Márcio Matos
Márcio Matos
06 Dez, 2021 - 10:17

Tailândia: dos templos às praias, um paraíso a não perder

Márcio Matos

A Tailândia é um destino de sonho, seja pelos monumentais templos, seja pelas praias paradisíacas. Saiba tudo o que há para ver neste país.

praia Tailândia

A Tailândia é composta por diversas cidades, ricas e repletas de pontos de interesse que atraem anualmente milhares e milhares de turistas.

Dos templos às praias paradisíacas, há muito para ver e visitar, de acordo com o gosto de cada um e, claro, com o tempo que se tiver disponível para explorar este magnífico destino. Tome nota de alguns dos locais a não perder, se for até à Tailândia.

Tailândia: as atrações que não pode mesmo deixar de ficar a conhecer

Grande Palácio de Bangkok, Wat Phra Kaew, Wat Pho e Wat Arun

Em Banguecoque, na capital da Tailândia, mais propriamente na parte antiga, encontra algumas atrações absolutamente imperdíveis.

É o caso do Grande Palácio de Bangkok, que funcionou como residência oficial da família real até ao inicio do século XX.

Este enorme complexo arquitetónico alberga o Wat Phra Kaew, também conhecido como o templo do Buda de Esmeralda, por no seu interior guardar, precisamente, a estátua do Buda de Esmeralda.

Nas imediações, encontra ainda outro templo, neste caso, o Wat Pho, o templo do Buda reclinado. Este é o templo mais antigo da cidade e é conhecido por possuir a maior coleção tailandesa de estátuas do Buda (cerca de 400).

Porém, o destaque vai para a estátua do Buda reclinado, que ostenta uns impressionantes 15 metros de altura e 46 de comprimento.

Para finalizar a rota dos templos, vá até ao Wat Arun, também chamado de Templo do Amanhecer, o qual fica mesmo defronte do Wat Pho.

Neste caso, os seus atrativos passam muito pela sua arquitetura e pelas suas vistas privilegiadas sobre o rio e sobre toda a cidade de Banguecoque.

templo wat arun
Templo Wat Arun

Mercados de rua da Tailândia

Os mercados de rua fazem parte da cultura tailandesa e, por isso, existem numa panóplia de cidades como Banguecoque, Chiang Mai, Chiang Rai, entre outras. Nestes espaços, é possível ficar a saber mais sobre a gastronomia local e fazer algumas compras.

Em Banguecoque, encontram-se alguns dos mercados mais emblemáticos, como os flutuantes que, como o nome indicia, se encontram sobre a água, neste caso sobre o rio. Alguns destes mercados são, por exemplo, o Damnoen Saduak ou o Taling Chan.

Porém, quem prefere terra firme, também pode visitar o maior mercado da Tailândia, o Chatuchak Market, ou o Maeklong, que funciona sobre os trilhos da linha férrea.

Ayutthaya

Ayutthaya é um dos sitios arqueológicos mais importantes da Tailândia e é a antiga capital do país. Aqui, encontra-se um templo muito popular, o Wat Mahathat, além de várias ruínas que pode ficar a conhecer.

Se estiver alojado em Banguecoque, Ayutthaya fica à distância de uma viagem de 45 minutos de comboio.

ayutthaya tailândia
Ayutthaya

Sukhothai

Outro sítio arqueológico e antiga capital da Tailândia que merece uma visita. Apesar de menos popular do que Ayutthaya, Sukhothai possui ruínas mais bem preservadas e, por isso, a sua visita torna-se ainda mais maravilhosa.

Este sítio fica situado entre Banguecoque e a cidade de Chiang Mai, na zona mais Norte do país.

Chiang Mai

Esta é a segunda maior cidade da Tailândia, preservando parte da muralha que outrora protegia o local. Entre as atrações deste destino, encontram-se templos como o Wat Chedi Luang e o Wat Phra Singh, os quais remontam ao império Lanna.

O Wat Chedi Luang era a maior construção desse império e aqui chegou a estar guardado o Buda de Esmeralda, de que já falámos anteriormente.

Neste momento, o edifício encontra-se em ruína, sendo ainda assim possível visitar o conjunto arquitetónico, composto pelo sitio arqueológico e por outros templos de construção mais recente.

Já fora da cidade, por entre as montanhas, encontra-se ainda o Wat Doi Suthep, um templo que oferece uma vista soberba sobre a cidade.

Chiang Rai

A duas a três horas de Chiang Mai, fica Chiang Rai que atrai os turistas principalmente pelo seu Templo Branco ou Wat Rong Khun.

Este era um templo mas, entretanto, foi adquirido por um artista contemporâneo tailandês, Charlemchai Kositpipat, que o restaurou e o transformou numa construção, onde a arte e a religião vivem lado a lado.

Postais do Camboja: uma viagem à Tailândia com janela para o mar
Veja também Postais do Camboja: uma viagem à Tailândia com janela para o mar

Praias e ilhas da Tailândia

E fechamos o artigo com aquilo que é, para muitos, a “chave de ouro”: as praias e as ilhas da Tailândia.

Se ir à Tailândia e não visitar pelo menos um dos seus templos é como ir a Roma e não ver o Papa, o mesmo se pode dizer de ir à Tailândia e não ir até nenhuma das suas praias ou ilhas.

Atualmente, algumas das praias e das ilhas mais procuradas são: Railay e Ao Nang, na cidade de Krabi, e as ilhas de Ko Lanta e Ko Phi Phi.

Do lado do Golfo da Tailândia, são particularmente populares as ilhas de Ko Phangan, de Ko Samui e de Ko Tao.

É ainda impossível não mencionar a Maya Bay, em Ko Phi Phi Lee, uma praia que esteve encerrada, mas está prestes a reabrir, e que ganhou bastante fama desde que em 1999 foram ali gravadas cenas do filme “A Praia”, cujo protagonista era Leonardo DiCaprio.

Veja também