Assunção Duarte
Assunção Duarte
28 Jan, 2019 - 13:14
Vale a pena comprar um Amazon Kindle? Descubra as funcionalidades

Vale a pena comprar um Amazon Kindle? Descubra as funcionalidades

Assunção Duarte

Lançado pela primeira vez em 2007, o Amazon Kindle, o mais famoso dos leitores de livros digitais, é hoje muito mais do que um simples e-Reader.

O artigo continua após o anúncio

Amazon Kindle foi criado pela Lab 126, uma empresa subsidiária da Amazon, que pretendia ter no mercado um produto para o consumo de livros digitais que funcionasse de forma semelhante ao iTunes da Apple no consumo de música.

O objetivo era ter um dispositivo eletrónico portátil que permitisse ler livros ou textos em formato digital, disponibilizados pela livraria e biblioteca online da empresa. A ligação sem fios, inicialmente por 3G e agora também por Wi-Fi, tornou-se, desde o início, essencial para que estes aparelhos se conseguissem ligar à loja e pesquisar, comprar e fazer download de livros em qualquer parte do mundo com acesso a rede móvel.

Surgiram mais marcas de e-Readers no mercado, mas sendo o Amazon Kindle o único que tem acesso direto aos mais de 3 milhões de títulos de e-books da Amazon, é fácil perceber por que razão se tornou um dos leitores digitais mais populares do mundo.

Mas será mesmo necessário ter um Kindle para aceder à enorme biblioteca de títulos da loja Amazon? Não. Apesar da empresa utilizar um DRM proprietário (Digital Rights Management) que faz com que só os produtos da Amazon abram os e-books que ela vende, a empresa disponibiliza gratuitamente a app Kindle para Android ou iPhone, para Windows ou Mac.

No entanto, se costuma ler muito nos seus dispositivos digitais e gosta mesmo de ler, fazê-lo num Kindle compensa largamente. Ora veja.

As vantagens de ler num Amazon Kindle

amazon kindle vai a tempo

Tecnologia e-ink que protege a sua visão

Já todos ouvimos dizer que estar muitas horas a olhar para um ecrã prejudica a saúde dos nossos olhos e a qualidade do nosso sono. É aqui que, para os viciados na leitura, entra a vantagem de ter um e-Reader.

O Kindle trouxe para o mercado dos ecrãs a chamada tecnologia e-ink, ou tecnologia de “tinta eletrónica”, que oferece uma experiência de leitura muito semelhante à obtida com a leitura em papel.

Ao contrário dos ecrãs da maioria dos dispositivos eletrónicos LCD ou AMOLED, que emitem luz para produzir a imagem, o ecrã e-ink simula a visão de tinta impressa e conta com a luz ambiente para permitir a visualização.

O artigo continua após o anúncio

Esta tecnologia torna a leitura prolongada neste dispositivo mais confortável do que num ecrã normal. Isto quer dizer que a app pode continuar a ser uma ótima alternativa para quando se esquece do Kindle e quer continuar a ler o seu livro numa fila de espera inesperada, mas apenas por curtos períodos de tempo.

Alta mobilidade e uma bateria que pode durar semanas

Outro ponto positivo da leitura no Amazon Kindle, quando comparada com a leitura num laptop utilizando a app da Amazon, é a longa duração da sua bateria. Uma única carga pode durar mais do que uma semana e até mesmo um mês se for bem gerida.

O dispositivo gasta pouca energia para mudar a “página” do seu ecrã e-ink, mas pode gastar mais a obter a ligação de rede para atualizar as sugestões da Amazon ou para fazer o download de um novo livro.

Se o utilizador tiver o cuidado de desligar o Wi-Fi, ou a rede quando não a está a utilizar, a bateria vai parecer-lhe infinita quando comparada com a de um outro dispositivo. É, por isso, fácil fazer o download de vários livros e ir de férias, desligando-se do mundo e tendo a certeza de que a sua bateria não vai falhar.

Com um peso que pode variar de modelo para modelo, mas que ronda em média os 160 gramas, um Kindle pode carregar mais de 3 mil livros, no caso dos dispositivos com memória de 4GB. Maior mobilidade do que isto deve ser difícil.

3 modelos Kindle no top dos melhores e-Readers

Como já mencionamos, existem muitas marcas no mercado de e-Readers com sucesso, como o Lev da Saraiva e o Kobo da Kobo, mas os modelos Kindle continuam a marcar pontos nos testes dos especialistas em tecnologia.

Atualmente, destacam-se três modelos da marca. O Kindle básico – e também o mais acessível, já que pode custar a partir 90€ -, vai na sua 8ª geração e mantém-se fiel às suas características elementares: um ecrã de 6’ a 300ppi.

