Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Silva
Inês Silva
11 Dez, 2019 - 11:30

Último ano da faculdade? Decida o que pode fazer a seguir

Inês Silva

Está no último ano da faculdade e, brevemente, vai finalizar o seu curso. Este é um momento de transição que envolve desafios e oportunidades.

ultimo ano da faculdade

Parece que ainda há bem pouco tempo entrou na universidade e, hoje, já está no último ano da faculdade. Brevemente, irá terminar o seu curso superior e é natural que comece a pensar nas diferentes opções a seguir.

É uma fase que envolve vários desafios, mas também pode trazer oportunidades. É importante que mantenha a calma para que a transição seja tranquila e, para isso, basta ponderar todas as opções e definir bem os seus objetivos para enfrentar esta etapa académica que está prestes a terminar.

Nesta fase, uma coisa é certa: é necessário enriquecer o seu currículo, com experiências académicas ou profissionais, para, mais cedo ou mais tarde, iniciar a procura de emprego.

Seguir para mestrado, fazer uma pós-graduação, fazer um estágio ou ser voluntário, são, provavelmente, as opções que já equacionou para seguir após o final deste último ano da faculdade. Reunimos algumas dicas para o ajudar a escolher a solução que melhor se adapta a si.

Último ano da faculdade: 6 dicas úteis

estudantes universitarios

1. Planeie os seus próximos passos

O que espera para o futuro? O último ano da faculdade é o momento ideal para fazer uma autoavaliação. A pressão pode ser grande pelas decisões importantes que vai ter que tomar. Saber o que pretende irá facilitar a escolha.

Quer continuar para mestrado, doutoramento e seguir uma carreira académica? Que tal aproveitar este último ano para fazer Erasmus? Prefere procurar uma especialização profissional? Para o ajudar a decidir, lembre-se do que o motivou a escolher o curso que está agora a terminar.

2. Consolide a sua rede de contactos

O networking é muito importante nesta fase. O fim dos estudos no ensino superior são uma boa oportunidade para criar e consolidar contactos. Conviver e criar laços com quem está no ambiente académico são trunfos para o futuro.

Os seus professores podem ajudar com indicações ou propostas.

Os seus colegas que vão estar inseridos no mercado de trabalho, são contactos úteis para trocar ideias e até, quem sabe, para iniciar um projeto profissional.

3. Procure um estágio

Fazer um estágio é uma ótima opção por uma série de razões, por exemplo:

  • Enriquecimento do currículo com experiência profissional importante para o mercado de trabalho;
  • Aumento da sua rede contactos com profissionais da área;
  • Possibilidade de contratação pela empresa.

Mas também há desvantagens:

  • Estágio curricular: é normalmente de carácter obrigatório para concluir o curso, podendo assim atrasar a entrada efetiva no mundo do trabalho;
  • Estágio Profissional: a absorção de estagiários na empresa após o término de um estágio é muita reduzida;
  • Estágio voluntário: andar de estágio em estágio não é uma estratégia eficaz no sentido de obter um emprego, pois vai perder mais tempo, sem se conseguir afirmar profissionalmente.
Conheça as melhores universidades por área de estudo
Veja também Conheça as melhores universidades por área de estudo

4. Faça voluntariado

As experiências no mercado informal são válidas num currículo profissional e podem ser citadas. O voluntariado é também valorizado pelas empresas. Estas atividades podem ser comparadas à experiência profissional e reforçar positivamente o seu currículo.

Fazer voluntariado é uma excelente maneira de aumentar suas perspetivas de carreira. Ajuda-o a criar uma impressão positiva, torna-o mais inovador, criativo e dá-lhe a possibilidade de desenvolver uma série de competências úteis como, por exemplo, capacidade para trabalhar em equipa, liderança, resolução de problemas e competências interpessoais.

5. Crie um bom currículo

Agora que já está no último ano da faculdade, é preciso mostrar o seu talento ao mundo e, se for esse o seu designo, encontrar um emprego. Para isso, além do networking que já falamos, é necessário que apresente um bom currículo.

A experiência profissional não será muita, mas, por exemplo, trabalho voluntário, responsabilidades no meio académico, funções desempenhadas numa empresa familiar ou organização de pequenos eventos podem ser relacionados com as funções a que se candidata.

É preciso que saiba partilhar de forma criativa o seu percurso, no entanto, fazer um CV simples é fazer um currículo eficaz. Não se esqueça que está a acabar o curso, não faz sentido apresentar um CV interminável.

É importante ter toda a informação necessária, mas também é importante que essa informação seja apresentada de forma sucinta e estruturada:

  1. Identificação: coloque o seu nome completo e dados de contacto atualizados;
  2. Objetivos profissionais: escreva sobre os seus objetivos na empresa ou sobre a posição a que se candidata;
  3. Formação académica: comece pelas habilitações literárias ou grau académico, nome da instituição de ensino, nome do curso, data de início e fim ou previsão de conclusão;
  4. Formação complementar: fazer um currículo também inclui informações sobre outros tipos de curso ou ações de formação. Indique o nome da instituição de formação, nome do curso ou formação, carga horária e ano de realização;
  5. Aptidões e competências pessoais e técnicas: finalize com informação acerca dos seus conhecimentos linguísticos e informáticos e o nível de seu conhecimento. Também pode fazer referência a outras competências técnicas ou pessoais que domina e com as quais já trabalhou.

6. Aproveite este último ano

O conselho parece estranho, mas não é. É importante que aproveite esta fase, poderá bem ser o último ano sem pressões profissionais. Aproveite as reuniões e confraternizações de fim de curso pois, pode até parecer exagero, mas, daqui para frente, não verá os seus colegas com tanta frequência.

Veja também