Marvin Tortas
Marvin Tortas
21 Set, 2019 - 17:00
Mercedes ou BMW: qual é a melhor marca?

Mercedes ou BMW: qual é a melhor marca?

Marvin Tortas

Mercedes ou BMW, qual a melhor marca? É uma pergunta que certamente já se terá questionado e que nós vamos tentar responder neste artigo.

O artigo continua após o anúncio

Mercedes ou BMW – qual delas é a melhor? A resposta mais lógica seria dizer: as duas! E na verdade, é um pouco injusto distinguir qual destas duas marcas premium alemãs é a melhor. As duas são tão iguais, mas ao mesmo tempo tão diferentes, e nós vamos tentar focar-nos nessas diferenças e deixar que você decida para si qual é a melhor.

Mercedes ou BMW: qual é a melhor marca?

Escolher entre comprar um Mercedes ou BMW é um pouco como escolher entre qual é o filho que gosta mais. Uma marca é mais vocacionada na condução desportiva, e outra no luxo e requinte, mas os modelos de ambas as contam com toda a tecnologia de ponta disponível no mercado e histórias repletas de sucessos.

Mercedes

mercedes
Fonte: Mercedes

As raízes da Mercedes remontam até 1871 e à empresa Benz & Cia que era na altura a maior empresa da Alemanha, e também à Daimler, que foi criada em 1890. Estas duas empresas eram ferozes competidoras, mas em 1924 fundiram-se para formar a Mercedes-Benz. Somando as histórias individuais e conjuntas das duas empresas, a Mercedes é a fabricante de carros mais antiga do mundo. O símbolo da Mercedes é uma estrela em que cada uma das pontas representa um elemento: o ar, a terra e o mar, e o intuito da empresa era demonstrar que os seus motores se podiam adaptar a qualquer um destes meios. Enquanto a Mercedes tem a sua sede em Estugarda, na região oeste da Alemanha, a BMW tem a sua sede e as suas raízes na Baviera, na região oposta do país.

BMW

bmw
Fonte: BMW

BMW significa Bayerishe Motoren Werke em alemão, que quer dizer Fábrica de Motores da Baviera em português. Com mais de um século de história (mais precisamente 102 anos), a marca de Munique é responsável não só pelo desenvolvimento, fabrico e comercialização de todos os modelos BMW, mas também, mais recentemente, de todos os modelos da Rolls Royce e também da Mini.

Apesar de hoje ser uma das marcas mais conceituadas do mundo automóvel, os primeiros anos da história da BMW jamais fariam prever que algum dia teriam tanto sucesso neste ramo. Os primeiros anos da marca foram passados a construir motores de aviões para a Luftwaffe (a força aérea alemã), uma vez que a BMW tinha sido fundada com esse intuito: dar apoio bélico à Alemanha durante a 1ª Guerra Mundial.

Mas o facto de a Alemanha ter assinado o tratado de Versailles em 1919, que ditou oficialmente o fim da 1ª grande guerra, fez com que a BMW tivesse que reduzir a produção de motores de aviões e passasse então a produzir motos. Na verdade, o primeiro carro construído totalmente pela BMW foi apenas lançado 15 anos depois da sua fundação, em 1933. A história da BMW está representada no seu símbolo. O círculo dividido em 4 triângulos iguais simboliza as hélices em do motor de um avião a girar a alta velocidade, e as cores branco e azul simbolizam a região da Baviera.

Apresentada a história, passemos então às principais diferenças que existem entre os modelos da Mercedes ou BMW.

Mercedes ou BMW: as diferenças

As diferenças entre estas duas marcas resumem-se sobretudo a estilos. A Mercedes é uma marca claramente mais focada no luxo e no conforto, e isso é sobretudo visível nos seus modelos mais recentes, onde até o carro de entrada na gama, o Classe A, partilha alguns componentes interiores com o topo de gama, o Classe S, e apesar do seu slogan ser “the best or nothing” (o melhor ou nada), optar por comprar um BMW em vez de um Mercedes não significa na verdade escolher o nada.

O artigo continua após o anúncio

Se a Mercedes opta por um estilo mais focado no luxo e no conforto, a BMW tem uma outra abordagem aos seus modelos, atribuindo-lhes um estilo mais desportivo, mas muito luxuoso ao mesmo tempo. Sendo o slogan da BMW “pelo prazer de conduzir”, isto é um sinal de que qualquer carro que saía das fábricas de Munique tem como principal função colocar um sorriso na cara do condutor. 

Outra das diferenças que podemos apontar entre estas duas marcas é a conta que pagamos quando é necessária alguma intervenção ou manutenção nos automóveis.

Segundo um estudo publicado pela revista americana Automotive Management, a BMW tem um custo médio de reparação superior à Mercedes. Em termos práticos, a fiabilidade dos carros varia de acordo com o estilo de condução e o rigor da manutenção que os donos dão ao seu carro, e se tiver algum critério no cuidado e na manutenção do carro, quer compre um Mercedes ou BMW, estes carros estão preparados para fazer milhares e milhares de quilómetros e aguentar vários anos sem qualquer problema.

No entanto, segundo este estudo, os BMW ao fim de alguns anos apresentam maiores sinais de desgaste e requerem maiores despesas de manutenção que os Mercedes. Sublinhamos uma vez mais que isto é apenas subjectivo e tudo dependerá do tratamento que cada condutor der ao seu próprio carro.

No compito geral, estes dois carros assemelham-se em tudo, até mesmo nos preços, sendo que os Mercedes têm preços base ligeiramente mais baixos que os BMW, mas estes últimos trazem, por norma, mais equipamento de série.  

No fim de contas, se quiser comprar um Mercedes ou BMW equipado com todos os extras, acabará por pagar o mesmo preço por modelos semelhantes, ou quiçá, a pequena desvantagem da BMW no capítulo anterior possa até ser compensada aqui. 

Tanto a Mercedes como a BMW são duas das maiores e melhores fabricantes de automóveis do mundo pelo que escolher qual a melhor será sempre uma tarefa ingrata e muito subjectiva. No final de contas, tudo se resumirá ao seu gosto e ao seu estilo de condução.

Veja também