Os dois modelos top da marca são o Paperwhite, que já possui auto-iluminação para ler em locais escuros, é resistente á água e pode custar a partir dos 150€, e o Oasis com um ecrã maior de 7 polegadas e que pode ser adquirido a partir dos 285 €.

O artigo continua após o anúncio

6 dicas para aproveitar ao máximo o seu Amazon Kindle

amazon kindle

A cada nova geração de Kindle lançada pela Amazon, mais e melhores características são apresentadas, fazendo com que o mercado dos e-Readers se vá abrindo a novas funcionalidades para a leitura digital. Mais leveza, mais portabilidade, maior resistência ao meio ambiente e interface cada vez mais amigável foram os primeiros passos. Mas repare no que um Kindle pode fazer por si.

Send to Kindle os ficheiros mais longos

Nem só de e-books vive um utilizador do Amazon Kindle. Se tiver no seu computador ou smartphone ficheiros mais longos que vai preferir ler fora do um ecrã cansativo, é possível enviá-los para serem lidos mais tarde no seu dispositivo com ecrã e-ink.

O Send to Kindle é uma aplicação disponibilizada pela Amazon para os detentores de conta Kindle, para ser instalada em laptops ou smartphones.

Formatos como .doc, .html, .rtf, .text, .pdf e até de imagem como .jpg ou .png, podem ser enviados através desta aplicação e ser convertidos no formato padrão do Kindle, o AZW. O processo é fácil e inclui operações de drag and drop ou de alguns cliques. Também pode ser utlizado para web browsers, como o Chrome e o Firefox, podendo assim converter os sites das suas pesquisas em leituras menos cansativas no Kindle.

Partilhar passagens de livros nas redes sociais

A componente de redes sociais também não fica do lado de fora destes dispositivos. Os utilizadores podem ligar a conta Kindle às suas contas do Facebook ou do Twitter, para poderem partilhar com apenas um clique as passagens ou excertos de um livro que estejam a ler e que queiram comentar online.

Basta aceder às Configurações (Settings), à Minha Conta (My Account), às Redes Sociais (Social Networks) e ver quais as que estão disponíveis para configurar.

Conheça os destaques dos outros leitores

Se for dos que gostam de saber que partes do livro que está a ler foram mais destacadas, ou mesmo mais partilhadas entre os leitores de e-books na Amazon, o Kindle mostra-lhe quais foram. Basta ter o seu e-book aberto, tocar no botão com os três pontos, aceder ao menu Rápido Acesso (Quick Access Menu), tocar nas Notas (Notes) e entrar no Popular (Popular).

Exportar as suas notas

Muito útil para os leitores que investigam e precisam de tomar notas sobre as suas leituras, o Kindle não só os deixa escrevê-las facilmente, como também lhes permite exportá-las, juntamente com os destaques que queira fazer de algumas das passagens do e-book. Ou clicar para exportar, a Amazon vai enviar-lhe um PDF e um CSV file com os conteúdos relativos ao livro em questão.

O artigo continua após o anúncio

Aprender inglês com o Amazon Kindle

Embora a maior parte dos e-Readers do mercado já disponibilizem um dicionário incorporado, o Kindle vai um pouco mais além com a função Word Wise. Esta função poder ser ativada apenas para alguns livros (também só está disponível para alguns e-books) e pode ser programada para mostrar o número de pistas que o utilizador achar necessárias sobre as palavras mais difíceis. Muito bom para as primeiras leituras em inglês ou para livros com linguagem particularmente difícil.

A Amazon e os e-books em português

Já existem inúmeros títulos em português, do Brasil e de Portugal, na gigantesca biblioteca da Amazon. Desde as obras completas de Eça de Queirós a títulos mais clássicos e universais de autores como Charles Dickens. Aqui também pode acompanhar algumas das novidades em língua portuguesa sobre o que pode ler no seu Kindle e não se esqueça de acompanhar as novidades no site da Amazon.

O nosso destaque vai também para a área da loja com títulos gratuitos que incluem grandes clássicos da literatura em domínio público, e também para os títulos de download gratuito por tempo limitado ou totalmente grátis que a Amazon divulga regularmente.

Recordamos apenas que, ao procurar e-books fora da loja da Amazon, se lembre que o formato ePub, mais comum em algumas livrarias nacionais, não é suportado diretamente pelo Kindle, embora existam online muitos tutoriais que explicam como fazer a conversão, mesmo que possa perder algumas das funcionalidades de leitura digital.

Veja também: