Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
26 Mai, 2020 - 14:48

Trotinete elétrica: como escolher o melhor modelo

Luísa Santos

O modo como nos transportamos está a mudar e nas cidades é cada vez mais notório. Por isso, a trotinete elétrica é uma boa opção. Descubra a melhor para si.

Mulher em trotinete elétrica

O  fenómeno começou um pouco por toda a Europa e chegou a Portugal. Movimentar-se numa trotinete elétrica passou a ser uma solução explorada por diversas empresas (como a Lime, recentemente chegada a Lisboa) e levou mesmo as pessoas a comprar a sua própria trotinete – substituindo opções como as bicicletas ou os transportes públicos.

Agora, com os receios em termos de transportes públicos que o novo coronavírus veio colocar, em especial nas grandes cidades, a trotinete elétrica pode ser uma excelente opção. Fácil, ecológica e segura. Veja as melhores opções.

Como escolher uma trotinete elétrica

Homem a andar de trotinete elétrica

Como o próprio nome indica, uma trotinete elétrica funciona à base de energia, distanciando-se ligeiramente do conceito da trotinete tradicional, que exige algum esforço humano para que se possa movimentar nela. Por outro lado, um modelo elétrico usa um pequeno motor que lhe permite acelerar ou travar quando quiser.

Na maior parte dos modelos, o único esforço que tem de fazer é o inicial, já que tem de “dar lanço” para que o motor reconheça a existência de movimento e lhe permita começar a acelerar o veículo. Assim, só precisa de guiar a trotinete pelos caminhos que entender.

Para escolher a trotinete elétrica ideal deve ter em conta alguns fatores importantes:

1. O peso, já que deve procurar um modelo o mais leve possível, que seja facilmente manuseável e, sobretudo, transportável. Já encontra alguns modelos que se dobram, inclusive, para que possa levar a trotinete para todo o lado;

2. A conectividade, que, nos dias de hoje, encontra em praticamente todos os modelos. As marcas desenvolvem uma aplicação específica para que possa controlar, no seu smartphone, o estado geral do veículo (como a bateria, por exemplo);

3. A bateria, que quanto mais autonomia tiver, melhor será. Na sua grande maioria, elas já terão entre 250 e 500W, pelo que tudo depende do uso que quiser dar;

4. A velocidade que atinge, que está diretamente relacionada com a capacidade de bateria que a trotinete elétrica tem.

Trotinete elétrica: 5 modelos para vários preços

1. Mi Electric Scooter

mi electric scooter
Fonte da Imagem: Xiaomi/Divulgação

Esta é uma das melhores trotinetes elétricas do mercado atualmente. A Mi Electric Scooter pertence à marca chinesa Xiaomi e, para além de excelente ao nível de características, é também extremamente versátil. De facto, recebeu o Red Dot Award 2017 na categoria “best of the best“.

Esta trotinete tem uma autonomia de bateria de até 30km e, para além de se poder dobrar e facilitar o transporte, tem um sistema de travagem duplo de confere mais segurança à sua utilização. Tem luz de presença e aviso, está disponível em preto e branco.

2. Cecotec Outsider DemiGod Makalu

outsider demigod
Fonte da Imagem: Cecotec/Divulgação

Dentro da gama das trotinetes elétricas, podemos encontrar alguma com assento, que permite uma condução sentada e não obrigatoriamente de pé. Adaptada a todo o tipo de pisos, graças à especificação de pneus que apresenta, este modelo da Cecotec é ideal para o transportar em todo e qualquer contexto.

Tem uma potência máxima de 1600W, pode atingir os 45km/h e a bateria tem autonomia para até 30km antes de precisar de um novo carregamento. Esta scooter é um verdadeiro todo-o-terreno que lhe permite, até, andar na terra também graças à sua amortização hidráulica.

3. F.Scooter Red

f scooter red
Fonte da Imagem: AFeira/Divulgação

Numa gama mais baixa, e com um preço mais em conta, encontramos esta trotinete elétrica ideal para pequenos percursos. Tem 120W de potência e suporta uma carga máxima de 50kg (não sendo aconselhado, em nenhum dos modelos, o transporte de duas pessoas em simultâneo).

Este modelo pode atingir os 12km/h e é um dos mais simples do mercado. Contudo, não é um gadget adequado para crianças com menos de 6 anos, já que pode atingir uma velocidade considerável. A sua autonomia permite uma utilização até uma hora.

4. SmartGyro Xtreme XD Scooter

trotinete smartGyro
Fonte da Imagem: smartGyro/Divulgação

Uma das vantagens deste modelo é a inclusão de um motor Brushless, que não tem correias e que, por isso, não avaria com igual frequência. Disponível em quatro cores (branco, preto, rosa e azul), esta trotinete elétrica pode atingir uma velocidade máxima de 24km/h e tem autonomia para 15km.

O peso máximo de carga é de 100kg e representa, por isso, uma excelente opção – muito versátil ao nível de características e design. Também neste caso, pode dobrar a scooter para transportá-la, sem esforço, para qualquer lado.

5. Jdbug E-scooter

jdbug e-cooter
Fonte da Imagem: JDbug/Divulgação

Com uma autonomia aproximada de até 40 minutos de utilização, esta trotinete elétrica promete surpreender qualquer um – sobretudo tendo em conta o preço e o design, que permite que a dobre e a transporte à mão. Pode atingir 15km/h e tem um motor com 250W de potência.

Para a carregar por completo necessita de 8 horas, num modelo que, segundo a marca, não está desenhado para menores de 16 anos. Com esta scooter pode fazer pequenos ou longos trajetos, trocando, assim, outros meios de transporte que frequentemente utiliza – como o carro ou transportes públicos.

Veja também