmo que não tenha um projeto de grupo é importante que saiba trabalhar em equipa no dia a dia e conviver com os restantes colaboradores.

Organização

Em contexto de trabalho, a organização vai muito além da limpeza da sua secretária ou arrumação dos seus documentos. Saber planear e gerir as suas tarefas e o seu tempo é crucial.

É muito importante que seja capaz de priorizar, organizar e agendar aquilo que tem de fazer todos os dias para garantir que trabalha de forma produtiva e que cumpre os prazos. Não só se vai sentir mais realizado como conquistará a confiança dos seus superiores e colegas.

Conhecimentos de informática

Esta é, na realidade, uma skill mais técnica do que ser tech savvy. Com certeza já viu ofertas que tenham como requisito “conhecimentos de informática na ótica do utilizador”, o que implica que saiba utilizar programas como o Microsoft Office. Claro está que conhecimentos sobre outros programas serão uma mais-valia.

No caso de cargos mais específico, como programadores ou engenheiros de software, os requisitos são, logicamente, mais exigentes.

Capacidade analítica

Em qualquer função que desempenhe terá de avaliar diversas situações do quotidiano e resolver problemas que possam surgir. Nesse sentido, é importante que tenha a capacidade de analisar e interpretar aquilo que o rodeia, de modo a tirar conclusões e tomar decisões acerca do melhor caminho a seguir.

Como usar as skills de empregabilidade

Pode usá-las ao longo do seu processo de procura de emprego. Por exemplo, na descrição do seu histórico profissional, refira estas competências no seu currículo.

Na sua carta de apresentação, mencione uma ou duas das cinco skills de empregabilidade apresentadas e dê um exemplo específico da utilização dessas competências em ambiente profissional.

Numa entrevista de emprego, fale sobre elas e certifique-se de que tem um exemplo profissional para cada uma das competências.

Veja também