Catarina Reis
Catarina Reis
08 Set, 2019 - 07:06
Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação

Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação

Catarina Reis

Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação. Consulte este guia e siga-o passo a passo para que o ano letivo se inicie sem sobressaltos.

O artigo continua após o anúncio

Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação – este é o guia que tem tudo o que precisa de saber sobre como retomar as rotinas da melhor forma. Os pais, que naturalmente estão um pouco ansiosos com o fim das férias, são peças fundamentais no reajuste das rotinas dos filhos e na volta ao ritmo escolar. Espreite tudo o que não pode escapar nessa fase.

Prepare o regresso às aulas: guia para pais com 6 dicas a não perder

Voltar à rotina da escola após as férias pode ser uma tarefa penosa, não só para os alunos, mas para os seus pais. Mas, independentemente da idade dos filhos, é sempre possível para os pais suavizarem esse momento de transição, que implica algum reajustamento e recuperação de certos hábitos e rotinas.

Deixamos-lhe 6 sugestões para regressar ao ritmo de forma gradual e sem sofrimento.

regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação

1. Ajude o seu filho a retomar a rotina de sono ajustada ao tempo de aulas que se avizinha

No verão é normal facilitar e deixar os filhos deitarem-se mais tarde. Mas as primeiras semanas de aulas podem tornar-se realmente difíceis para eles se a sua rotina de sono não estiver já ajustada ao horário escolar. O ideal é, aos poucos, ir introduzindo a hora de ir deitar, cada vez mais cedo, até chegar a uma rotina estável, em que o seu filho durma no mínimo 8 horas. Quando ele começar a acordar cedo ainda nos dias de férias, recompense o seu esforço levando-o a passear, ao parque ou à praia.

2. Antes do início da escola passe tempo de qualidade com os seus filhos e fale sobre o próximo ano

A prioridade nesta fase é ouvir o que eles têm a dizer, para tentar perceber as suas preocupações. Atenção: há que agir conforme as idades! Uma criança no ensino básico poderá precisar de sentir que algumas expectativas são depositadas no seu esforço, mais do que no sucesso escolar. Se tem filhos adolescentes, deixe-os ser ativos na definição de metas e objetivos.

3. Estabeleça limites para reduzir os hábitos menos saudáveis adquiridos no Verão

Aqui poderá incluir-se jogar jogos de computador, passar muito tempo ao telemóvel nas redes sociais, levar o telemóvel para a cama na hora de dormir, entre outros.

4. Não ceda à tentação de proteger demasiado os seus filhos

Muitos pais, compreensivelmente, têm o desejo de resolver os problemas dos filhos. No entanto, a chave para o sucesso na escola e na vida em geral é a autonomia! Assim, mesmo sabendo que o momento de voltar à escola traz consigo alguma tensão, vão conhecer novos professores, vão aprender novas matérias, e vão-se relacionar com novos (e reconectar-se com antigos) colegas.

Não tente resolver os problemas pelos seus filhos. Ouça e aconselhe, mas deixe que sejam autónomos na tomada de decisões. Em vez de proteger, oriente-os. Diga-lhes de que maneira poderão ultrapassar os problemas.

O artigo continua após o anúncio

5. Conheça os professores e o método de comunicação entre a escola e os encarregados de educação

Isto poderá poupar-lhe alguns mal entendidos. Por exemplo, há entidades que não usam o email para responder a mensagens; há escolas em que a porta do diretor está sempre aberta e o atendimento de pais é feito em horário livre, noutras escolas não é de todo assim. Conheça as regras e colabore.

6. Leve o seu filho a fazer um check up no médico

Este é um dos pontos mais importantes do nosso “Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação”. Confirme que está tudo bem com a saúde do seu filho antes da escola começar. Muitas escolas exigem imunizações atualizadas, e poderá ser solicitado a fornecer documentos que mostrem que seu filho tem todas as vacinas em dia. Além do mais, fatores como a acuidade visual e auditiva têm impacto direto na aprendizagem. Não se descuide!

Não se esqueça de cuidar de si

Para muitos pais, daí a necessidade deste “Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação“, no sentido de não se sobrecarregarem com tarefas e aprenderem a lidar com o crescimento dos filhos.

Sabemos que regresso dos filhos às aulas representa, também, uma sobrecarga em termos de rotinas e gestão do tempo. Por isso, reserve alguma atenção para si mesmo: descanse, marque períodos de tempo para estar sozinho ou com outros adultos e esquecer o mundo das crianças, e organize com antecedência as tarefas das primeiras semanas de aulas e trabalho (por exemplo, as refeições).

Verá que também sente com mais suavidade o regresso à vida ativa!

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp