Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
01 Out, 2019 - 11:01

Existe 9 tipos de inteligência. Qual é o seu?

Mónica Carvalho

Existem diferentes tipos de inteligência que nos ajudam a perceber um pouco melhor sobre quem somos. Curioso?

tipos de inteligencia

Ser conotado como inteligente é, provavelmente, um dos melhores elogios que pode receber. Mas não é algo assim tão linear. Afinal, existem vários tipos de inteligência que se coadunam com o seu tipo de personalidade e com as suas características comportamentais.

A maior parte das pessoas tem uma única perceção sobre o que é inteligência: alguém que tem muitos conhecimentos e habilidades úteis e que é capaz de aplicar esses conhecimentos e habilidades.

Apesar de esta ideia não estar totalmente errada, está incompleta. E, por isso, revelamos tudo o que precisa de saber sobre os diferentes tipos de inteligência

Inteligência fluida e inteligência cristalizada: o que significa?

capacidades cerebro

Em Psicologia, existem dois tipos de inteligência, identificados pelos psicólogos americanos Raymond Cattell e John Horn: inteligência fluida e inteligência cristalizada.

Esta teoria sustenta que a inteligência geral de um indivíduo é resultado de diferentes habilidades que se misturam e interagem.

Inteligência fluída

Trata-se da “capacidade geral de pensar abstratamente, raciocinar, identificar padrões, resolver problemas e discernir relacionamentos” e que depende principalmente da capacidade nativa de alguém, ou seja, não pode ser obtido ou adquirido de nenhuma forma, nem por meio de educação, treino nem mesmo experiência e exposição a vários fatores ambientais.

Este tipo de inteligência é usado na resolução de quebra-cabeças, enigmas ou para resolver problemas específicos.

Inteligência cristalizada

Este tipo de inteligência é obtido através da educação, aprendizagem e experiências, o que significa que pode ser aumentada e alterada ao longo da vida.

Um bom exemplo disso mesmo é o conhecimento de vocabulário que vai aumentando à medida que crescemos, assim como os problemas de matemáticos, cuja capacidade de resolução vai melhorando à medida que vamos aprendendo mais.

Regresso às aulas: guia para pais - mãe e filho de máscara a fazer trabalhos no computador
Veja também Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação

tipos de inteligência: Teoria das Inteligências Múltiplas

Howard Gardner propôs este modelo no livro Frames of Mind: The Theory of Multiple Intelligences, de 1983, que é, aliás, o mais utilizado para categorizar diferentes tipos de inteligência. São divididos em categorias específicas, de acordo com os seguintes critérios:

  • Potencial de isolamento cerebral por dano cerebral;
  • Lugar na história evolutiva;
  • Presença de operações principais;
  • Suscetibilidade à codificação (que se refere capacidade de expressar e interpretar símbolos);
  • Progressão do desenvolvimento;
  • Existência de prodígios e outras pessoas excecionais;
  • Apoio da psicologia experimental;
  • Apoio de achados psicométricos.

Tendo isto em conta, Gardner propôs nove tipos de inteligência para atender a esses critérios.

Inteligência musical / rítmica

É a capacidade de distinguir tom, ritmo e timbre e que nos permite reconhecer, criar, reproduzir e refletir sobre a música, como demonstrado por compositores, maestros, músicos, vocalista e ouvintes sensíveis.

Os jovens adultos com esse tipo de inteligência costumam cantar ou tocar instrumentos, mesmo que apenas para si próprios.

Inteligência existencial

Abordar as questões do existencialismo é mais um dos tipos de inteligência catalogados por Gardner e denota uma sensibilidade profunda e uma alta capacidade de lidar com questões sérias e a paixão pela procura das respetivas respostas.

Tem este tipo de inteligência quem é verdadeiramente curioso com questões como:

  • “Por que vivemos?”
  • “Por que morremos?”
  • “O que acontece após a morte?”
cerebro ideias pensar

Inteligência visual / espacial

Refere-se à capacidade de pensar em três dimensões e entre as capacidades principais incluem-se: imagens mentais, raciocínio espacial, manipulação de imagens, habilidades gráficas e artísticas e uma imaginação ativa.

Marinheiros, pilotos, escultores, pintores e arquitetos são as profissões mais típicas deste tipo de inteligência.

Inteligência linguística

À capacidade de pensar em palavras e usar a linguagem para expressar e apreciar significados complexos denomina-se inteligência linguística.

Este tipo distinguido por Gardner permite entender a ordem e o significado das palavras e aplicar habilidades metalinguísticas para refletir sobre o uso da linguagem.

É mais comum em poetas, romancistas, jornalistas e oradores públicos eficazes, por serem pessoas que gostam de escrever, ler, contar histórias ou fazer palavras cruzadas.

Inteligência lógico-matemática

A inteligência lógico-matemática é fácil de compreender, dado que se refere à capacidade de calcular, quantificar, considerar proposições e hipóteses e executar operações matemáticas completas.

É o tipo de inteligência que permite perceber as relações e conexões e usar o pensamento abstrato e simbólico, desenvolver habilidades de raciocínio sequencial e estimular padrões de pensamento indutivo e dedutivo.

A inteligência lógica é típica em matemáticos, cientistas e detetives e em pessoas que se interessam por padrões, categorias, problemas aritméticos e jogos de estratégia.

Inteligência cinestésica / corporal

Trata-se da capacidade de manipular objetos e usar uma variedade de habilidades físicas. Permite compreender melhor o sentido de tempo e a perfeição de habilidades através da união mente-corpo.

É o tipo de inteligência que se verifica em atletas, dançarinos, cirurgiões e artesãos.

Inteligência interpessoal

Refere-se à capacidade de entender e interagir com os outros e envolve a comunicação verbal e não verbal eficaz, a capacidade de observar distinções entre outros, a sensibilidade aos humores e temperamentos dos outros e a capacidade de alimentar múltiplas perspetivas.

Professores, assistentes sociais, atores e políticos exibem inteligência interpessoal.

Inteligência intrapessoal

Este tipo de inteligência aborda a capacidade de se entender a si mesmo, bem como os pensamentos e sentimentos de alguém, e usar esse conhecimento para planear e direcionar a vida de alguém.

É um tipo de inteligência evidente em psicólogos, líderes espirituais e filósofos.

Inteligência naturalista

Este é mais um dos tipos de inteligência caracterizados por Gardner e designa a capacidade humana de discriminar os seres vivos, incluindo plantas e animais, bem como ter sensibilidade para valorizar outras características do mundo natural, como as nuvens e as rochas.

Agricultor, botânico ou chef são as profissões onde se evidencia este tipo de inteligências.

Veja também