Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Valdemar Jorge
Valdemar Jorge
24 Mar, 2020 - 14:20

Sabia que existe um tubarão escondido em cada Opel?

Valdemar Jorge

Desde 2004 que os tubarões habitam nos modelos da Opel que circulam diariamente nas estradas e nas cidades de todo o mundo. Conheça a história.

CEO da Opel com um tubarão na mão

As marcas, ao longo dos anos, foram sendo alvo do atrevimento dos designers. E, neste caso atrevimento, não no sentido negativo que a palavra possa encerrar, mas no sentido de deixarem a sua marca, como se de uma assinatura se tratasse.

Quem pinta quadros, por norma, assina as obras que produz. Este exemplo serve para ilustrar que, no caso concreto da Opel, desde 2004 que o tubarão, predador dos mares, “habita” nos modelos que circulam diariamente nas estradas e nas cidades de todo o mundo.

Revelar na totalidade os locais onde se encontram todos os gráficos de tubarões ou pequenos peixes num Opel, irá perder toda a graça na sua descoberta. E este processo poderá servir de passatempo, inclusive para as crianças. Uma vez que poderá constituir um exercício de aventura. Não de uma caça ao tesouro, mas de uma caça ao tubarão.

O mais certo é este facto ser desconhecido, no momento da compra de uma viatura Opel, mas, é certo que o detalhe do desenho de um tubarão existe nos locais mais recônditos de modelos como o citadino ADAM (pelo menos dois, em lugares inusitados), Corsa, Astra, Insignia e Zafira. Mas também na mais recente gama SUV da marca alemã, Crossland X e no Grandland X.

Como surgiu o primeiro tubarão: um pouco de história

tubarão carros opel
No Opel Astra, o tubarão está no porta-luvas

Uma peça aparentemente pouco interessante, pois quase nunca está à vista do utilizador, mas a verdade é que esta peça tem importância por proporcionar a estabilidade necessária ao porta-luvas no seu funcionamento, sendo reforçada por veios construídos em plástico.

A popularidade dos tubarões escondidos nos Opel começou num domingo, à tarde, há mais de 10 anos. Dietmar Finger estava em casa a ensaiar os primeiros traços da nova geração Corsa. O designer concentrava-se a fazer esboços do que seria a parede do lado direito da gaveta do porta-luvas.

Dietmar Finger desenhava estes veios quando o filho, após observar o desenho comentou: “Papá, por que não desenhas um tubarão?” Finger achou a ideia interessante e experimentou dar aos veios o formato de um tubarão.

A surpresa surgiu no dia seguinte ao mostrar o trabalho esboçado ao então desenhador-chefe do Opel Corsa, Nils Loeb, que rapidamente aceitou a ideia. Foi desta forma, simples, que nasceu a corrente, dos desenhadores da Opel utilizarem gráficos de tubarões no habitáculo dos Opel.

Este primeiro tubarão, que pode ser encontrado na parede lateral dos porta-luvas dos Corsa, geração de 2004, entrou na produção em série e rapidamente multiplicou-se por centenas de milhares de automóveis.

Certamente não descobertos pelos proprietários das viaturas, mas constituem uma curiosidade bem interessante.

Tubarão nos Opel: curiosidade ganha seguidores

tubarão carros opel
O predador dos mares a seguir o seu alimento no Opel Adam

É claro que, com o passar dos anos, e com a publicidade a espalhar-se, esta corrente ganhou adeptos. De tal forma que, mais tarde, um outro designer Karim Giordimaina, responsável pelo desenho do habitáculo de outro modelo de grande sucesso da marca alemã, o Zafira, decidiu esconder, três pequenos tubarões no interior do SUV.

E a seguir a estes, mais vieram. Por exemplo, no Opel ADAM, existem dois tubarões, sendo que, um está escondido na consola central. Outra curiosidade é o desenho do próprio ADAM. Se observado lateralmente e se se percorrer a linha superior do automóvel facilmente se detetam algumas parecenças com um tubarão.

Também na atual geração do Opel Astra e no topo de gama Insignia, o predador dos mares está escondido, bem como, na mais recente gama Crossland X, pode ser encontrado um tubarão, precisamente, na parede lateral direita do porta-luvas, tal como na geração Corsa de 2004.

Aliás, o tubarão está presente nos últimos sete modelos Corsa, perpetuando, deste modo, a irreverência original de Dietmar Finger que, ao utilizar uma ideia do filho, deu início a uma história que continuará, por muitos anos, a ser um símbolo da identidade da marca. 

E outro local do Opel Corsa onde pode também ser encontrado o predador dos mares, que o realizador de cinema Steven Spielberg imortalizou na sétima arte, é na consola central.

tubarão carros opel
O “tubarão escondido” no Opel Insignia

Karim Giordimaina, que atualmente está à frente do design interior da Opel, defende que o “tubarão é um símbolo identitário da marca que “nada” nos Opel muito para além do porta-luvas inicial”.

O responsável da Opel sustenta ainda que “chegámos a um ponto em que, quando apresentamos um novo modelo, os jornalistas perguntam-nos onde colocámos os tubarões” e acrescenta, “digo sempre à nossa equipa de design para dar continuidade a esta tradição. Isto é algo que nos diferencia. Demonstra que somos apaixonados por cada detalhe dos habitáculos e fanáticos pela qualidade, mas de uma forma simultaneamente divertida e descontraída”.

Veja também